Namoro Cristão [4] – Namoro convencional ou namoro de corte? Qual devo escolher?

Postado por em: Namoro Cristão Quer receber os estudos bíblicos do Presbítero André gratuitamente em seu e-mail? Vagas limitadas, não deixe para amanhã, Cadastre-se grátis (em 30 segundos) clicando aqui

Hoje no meio cristão as duas formas mais aceitas de relacionamento entre duas pessoas visando um futuro casamento são o namoro convencional (o que chamarei aqui de namoro cristão) e o namoro de corte. Vamos falar um pouco sobre cada um deles para entendermos o conceito de cada um:

No namoro cristão, o casal se relaciona de uma forma em que possa se conhecer melhor e tomar a decisão de avançar cada vez mais no relacionamento até que cheguem ao casamento. Esse avanço é objetivando o amadurecimento da relação e da tomada de decisões visando o futuro do relacionamento. Normalmente se aceita que no namoro cristão haja beijos e toques de forma moderada e respeitosa. O sexo não é aceito antes do casal se casar perante a lei.

Namoro Cristão [4] - Namoro convencional ou namoro de corte? Qual devo escolher?

O pastor Samuel Farias, líder dos jovens da Comunidade Evangélica de Campina Grande (PB) define em linhas gerais como é o namoro de corte: “Queremos, para os solteiros, um relacionamento sem carícias, beijos, sensualidade, dependência emocional, chantagens emocionais, ciúmes, isolamento social. A ideia é que os jovens sejam movidos por princípios bíblicos e não por impulsos da paixão, sexualidade ou pressão cultural. Buscamos um relacionamento focado na amizade e no conhecimento mútuo”.

Normalmente os que defendem o namoro de corte são contrários ao namoro cristão e afirmam que não existe base bíblica para um casal namorar, além de afirmarem que o namoro de corte seria aquele que se enquadra melhor no que a Bíblia ensina.

Tenho certa resistência a esse conceito. Biblicamente ele não pode ser sustentado, principalmente porque na Bíblia existem princípios que regem o relacionamento amoroso de um casal, mas não existe o apontamento de um “método” que todos devam seguir para se relacionar amorosamente.

Veja também:
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui)
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui)
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui)
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui)
- Outros Materiais (Comece aqui)

Concordo que o casal que quer ter um compromisso amoroso deve sim orar, deve conduzir uma relação santa e agradável a Deus, deve buscar a santidade e o respeito mútuo, porém, todas essas coisas são também possíveis dentro do namoro cristão, da mesma forma que o pecado e as ações inconvenientes também podem penetrar no namoro de corte, que parece para algumas pessoas a “salvação” contra os impulsos sexuais dos jovens (o que é uma inverdade).

Impor que não haja qualquer toque ou carícia, ou até mesmo uma proximidade maior do casal pode parecer uma boa forma de evitar as tentações da carne, porém, não acredito que seja plenamente eficaz, principalmente se considerarmos a natureza humana.

Se Jesus afirmou que alguém pode cometer um adultério apenas com a forma de olhar e cobiçar outra pessoa, um casal de namorados que não se toca e que adere a regras rígidas (namoro de corte) não pode também em suas mentes (ou longe dos olhos de seus líderes) ter uma namoro carnal e contrário a vontade de Deus? Isso é perfeitamente possível!

O fato de não se tocar talvez só facilite que não aconteça o ato carnal em si, porém, o desejo de fazer o que é errado está na mente e passa ao corpo. Assim, o importante é cuidar mais da mente e do coração, pois fazendo isso, o corpo poderá ser controlado.

Além, disso, na forma como algumas lideranças conduzem o namoro de corte, me parece que colocam um “fardo” muito grande na vida de jovens (e desnecessário), proibindo-os de fazer coisas que de forma nenhuma desrespeitariam ou maculariam o relacionamento como, por exemplo, dar um simples beijo na boca.

Quem defende o namoro de corte costuma citar casos bem sucedidos desse tipo de namoro. Creio que realmente haja esses casos, assim como também temos casos bem sucedidos de casais cristãos que manteram um namoro cristão santo até o casamento. Temos também casos de decepções nos dois tipos de namoro. Isso é natural a julgar pelo que a Bíblia diz sobre o coração humano: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jeremias 17.9).

