O que significa unção, ungir e ungido?

Postado por em: O que significa isso?

Hoje está na moda nos meios religiosos o uso de palavras como unção, ungir, ungido. Apesar das pessoas estarem falando por aí a respeito dessa “unção”, creio que poucos sabem exatamente o que significam essas palavras. Nesse artigo espero mostrar de forma simples o que é cada uma delas.

O que significa unção, ungir e ungido?A unção é a consequência direta do ato de ungir. No Antigo Testamento era muito comum derramar azeite (um símbolo visível) sobre a cabeça de uma pessoa com o objetivo de consagrá-la, santificá-la para um serviço especial. Isso era ungir a pessoa. Consequentemente, se a pessoa fosse fiel a Deus, seria e permaneceria cheia da unção do Senhor, seria um ungido.

Profetas, reis e sacerdotes eram as pessoas mais comumente ungidas, pois tinham serviços especiais a realizar diante de Deus e da nação:

“A Jeú, filho de Ninsi, ungirás rei sobre Israel e também Eliseu, filho de Safate, de Abel-Meolá, ungirás profeta em teu lugar.” (1Rs 19.16)

“Tomou Samuel o chifre do azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e, daquele dia em diante, o Espírito do SENHOR se apossou de Davi. Então, Samuel se levantou e foi para Ramá.” (1Sm 16. 13)

“Também ungirás Arão e seus filhos e os consagrarás para que me oficiem como sacerdotes.” (Ex 30. 30)

Vemos também que no Antigo Testamento se ungiam objetos que teriam um uso sagrado. Era uma espécie de unção especial com um óleo especial que só era usado para esse fim. “E tomarás o óleo da unção, e ungirás o tabernáculo e tudo o que nele está, e o consagrarás com todos os seus pertences; e será santo.” (Ex 40. 9)

Algumas igrejas ainda mantém o costume de ungir pessoas e objetos, porém, creio que, após Jesus Cristo, a unção que devemos buscar é aquela que Deus nos dá através do seu Espírito. Os símbolos rituais não são mais necessários, pois Cristo é a unção única e definitiva. “Quanto a vós outros, a unção que dele recebestes permanece em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é falsa, permanecei nele, como também ela vos ensinou.” (1Jo 2. 27)

Algumas “unções” citadas na modernidade que, segundo alguns dizem, são manifestações do Espírito de Deus, tais como, unção do riso, unção do leão, unção da casa própria, unção de Abraão, unção do cair no Espírito, etc., são estranhas ao que a Bíblia chama de unção. São manifestações carnais e sem embasamento bíblico.

E para finalizar, quero deixar aqui o exemplo máximo de unção, Jesus: Jesus é chamado de Cristo no Novo Testamento. A palavra Cristo é um título e significa “ungido” na língua grega. Ele é chamado também de Messias, que é uma palavra hebraica que significa “ungido”.

Ser ungido hoje em dia, é estar com a vida consagrada a Jesus Cristo. Não há a necessidade de azeite ou óleos especias, mas da fé e da obediência. E mais: Todos têm a oportunidade de receber a unção de Deus em suas vidas, através de Jesus Cristo. Os rituais do Antigo Testamento não se fazem mais necessários, pois todos somos chamados à consagração especial ao serviço de Deus em Jesus Cristo: “Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (1Pe 2. 9)

   

Gostou desse artigo? Receba novas postagens em seu e-mail!

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

81 comentários

  • Cris Ferreira disse:

    André, gosto muito destes artigos onde você explica conceitos básicos do Cristianismo. São muito úteis para mim e para compartilhar com amigos, irmãos, etc.
    Um fato interessante sobre Jesus ser chamado de “o Ungido” (Messias e Cristo, como você disse) é que ele atua nos três serviços que exigiam unção no Velho Testamento: Rei, Profeta e Sacerdote.
    Ótimo artigo, parabéns!

    Responder
    • André Sanchez disse:

      É verdade, Cristo cumpre todos os principais ofícios do AT.

      Valeu por ler!!

