O que é amar a Deus sobre todas as coisas? Veja o que a Bíblia ensina

Postado por em: #VocêPergunta Quer receber os estudos bíblicos do Presbítero André gratuitamente em seu e-mail? Vagas limitadas, não deixe para amanhã, Cadastre-se grátis (em 30 segundos) clicando aqui

Você pergunta: Ontem meditando no texto que está em Marcos 11:28-30, eu estava refletindo sobre amar a Deus sobre todas as coisas e fiquei pensando o que seria isso na prática. Como conseguimos amar a Deus dessa forma? Será que isso é possível para nós que somos pecadores? Pode nos ajudar a entender essa questão de forma prática?

Caro leitor, esse mandamento dado por Jesus realmente é muito fascinante. Ele é ao mesmo tempo simples, mas complexo em sua profundidade. Vou te ajudar a entender o que Jesus quis nos ensinar nesse texto. Vamos refletir juntos?

O que é amar a Deus sobre todas as coisas?

O que é amar a Deus sobre todas as coisas?

(1) É importante citar que “amar a Deus sobre todas as coisas” não é uma expressão que está de forma exata na Bíblia. Nós concluímos que esse é o desejo de Deus baseados em alguns textos bíblicos ditos por Jesus Cristo, os quais iremos analisar. São especialmente dois textos bíblicos que falam sobre essa realidade, Marcos 11:28-30 e Mateus 6:33.

(2) Em Marcos observamos que Jesus recebeu uma pergunta de um escriba: “Chegando um dos escribas (…) perguntou-lhe: Qual é o principal de todos os mandamentos?” (Marcos 12:28). A resposta de Jesus é uma citação do texto que está registrado no Antigo Testamento, em Deuteronômio 6:4-5: “Respondeu Jesus: O principal é: Ouve, ó Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor! Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força” (Marcos 12:29-30). Mas depois dessa citação nos fica a dúvida: o que é amar a Deus sobre todas as coisas de forma prática?

Amar a Deus sobre todas as coisas com o coração, alma, entendimento, força

(3) Para entender isso precisamos entender o que é de todo o coração, alma, entendimento, força. Vejamos:

Veja também:
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui)
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui)
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui)
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui)
- Outros Materiais (Comece aqui)

a) De todo o coração: O coração é geralmente usado na Bíblia para apontar para os nossos sentimentos e desejos. Aqui Deus está dizendo que todo o nosso coração deve estar convertido a Ele. Sentimentos e desejos devem andar na direção de Deus, de amá-Lo, de busca-Lo e não na direção do pecado e do mal. No pensamento do povo hebreu o coração representa também a totalidade no nosso ser em todas as suas dimensões e complexidades.

b) De toda a alma: A alma na Bíblia geralmente é utilizada para designar nossa identidade, nosso ser, quem somos. Com nossa forma de ser, nossa identidade única, devemos amar a Deus. Isso inclui as mudanças necessárias que devemos fazer à medida que vamos aprendendo de Deus. A Bíblia nos compara com o barro exatamente por isso. Nossa alma deve ser moldada por Deus e pelo desejo de andar nos caminhos Dele. Amar a Deus sobre todas as coisas inclui essas transformações em nossa alma.

Leia também: O que a bíblia ensina sobre corpo, alma e espírito?

c) De todo o entendimento: O entendimento está ligado ao que sabemos, à nossa sabedoria. Nossos conhecimentos devem sempre ser usados para glorificar a Deus, pois todo conhecimento vem Dele. Não devem usar as nossas capacidades para louvar a nós mesmos, mas para a grandeza do Pai.

d) De toda a força: A força é a energia de vida que Deus nos dá. Devemos usá-la em favor do reino de Deus, para fazer àquilo que O agrada. Nosso corpo e nossas atitudes devem estar voltadas ao Senhor e não ao pecado e aos caminhos que não conduzem a Deus.

Assim, a citação de Jesus deve ser interpretada de forma total, observando que Ele está apontando a necessidade de que o servo de Deus use de todas as dimensões de seu ser para promover o reino de Deus, para servir ao Senhor e andar em Seus caminhos. Seja no interior dos pensamentos, seja nas atitudes visíveis, devemos usar cada particularidade de nosso ser para amá-Lo. E nós o amamos de forma prática quando o obedecemos: “Vós sois meus amigos, se fazeis o que eu vos mando” (João 15:14)

(4) Um outro texto que nos ajuda a entender o que é amar a Deus sobre todas as coisas é este: “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33). Aqui Jesus estabelece que o reino de Deus deve ter prioridade em nossas vidas. Isso vai exigir de nós fé na provisão de Deus e também que a pessoa ame a Deus sobre todas as coisas, já que para priorizar é preciso decisão e avaliação conscientes sobre a melhor escolha a se fazer. Se o reino de Deus é escolhido é porque existe no coração, na alma, no entendimento e na força, amor para com Deus.

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

Compartilhe a Bênção:


> Curso Livre Bacharel em Teologia - Sem mensalidades e 100% online (vagas abertas - clique)

Recomendado Pra Você

Tem 33 anos, ama escrever e estudar a Bíblia Sagrada. Escreve artigos aqui no Blog Esboçando Ideias há mais de 7 anos. É membro da Igreja Presbiteriana Bela Jerusalém, onde atua como presbítero, líder do louvor e professor da Escola Dominical. É o autor do Método Como Ler a Bíblia e Entendê-la Mais Facilmente e do Manual Bíblico das questões difíceis da Bíblia. O presbítero André Já escreveu mais de 1200 artigos neste blog. Contato: andre@esbocandoideias.com

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

1 comentário

  • Claudia costa disse:

    Amem! Verdadeiramente não devemos deixar que o amor por Deus que existe dentro de cada um de nós se apague. Seria como apagar a própria vida abrindo passagem talvez só de ida rumo às trevas.
    As vezes me ponho a pensar! Falamos muito do Amor de Deus, mas vejo Nele um Deus dd batalhas. Levanta um reinado e destrói milhares. Se analisarmos fatos, fica mais difícil ainda de entender tantas contradicoes. Mas seja como for, é nesse Deus de Amor, justiça, compaixão, guerra e misericórdia que eu creio e confio.
    Jesus amor, entendimento e libertação. Esse é o caminho.

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.