Assim, creio que um casal poderá escolher entres os dois tipos de namoro, sem problemas. Se tiverem em mente manter um relacionamento santo, de acordo com os princípios bíblicos, o farão tanto no namoro cristão quanto no namoro de corte. Porém, se quiserem fazer aquilo que desagrada a Deus, nenhum “método” de namoro ou imposição de suas lideranças conseguirá impedi-los. Ou conseguirá?

Como sempre, a imposição não é melhor caminho. O melhor caminho é apresentar o melhor caminho, orientando sempre com base na Palavra de Deus como conduzir um relacionamento que agrada o Senhor.

Semana que vem teremos mais assuntos sobre namoro sendo discutidos abertamente aqui no blog. Até lá!

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

Compartilhe a Bênção:


> Curso Livre Bacharel em Teologia - Sem mensalidades e 100% online (vagas abertas - clique)

Recomendado Pra Você

Tem 33 anos, ama escrever e estudar a Bíblia Sagrada. Escreve artigos aqui no Blog Esboçando Ideias há mais de 7 anos. É membro da Igreja Presbiteriana Bela Jerusalém, onde atua como presbítero, líder do louvor e professor da Escola Dominical. É o autor do Método Como Ler a Bíblia e Entendê-la Mais Facilmente e do Manual Bíblico das questões difíceis da Bíblia. O presbítero André Já escreveu mais de 1200 artigos neste blog. Contato: andre@esbocandoideias.com

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

30 comentários

  • Fabricio Mendes Pereira disse:

    Muito bom seu texto e com uma discussão bastante aberta, direta e sincera. realmente, há coisas que cabe somente as pessoas individualmente escolher, sendo portanto uma arbitrariedade tais decisões serem tomadas por seus líderes, sejam por quais intenções forem. Parabéns.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Fabrício. Fica com Deus!

      Responder
  • Walace Alves disse:

    Sou solteiro e não tenho nada contra o namoro de corte, o que não concordo e foi comentado em seu texto é querer dizer que esse é o modelo correto. Porque como foi citado primeiro o pecado se faz na mente e depois é consumado. Excelente texto e “estudo” sobre o namoro.kkkkk

    Gosto muito de seus textos e reflexões sobre temas “triviais” entre as “denominações”. Creio que com clareza da Bíblia e desprendimento de pontos de vistas sem embasamento conseguiremos aprender sempre mais.

    Abrcs a todos em Cristo!!!

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Walace! O debate é sempre bem vindo

      Responder
  • Géssica disse:

    Gostei muitoOO do tema …. Parabéns André Sanchez Deus continue lhe abencoado e dando sabedoria querido…!!!

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Géssica, obrigado por ler. Ainda teremos muitos artigos nessa série

      Responder
  • abadia das graças s. costa disse:

    achei realmente muito importante abordar esse assunto,nossa fico muito grata pois estava
    querendo confirmar algumas duvidas que tinha,é esse blog dessa semana veio realmente para falar comigo..muito obrigada e que Deus abençõe vc e todos…

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Que bênção, Abadia. Essa série ainda terá muitos outros artigos

      Responder
  • wladimmyr Buther disse:

    Estudos cientificos mostram k o beijo impulsiona o acto sexual…nesse caso nao seria melhor evita – lo?

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Nesse estudo científico estariam incluídos qualquer tipo de beijo? Ou um tipo de beijo impulsiona mais que outro? Creio que a moderação sempre será o melhor caminho. Mesmo um casal que não se toca pode cultivar desejos um pelo outro.

      Responder
      • wladimmyr Buther disse:

        …especificamente o beijo na boca.

        Responder
        • André Sanchez disse:

          Existem vários tipos de beijo na boca, como também vários jeitos de abraçar e até de fazer carinho.

          Responder
          • wladimmyr buther disse:

            …okay! bgdo pela paciencia e parabens pelo trabalho. Deus abencoe vcs.