      Responder
      • Wagner Nestor Jesu disse:

        Muito bom o seu, trabalho irmao Andre; Sou professor de escola dominical e ultimamente tenho passado dificuldade com o desentemdimento de alunos e ate lideres que nao gostam de uma teologia seria. Teu texto e exatamente o que eu procurava pois estava ja algum tempo estudando esse tema, tenho uma pagina no facebook chamada “Ideologia Crista” estou precisando de apoio e opinioes de irmaos que trabalham na area.

        Responder
        • André Sanchez disse:

          Wagner, o trabalho para obra de Deus é sempre desafiante. Para incentivar sua classe procure estudar sobre técnicas para melhorar a comunicação entre vocês. E sobretudo, ore muito por eles!

          Responder
      • marina disse:

        eu sei que você estudou a bíblia mas não diga que a unção do riso é da carne porque? eu já recebi e não estava na carne,só pode falar sobre a unção do riso quem já provou dela. eu sou presbitera no ministério ebenezer.sbc ferrazópolis eu te convido a um dia trazer um palavra em nosso ministério,será bem vindo

        Responder
        • Elizabeth Batista disse:

          obrigada pela explicaçao, vou procurar entender mais vezes as palavras biblicas xau Deus o abençoe sempre.

          Responder
        • george lima dos santos disse:

          Ola minha amada me mostre na biblia onde tem prrsbitera

          Responder
      • Fermiro santos disse:

        Unção é um termo com origem no latim “ungere” que significa “untar”. A unção é o efeito de untar com algum produto oleoso alguma parte do corpo. No sentido religioso a unção é praticada como parte de um ritual com o intuito de exercer influência espiritual, por vezes com a finalidade de abençoar ou mesmo curar.”E disto farás o azeite da santa unção, o perfume composto segundo a obra do perfumista: este será o azeite da santa unção”. Êxodo 30:25″E o azeite da unção, e o incenso aromático para o santuário; farão conforme a tudo que te tenho mandado”. Êxodo 31:11″E os ungirás como ungiste a seu pai, para que me administrem o sacerdócio, e a sua unção lhes será por sacerdócio perpétuo nas suas gerações”. Êxodo 40:15″Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento”. João 12:3″E disto farás o azeite da santa unção, o perfume composto segundo a obra do perfumista: este será o azeite da santa unção”. Êxodo 30:25″E o azeite da unção, e o incenso aromático para o santuário; farão conforme a tudo que te tenho mandado”. Êxodo 31:11″E os ungirás como ungiste a seu pai, para que me administrem o sacerdócio, e a sua unção lhes será por sacerdócio perpétuo nas suas gerações”. Êxodo 40:15″Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento”. João 12:3

        Responder
    • Wellington disse:

      Maravilha que existam pessoas que possam explicar temas importantes para o povo de Deus, como você meu amado. Porém dentro deste ínterim como explicar Tiago 05:14. que nos direciona a usar o óleo para ungir um doente, e então realizar a oração da fé? Penso apenas que não estamos acima da vontade de Deus, e esta revelada na sua palavra, pois muitas pessoas e locais que são “ungidos” nos dias de hoje, segundo a orientação do Espírito Santo, se tornaram ou aconteceu o que Deus tinha para essas situações, então prefiro não julgar. Dizemos não julgar, mas sempre depreciamos ao darmos exemplos. que Deus nos ajude.
      Em Cristo
      Wellington

      Responder
  • Theo disse:

    Muito bom este estudo, valeu muito essa explicação, para leigos então nem se fala!. Hoje há uma carência por estudos em muitas igrejas, muitas estão deixando essa essência de lado e encontramos bastante pessoas despreparada.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Valeu, Theo! Obrigado por acessar meu blog!

      Abs!

