Namoro Cristão (10) – É errado desejar a namorada?

Postado por em: #VocêPergunta, Namoro Cristão Quer receber os estudos bíblicos do Presbítero André gratuitamente em seu e-mail? Vagas limitadas, não deixe para amanhã, Cadastre-se grátis (em 30 segundos) clicando aqui

Você Pergunta: Estou namorando há cerca de dois anos. Eu e ela somos cristãos, nós tememos a Deus, mas tem horas que fico confuso, pois eu a desejo muito. Vou ser bem sincero, ela é bem bonita, tem um corpo que me agrada muito e isso me dá muito desejo. Tenho medo de estar pecando por desejar minha namorada antes de estarmos casados. O que a Bíblia pode me ensinar sobre isso?

Caro leitor, esse tipo de “peso na consciência” acontece na vida de muitos cristãos que estão namorando e sentem desejo pelos parceiros. Muitos vivem uma grande dor por causa disso, pois pensam ser pecado olhar para o parceiro e sentir-se atraído por ele. Por isso, é bom que façamos algumas considerações bíblicas para que o relacionamento seja saudável e abençoado.

Namoro Cristão (10) - É errado desejar a namorada?

O cristão pode desejar a namorada?

(1) Sentir desejo é algo natural ao ser humano. Somos atraídos por coisas que estimulam os nossos sentidos. No caso de um relacionamento amoroso, a atração pelo sexo oposto é inevitável. O fato de sentir atração não é pecado. É algo normal. O namorado procura sempre coisas que o atraem na namorada e vive versa. Quando Deus fez a mulher para o homem, ele disse: “E disse o homem: Esta, afinal, é osso dos meus ossos e carne da minha carne” (Gênesis 2:23). Não parecem ser palavras muito românticas, porém, o homem se sentiu atraído pela mulher, ele a desejou e depois pode consumar seu desejo através da relação sexual dentro do casamento. Isso é perfeitamente natural.

Veja também:
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui)
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui)
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui)
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui)
- Outros Materiais (Comece aqui)

(2) Porém, a atração pode levar ao pecado quando não sabemos lidar com ela de maneira saudável e ultrapassamos os limites do que é permitido por Deus na fase do relacionamento em que o casal está. Por exemplo: o rapaz pode admirar as curvas de sua namorada, achá-la bonita, desejá-la. Porém, se isso toma conta dele de uma forma descontrolada e o leva a tentar forçar a namorada a fazer sexo com ele, então, se torna pecado (falamos disso neste estudo: a Bíblia proíbe sexo antes do casamento?). Ou mesmo, às vezes, de tanto estimular e alimentar esse desejo pela namorada em sua mente, ele acaba recorrendo a pornografia para “aliviar” esse desejo. A admiração e o desejo devem ser moderados e controláveis. Não devem ser exagerados e incontroláveis.

(3) Quando Paulo orientou a respeito dessa questão de relacionamentos, foi enfático: “Caso, porém, não se dominem, que se casem; porque é melhor casar do que viver abrasado” (1Corintios 7:9). Certamente existe um nível de desejo em que o relacionamento pode chegar que, ou levará o casal a transar antes do casamento e pecar, ou então, o mais correto, irá leva-los a planejar seu casamento e saciar seus desejos dentro da vontade de Deus. O casal precisa conversar a esse respeito e ter seus limites e planos para o futuro bem claros. Hormônios não são convertidos, por isso, devem ser vistos com sabedoria. A razão deve ter as rédeas da situação.

(4) Assim, concluso aconselhando que se o desejo do casal cristão está tirando a sua paz, está atrapalhando o bom andamento do relacionamento, está levando ambos para longe da vontade de Deus, é hora de conversarem a esse respeito e estabelecer formas de alimentar menos esse desejo. É hora de fazer planos para o futuro, orarem juntos pela vida no momento e vida futura do casal, sabendo sempre que Deus preparou um momento para que todos esses desejos sejam saciados dentro da relação matrimonial. Isso pode ser uma energia positiva poderosa para que o casal se empenhe em trabalhar pelo seu futuro juntos, planejando a sua relação dentro da vontade de Deus.

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

Compartilhe a Bênção:


> Curso Livre Bacharel em Teologia - Sem mensalidades e 100% online (vagas abertas - clique)

Recomendado Pra Você

Tem 33 anos, ama escrever e estudar a Bíblia Sagrada. Escreve artigos aqui no Blog Esboçando Ideias há mais de 7 anos. É membro da Igreja Presbiteriana Bela Jerusalém, onde atua como presbítero, líder do louvor e professor da Escola Dominical. É o autor do Método Como Ler a Bíblia e Entendê-la Mais Facilmente e do Manual Bíblico das questões difíceis da Bíblia. O presbítero André Já escreveu mais de 1200 artigos neste blog. Contato: andre@esbocandoideias.com

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

5 comentários

  • jonatas disse:

    Muito bem! Concordo plenamente com a resposta, o sexo está reservado apenas para os casados. Conforme fundamentado na Palavra de Deus (I Cor. 7:9), essa resposta vale, inclusive, para os amasiados que querem participar da Ceia do Senhor sem primeiro se casar. Ou seja, não existe diferença alguma. Essa resposta é a correta para aqueles que não são casados, vivem amasiados ou em relação estável, e querem pressionar os seus pastores para aceitá-las na comunhão da Igreja participando da Santa Ceia do Senhor o que contraria as Escrituras Sagradas.

    Responder
  • jose francisco gomes disse:

    e se o casal ultrapassou os limites, ou seja teve relação sexual antes do casamento, a sua família não será abençoada?

    Responder
    • Presbítero André Sanchez disse:

      José, esse casal precisa se arrepender desse pecado como quando comete qualquer outro pecado e Deus perdoará

      Responder
  • Herrmany Faulkner disse:

    Muito bem explicado, ótimo para quem está namorando

    Responder
  • Justin João disse:

    Uma vez que a Bíblia nos diz que ter relações sexuais antes do Casamento é Pecado. Como fica as pessoas que vivem Maritalmente?

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.