  • Suzane Silveira disse:

    Existem vários tipos de beijo na boca, existem várias maneiras de abraçar, existem várias maneiras de acariciar e daí por diante… De que adianta a mente não pecar e o corpo pecar? Deve haver equilíbrio entre os dois. A Sanidade não é um brinquedo é uma decisão, um estilo de vida. Não dá pra chupar cana e assoviar ao mesmo tempo. Pra Deus é sim ou não porque o morno Ele vomita.

    Responder
  • Suzane Silveira disse:

    Achei incoerente oque escreveu, mas é apenas minha opinião.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Suzane, você podia mostrar as incoerências para entendermos melhor seu ponto de vista

      Responder
  • Hellen disse:

    André, tenho um amigo que vive brigando comigo porque eu digo que ele está em pecado pela forma dele abraçar a sua namorada. Ele a encosta na parede, isso é pecado?

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Hellen, é difícil saber. Só o fato de encostar na parede não é pecado. O pecado estaria mais ligado na forma com que se portam nesse encostar na parede

      Responder
  • Bruno Mendonça disse:

    Não vejo algo de errado o namoro cristão com beijos e toques, pois vejo que seja demonstrações de uma amor verdadeiro entre o casal de namorados cristão, não vejo errado isso e nem a Bíblia revela que isso seja errado, mas é bom se o casal pelo Espírito Santo evitarem o sexo antes do casamento, isso requer muita oração, comunhão com Deus e estudo bíblico por parte do casal para que o namoro cristão seja forte ao ponto de não se enfraquecerem um ao outro resultando na consumação do pecado.

    Responder
  • jose neto disse:

    Obrigado pela sabedoria Para falar de um assunto Tao serio. Minha igreja e Corte mas EU nao a cumpro pois Eu e ela sabemos qual a vontade de Deus muito Ben abordado o tema…

    Responder
  • Luís Renan Machado disse:

    Eu como filho de Deus tenho a seguinte opinião: nossas vidas devem estar totalmente de acordo com a Palavra de Deus, por isso acho que não deveria existir o chamado “Namoro Cristão”, pois o namoro está muito longe de ter saído da Bíblia, nunca houve essa citação na Palavra. Devemos levar em conta que o que o Senhor mais quer é que temamos a Ele acima de tudo, e que antes do Casamento não somos namorados iguais aos do mundo que fazem qualquer tipo de coisa só por prazer, mas somos irmãos uns dos outros e devemos realmente nos respeitar como irmãos durante o relacionamento. Somente após a Aliança passamos a ser uma só carne com a pessoa (Gn 2:24) e aí sim o SENHOR permite a intimidade total do casal.

    Que a Paz de Jesus seja com todos!

    Responder
  • Bianca disse:

    Ótimo texto André , eu vivo o namoro cristão . Somos muito bem orientados pelos nossos pastores e por isso resistimos até hoje. Não , não é facil , porém quando Deus ve o desejo no coração de fazer a sua vontade , Ele nos ajuda e nos fortalece e assim vencemos o mal e o vil tentador.
    Graça e Paz seja com Todos .

    Responder
  • lady daiany disse:

    Achei mtoo interessante o texto, realmente nas nossas igrejas hj em dia não falam mto sobre o assunto eles preferem colocar regras e regras mas não demostram a forma de namorar sem que haja tais coisas,na minha opinião eles acham que casar resolve td por isso que hj em dia tantos e tantos crentes estão se separando,pois voce esta cv com algum rapaz eles ja fala q dia vai ser o casamento?… isso e ridiculo…. acho que o melhor namoro que se pode ter e com alguem que já e seu amigo, eu e meu namorado somos amigos desde infancia bom passamos um tempo longe e depois fomos estudar no msm colegio,e assim ficamos mais amigos ainda,mais eramos amigos de apenas cv,nunca tinhamos nos tocado com abraços bjo… ate que um dia surgiu um sentimento por um aperto de mão em uma oração que fomos fazer no colegio por um amigo, dai começamos a orar…. vejo mtoos casais de namorado hj “caindo” n que nos n podemos chegar a tal ponto,logico pode acontecer com qualquer um… mais eu vejo a falta de oração nos namoros de hj, glorifico mtoo a Deus pelo meo relacionamento, pois quando as coisas estão sendo feitas sobre a vontade de Deus,não há ansiedade,não a nervosia,não há aquele desejo de sexo tao grande como hj….. eu e meu namorado começamos a orar,depois de 3 meses que a gente foi dar o primeiro bjo.. e olha que sempre estávamos juntos a noite quando voltamos do colégio,tínhamos oportunidade p isso acontecer,mass n tínhamos este desejo,esperamos a hr certa… acho que p um namoro ser feliz n tem que haver regras,isso e mtoo falado e td mundo sabe o q pode e o q n pode, p mim isso n precisa ser falado a tanto nas igrejas,deve é pregar o verdadeiro evangelho pois queles que estão nele,e prezam a vontade de Deus vão deixar os seus desejos e esperar o tempo certo, afinal do que adiante se pregar tanto de namoro,e não ensinar a ser um cristão verdadeiro…
    que Deus continue te abençoando mto