      Responder
  • Fabio Silveira de Faria disse:

    Pelo que já presenciei as UNÇÕES atuais estão divididas em 2 grupos distintos.
    1- A unção com óleo é algo que Deus revelou a necessidade de ser feito, revelação dada ao ministrante, profeta ou vidente. Este como “homem de Deus” conclama que todos naquele lugar irão participar da unção, e, então são ungidos pessoas, objetos, casas, ruas, encruzilhadas, entradas das cidades etc, conforme o entendimento do profeta.
    2- A unção espiritual é representada pela maneira como os ungidos devem se comportar. E, nesta unção funciona o famoso Vale Tudo que temos presenciado em nossas denominações.
    Conclusão: Ai daquele que tocar no ungido, seja por palavra, pensamento ou obra. O castigo pode ser uma advertência pública ou privada, uma suspensão, e, até a expulsão da igreja. Apesar da aplicação do castigo ser semelhante para os dois grupos, a motivação da prática do primeiro grupo é por
    desconhecimento da Bíblia, enquanto que os do segundo grupo geralmente assim procedem por conveniência própria. Enfim, como você comentou: “tudo acaba sendo meras manifestações carnais.”
    Meu comentário é basicamente um testemunho de algo contra o qual lutei e venho lutando durante alguns anos.
    Abraços.
    Fabio,cristaodebereia.blogspot.com

    Responder
    • edjair gomes disse:

      Fábio que Deus te abençoe e levante homens e mulheres que preguem a sã doutrina pois precisamos deixar de lado o evangelho deturpado desses “cambistas do inimigo” que vendem unção e coisas inacreditavelmente piores e preguemos o evangelho da urgência dos últimos e maus dias.
      grande abraço!

      Responder
    • Daniel Rodrigues disse:

      Ai daquele que tocar no ungido, seja por palavra, pensamento ou obra. -> quem fala da igreja ou pessoas não esta falando delas e sim de Deus, você esta errado!

      Responder
      • André Sanchez disse:

        Daniel, apresente, por favor, uma base bíblica coerente para não “tocarmos” em ungidos. Outra coisa: Quem são os ungidos no tempo da graça?

        Responder
        • Helton Cesar Lopes disse:

          Me desculpe entrar na conversa, mas no seu conhecimento, quem são os ungidos no tempo da graça?

          Responder
          • André Sanchez disse:

            Helton, são os crentes lavados no sangue do cordeiro:

            1Pe 2:9 Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;

          • Helton Cesar Lopes disse:

            Correto. Em 1João 5:18 diz assim “Sabemos que todo aquele que é nacido de DEUS não vive mais em pecado; antes, Aquele que nasceu de DEUS o guarda, e o Maligno não toca” E muito impotante saber quem são os ungidos, e da mesma maneira ter ciencia que quem quer tocar neles e o maligno e quem e de DEUS nem tem este desejo.

        • João A. Magalhaes disse:

          Uma pessoa que nasceu de novo é um ungido de Deus! Ninguém é inquestio
          nável; exceto Jesus e sua palavra.

          Responder
  • silvia disse:

    muito bom ter conhecido voce,Deus abençoe voce.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Silvia!!

      Eu é que agradeço por apreciar os artigos!

      Responder
  • silvia disse:

    PAZ DO SENHOR,EU ACHO QUE 1JOAO 2.27 NÃO TEM NADA VER COM UNÇAO.É SÓ A MINHA OPINIÃO.FICA COM DEUS.

    Responder
  • Vinicius Ferreira disse:

    Ótimo artigo. Realmente explica muita coisa. Parabéns que DEUS abençoe

    Responder
  • Ingrid Manhaes Azevedo disse:

    PARABÉNS, QUE DEUS ABENÇOE Á TODOS VOCÊS

    Responder
  • Antonio Chagas disse:

    Muito bom! Parabéns.

    Responder
  • DAVI disse:

    UNGIDO- SIGNIFICA CRISTO E CRISTO SO É UM ..
    NÃO EXISTE PASTOR UNGIDO, E SIM CONSAGRADOS.

    Responder
  • Hefrayn Costa Lopes (@hefrayn) disse:

    tem untexto que fala de unção com óleo: Tiago Cap 5 – 14 Se algum de vocês estiver doente, que chame os presbíteros da igreja, para que façam oração e ponham azeite na cabeça dessa pessoa em nome do Senhor.
    15 Essa oração, feita com fé, salvará a pessoa doente. O Senhor lhe dará saúde e perdoará os pecados que tiver cometido.

    Responder
  • MAXWELL disse:

    MAIS COMPLICOU DO QUE EXPLICOU.

    Responder
  • Paulo cezar de Souza disse:

    ótimo sabemos que somos chamado para a intimidade com o Senhor Jesus e tenho a certeza que teremos que estar dia a pós dias perante o Senhor que dele sai virtude e poder aleluiass obrigado queridos e que Deus o Abençõe;

    Responder
  • Almendro disse:

    Parabéns pela sua explicação André, limpa muita s heresias dentro da igreja e desfaz muitos elos das trevas dentro do corpo de Cristo. Em relação à passagem de Tiago 5:14,15; é verdade que diz para ungir com gordura (oleo ou azeite), e o Espirito Santo pode agir pela sua graça. Nota final:Os homens podem ungir outras pessoas, mas se O Espírito Santo de Deus as não ungir, esqueçam essa pessoa não é uma pessoa ungida pela qual O Espírito de Deus se manifesta por sinais e prodigios ou pela palavra Ungida ( João o Baptista, a voz que clamava no deserto).
    Um abraço e parabéns André
    José Almendro

    Responder
  • Paulo disse:

    Uma das mais repulsivas práticas ocultas dos bárbaros Gregos pagãos era o assassinato de crianças e jovens virgens em cerimônias secretas. O sangue
    desses “cordeiros” sacrificados eram recolhidos em grandes potes “sagrados” de
    argila. Este sangue posteriormente era esfregado sobre os corpos dos
    participantes desse ritual imundo. Aquele que recebia as marcas ensangüentadas
    desta “unção” em seu rosto e pele era chamado de “O UNGIDO”, ou seja,
    “CHRISTUS” em Grego, traduzido para Cristo em português. A maioria desses
    sacrifícios e oferendas votivas consistiam de tributos humanos que eram
    oferecidos a alguns “deuses” sedentos por sangue e que exigiam sacrifícios.
    Somente muito tempo depois é que esses assassinatos humanos foram lentamente
    sendo substituídos por óleos e unções aromáticos.

    Responder
  • Souza disse:

    Versículo para meditação dos irmãos
    MATEUS 5,17-19

    Responder
  • ELIANA GALVAO DE PAIVA disse:

    GOSTEI DO ESTUDO…QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO…VC É UM VITORIOSO
    IRMAO POR AMAR A PALAVRA…EU TBÉM AMO A PALAVRA DE DEUS….E ME SINTO
    VITORIOSA POR ISSO…PORQUE AMO A DEUS COM TODA FORÇA DA MINHA ALMA…A PAZ DO SENHOR.

    Responder
  • jocelei dos santos disse:

    parabens, irmão andre, que Deus te abençoe muito, muito ótima esta materia ,sou presbitero dirigente de congregação e quase náo se ve mais pessoas sérias no que diz respeito a palavra de Deus, continue assim amei seu trabalho, gosto de seriedade no trbalho do senhor jesus ,em todos os trbalhos, até porque sou obreiro voluntario faço tudo por amor.

    Responder
  • maria de fatima cassemiro disse:

    qual o significado na frase Há Uncão nesse altar. Agradeco se possivel a explicacao

    Responder
  • Claudio Henrique disse:

    A paz Andre, sua explicaçao é aceitavel, porem, nao corremos o risco de todos pensarem que sao pastores, sacerdotes sem a devida orientaçao e consagraçao a este serviço.
    Paulo, quando separou os diaconos, foram impostas as maos sobre eles!
    Voce nao acha que ha diferença entre ungido (separdos por Cristo) onde todos nos somos, e ungidos (para uma determinada tarefa) com imposiçao de maos, autorizado pelo Pastor da Igreja e sua liderança?
    A minha preocupaçao é que esse tipo de declaraçao sem a devida explicaçao sobre a submissao as autoridades que o Senhor estabeleceu, de margens a crentes que acham que nao precisam ser submissos a ninguem, e sim so a Jesus, quando Deus é quem da pastores a Igreja – Jeremias 3:15.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Cláudio, o texto tem caráter geral a respeito dessa questão. Mas vocÊ tem razão, os pormenores tem de ser bem avaliados.