    Responder
  • Silva disse:

    Por mais que tentemos controlar os desejos humanos, eles sempre irão existir e isso não é pecado, é algo natural. Namoro a corte deve ser a coisa mais chata desse mundo, é melhor nem namorar então. A gente tem que parar de ter essa visão limitada e quadrada sobre Deus. A fé não pode ser cega.

    Responder
  • thamara fogolari disse:

    Tenho pesquisado muito sobre esse assunto, pois minha familia n é cristã, n tenho muito entendimento sobre Deus e a biblia, estou indo na igreja a pouco tempo e queria seguir tudo certinho… Alguem pode me ajuda?

    Responder
  • Benjamim Afonso disse:

    Sou Angolano, da Igreja evangelica Batista de Angola, em varias ocasioes participei em debates sobre este tema. Gostei da opiniao da Lady Daiany. Em poucas palavras eu diria que, o mundo de hoje esta banhado de obstaculos qualquer erro caimos no pecado. Se ouver muita aproximidade dos namorados Cristaos podera haver atos que contradizem a biblia. Melhor e’ relacionamento entre Cristaos deve partir numa amizade, oracoes, as pessoas devem ser amigos e se conhecer muito bem sem haver contactos fisicos, nessa amizade verdadeira e sincera pode nascer sentimentos amorosos que posteriormente culminara em casamento.

    Responder
  • Tá disse:

    Então , eu estou gostando de um menino , ele mora um pouco longe de mim a gente já CE viu e etc na minha igreja aceita namoro cristão mas na dele só aceita a côrte .
    Eu já fiquei com ele . se beijamos nos abraçamos …..
    Não deishei qe esquentase MT o clima . e ele e MT focado em Deus e eu estou orando por ele .
    Eu não Sei CE ele está por mim mas …
    Eu quero me casar com ele .

    Responder
  • Raquel Almeida disse:

    Bom. tenho 23 anos e hoje namoro um rapaz um pouco mais velho tenho uma filha de 9 anos pois engravidei cedo hoje estou mudando completamente minha vida aceitei Deus e não quero ter um namoro onde sua base é no pecado. porém, venho de uma familia onde não temos essas “regras” no namoro não são cristão e deixam tudo á vontade porém eu quero fazer diferente quero um renovo verdeiro em mim,
    o que realmente pode e não pode no namoro cristão
    orar durante 3 meses é preciso como muitos orientam?

    Responder
    • Presbítero André Sanchez disse:

      Raquel, você deve pensar sempre em honrar a Deus em seu relacionamento. Se alguma coisa não honra a Deus e vai contra a palavra de Deus não deve estar jo namoro.

      Responder
  • MrAol disse:

    Minha ex namorada e eu estamos querendo retomar o relacionamento que acabou há mais de cinco anos.. na época tivemos certas carícias inapropriadas, mas nunca houve relação sexual. Somos cristãos, mas já erramos antes, quando penso em reatar me vem a “memória sexual” alguma das coisas erradas que fazíamos. E agora como consertar nesse relacionamento os erros do passado? Que tipo de namoro adotar? Penso que deveríamos (em eventual volta) orar, vigiar, mas Creio que seria muito difícil nao nos beijarmos por ja termos nos envolvido antes. O que fazer?

    Agradeço desde já sua atenção

    Att,

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.