      Responder
  • Regina disse:

    Amado, a paz! Não vim aqui questionar seu conhecimento e estudos, mas apenas alertar para que tenha cuidado antes de colocar um estudo que nada mais é do que a sua opinião. Estou fazendo uma pesquisa mais profunda sobre unção e o google me direcionou pra cá, e imagino que outras pessoas façam o mesmo.e seu ponto de vista pode confundir os leigos na Palavra.
    É muito sério você dizer que não há unção com óleo depois de Jesus, com isso você está desmentindo a Palavra de Deus. Leia: Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor;Tiago 5:14
    Além do mais uma das passagens que você usa 1Jo 2.27 deve ser entendida num contexto de todo capítulo e não só do versículo.No versículo citado João fala sobre não se deixar enganar pelos ensinos do mundo, pois o que deve prevalecer é a unção de Jesus, enfim….medite nisso e reflita antes de publicar o que pode gerar divisão no Reino. deus te abençoe

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Regina, a unção com óleo mencionada em Tiago 5.14 deve ser feita em que condições e por quem?

      Responder
      • Bárbara disse:

        Ela respondeu no comentário dela ao citar o versículo. Preste mais atenção, e cuidado ao publicar um texto com temas tão importantes que pode abençoar ou amaldiçoar pessoas, principalmente os leigos.

        Responder
        • André Sanchez disse:

          Bárbara, eu sempre tenho cuidado ao publicar textos. Afinal, já são quase 1000 escritos em 4 anos de trabalho.

          Responder
    • Ronildo disse:

      REFINA BOA NOITE.
      A UNÇÃO QUE FALA EM TIAGO NÃO SE REFERE A UM AMOLETO MAS UMA PRATICA DE UNGIR COM ÓLEO OS ENFERMOS COMO MEIO MEDICINAL DAQUELA ÉPOCA CHAME OS PRESBÍTEROS E UNJAM O ENFERMO OU SEJA CUDA DAS FERIDAS PASSANDO O AZEITE DE OLIVEIRA COMO DEPURATIVO E DEPOIS OREM .OK
      UM ABRAÇO

      Responder
  • ERINALDO GONÇALVES disse:

    Excelente estudo André! me serviu como subsídio. que Deus continue te abençoando! abraço!

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Que bênção, Erinaldo!

      Responder
  • Douglas Nascimento disse:

    Muito bom o texto. Concordo contigo sobre este tema, mas sabemos que existem ainda muitas denominações que utilizam de praticas descritas no antigo testamento. Até onde isto esta errado? Não sei, mas penso que é preciso respeitar as práticas de cada congregação.
    http://apenascriatura.blogspot.com.br/

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Desde que sejam bíblicas e estejam de acordo com a Palavra de Deus. Lembremos que as leis cerimoniais do Antigo Testamento, após Cristo, não vigoram mais.

      Responder
  • Ronildo disse:

    bom dia André. gostei muito do estudo, também sou professor da EBD e enfrento muito esse tipo de problema
    aqui. mas fique firme e seja valente pela verdade.
    um grande abraço.

    Responder
    • Jarme Franchim disse:

      Irmão André, a Paz do Ungido! Muito bom artigo me auxiliou bastante. Concordo com nosso irmão Ronildo, portanto avance, avance e avance na unção do Ungido!
      Abraços,

      Responder
  • Pr. LUIZ CARLOS disse:

    André Sanchez.
    o que você pode diz sobre as passagens (Mt 26:6 a 13; Mc 14: 1 a 11; Lc 7: 36 a 50; Jo 12:1 a 11) segundo uma pregadora usar o óleo de Nardo é predizer a morte da pessoa.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Pura invencionice. Esse argumento não base na Bíblia

      Responder
  • Osvaldo Dias de Almeida disse:

    Nada neste mundo substitui a Fe, que o maior Unguento!Hebreus 11 nos mostra o que é capaz os homens de fé. Jesus pergunta sera que vai existir fé no mundo? ·LUCAS (cap. 18)·
    8 Digo-vos que depressa lhes fará justiça. Contudo quando vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?
    Ungido é aqueles dispostos a sair de si mesmo, ir ate os necessitados, inclusive de conhecimento buscar entender o que Mateus quer nos dizer no Capitulo 25,31-46 – ·OSÉIAS (cap. 4)·
    6 O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.

    Responder
  • JORGE PACHECO disse:

    A UNICA UNCAO COM OLEOS E REFERIDA POR TIAGO E SO SE REFERE AOS DOENTES, ERA PRATICA DO VELHO TESTAMENTO HOJE A VERDADEIRA UNCAO E DO ESPIRITO SANTO. JESUS NAO FOI UNGIDO POR OLEO MAS COM O ESPIRITO.

    Responder
    • Hailtton de Carvalho Bastos disse:

      No caso da epístola de Thiago, entendo que, a doença poderia ser causada por pecado (1Co 11.30) pois a oração da fé salvaria o enfermo, O Senhor o levantaria e, se(…) Confessai, pois (…) para serdes CURADOS… Assim sendo, o óleo seria para restauração.

      Responder
  • Ivany Santos disse:

    Irmao Andre fico muito grata por dispor com saberia essa questao.muito me auxiliou.Deus abencoe.Ivany

    Responder
  • Carlos disse:

    Parabens pelo ensinamento , a minha duvida é nos dias atuas nas igreja quem pode e quem não pode ungir os fiel de sua casa . obrigado aguardo .

    Responder
  • Joel Lima disse:

    Amados em Cristo Jesus, me chamo Joel sou católico, e na busca por mais informações sobre unção também vim para aqui, li o artigo juntamente com todos os comentários e na minha pequenez vos digo fico contente por ter entendido que há mais busca pelo conhecimento da palavra onde o André é uma benção na partilha, que discussões sobre as denominações.
    Que o bom Deus que nos encaminha sempre para o verdadeiro amor encontre nossos corações de portas abertas para acolhe-lo em verdade.

    Deus nos abençoe

    Paz e Bem

    Responder
  • Enéias Rabelo dos Santos disse:

    A PAZ DE NOSSO SENHOR JESUS SEJA COM TODOS, QUERIDOS FIQUEI MUITO FELIZ EM VER A BUSCA PELO APROFUNDAMENTOS DA PALAVRA. A UNICA COISA QUE ME DEIXOU UM POUCO PREOCUPADO É A NECESSIDADE DE DEFENDER UM OU OUTRO PONTO DE VISTA, EU EM PARTICULAR ME ATENTO PARA AQUILO QUE O ESPIRITO SANTO ME DIRECIONA, PROCURO QUESTIONAR MEUS PRÓPRIOS CONHECIMENTOS E ME ABRIR PARA RECEBER A VERDADE POR INTERMÉDIO DA PALAVRA. O QUE VEJO EM ALGUNS DEBATES SÃO PONTOS DE VISTAS MUITO BEM FUNDAMENTADOS. E NÃO ME COLOCO NA POSIÇÃO DE DEFENDER NEM UM NEM OUTRO PORQUE RECONHEÇO QUE SOMOS TODOS PARTICIPANTES DE UM MESMO CORPO, E NOSSA SALVAÇÃO É MEDIANTE A FÉ EM NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, O QUAL NOS TIROU DO DOMÍNIO DAS TREVAS E NOS TRANSPORTOU PARA O REINO DE SUA LUZ. ELE RENOVOU TODAS AS COISAS EM SI MESMO , TANTO NO CÉU COMO NA TERRA. E DIANTE DE TAL AFIRMATIVA, SE SOMOS LAVADOS PELO SANGUE DO CORDEIRO DEIXO UM PERGUNTA A TODOS OS PARTICIPANTES DO DEBATE ACIMA.

    SE DENTRO DA CASA DE CADA UM APESAR DE TEREM TIDO O MESMO ENSINAMENTO VOCÊS NÃO PENSAM IGUAL A SEUS IRMÃOS E IRMAS. TENHO TODA A CERTEZA QUE CADA UM É ÚNICO E TEM UM MODO DE VER AS COISAS GENUÍNO. ENTÃO LA VAI A PERGUNTA, SE DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS, CONTANTO QUE TODOS O BUSQUEM DE TODO SEU CORAÇÃO E SE APLIQUEM A CONHECE-LO MAIS INTIMAMENTE,ACHAM MESMO QUE JESUS VAI FAZER ACEPÇÃO DE CADA UM DE VOCÊS UNICAMENTE PELO MODO COMO CADA UM VÊ A MESMA PALAVRA ? OU ESTÃO TODOS EMBAIXO DA MESMA GRAÇA LAVADOS E REMIDOS PELO SANGUE DO CORDEIRO ?
    A NÍVEL DE CONHECIMENTO É MUITO BOM TAL BUSCA, MAS LEMBREM. SOMOS UNIDADE EM CRISTO. UNIDADE É JUNÇÃO, UM SÓ. E NÃO DISSENSÃO

    A PAZ DO SENHOR SEJA COM TODOS.

    Responder
  • Joel Lima disse:

    A paz esteja contigo!!!

    Responder
  • Gilson Camargo disse:

    O que Tiago queria dizer no novo testamento, se alguém está doente chame os Presbíteros da igreja e unjam com azeite o doente, e ele será curado…

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Para orar pelo doente e usar de recursos medicinais disponíveis (óleo)

      Responder
  • bruna lutz disse:

    qualquer pessoa pode ser ungido sendo crente ou nao

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Bruna, se a pessoa não é crente ela não crê, então para que ser ungida?

      Responder
  • bruna lutz disse:

    tem alguma base biblica que so pessoas infermas ou cristas podem ser ungidos com oleo

    Responder
  • DANIELLE disse:

    eu acho que a palavra de Deus é para a edificaçao da igreja e nao para ficar entrando em discussão quem acha que tem que ser ou nao quem sabe ou quem nao sabe porque o diabo conhece a biblia de traz pra frente e Deus manda vivermos em união [SÓ O QUE ACHO]
    FICA COM DEUS

    Responder
  • marli poletti disse:

    André, algumas pessoas hoje em dia, ungem carros de pessoas não cristãs. Isso é correto ? Tem base bíblica?

    Deus te abençoe.

    Marli

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Marli, isso não tem base bíblica na nova aliança. No Antigo Testamento alguns objetos eram ungidos como, por exemplo, os do tabernáculo. Mas no Novo Testamento não existe nenhum menção disso.

      Responder
  • francisco candido disse:

    Toda a palavra têm muito valor,e certo que muitos são chamados para o ministério da santa Igreja de Cristo, o óleo da unção é sim necessário mesmo que simbologicamente,a sim não é o batismo,temos que nos preocupar em ganhar almas,para naquele grande dia dar contas ao Senhor,vamos refletir nisso queridos têm muita gente ai querendo ser o bam bam bam. mas respeito a opinião de cada um.

    Responder
  • Emerson disse:

    Gostaria de pedir a alguns que lembrem o que Jesus disse e amais uns aos outros porque a igreja do senhor esta discutindo essas coisas
    Lembre se que todos vcs fazem parte desta igreja ou noiva do senhor
    Jesus disse nao vim anular as leis
    Amigo temos que diferenciar Religiao de espiritualidade
    Acho que devemos seguir a santa escritura q diz q devemos ungir com oleo sim
    Que Deus os abençoe a todos sem distinçao de placa de igreja e sim sabendo que fazemos parte da noiva de Cristo e que ele vai vim buscar a todos
    AMAI UNS AOS OUTROS COMO EU VOZ AMEI

    Responder
  • JOSÉ MARIANO disse:

    Quando somos chamados pelo Decreto de Deus e aceitamos a Jesus, então somos imeros no Corpo de Cristo pelo Esp[irito Santo, e passamos a fazer parte desse Corpo. Jesus, que e o Cristo (Ungido), e que e o Cabeca da Igreja, portanto, o Cabeca do Corpo, faz passar para os membros de seu Corpo, ou seja, da Sua Igreja, a uncao que est[a sobre Ele. Logo, todos os membros do Corpo de Cristo passam a viver dentro desta uncao, pois, Quem esta em Cristo e nova criatura.
    JOSE MARIANO FERREIRA FILHO

    Responder
  • euziane disse:

    Tiago 5
    13Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. Há alguém encorajado entre vós? Cante louvores. 14Algum de vós está doente? Chame os presbíteros da igreja, a fim de que estes orem sobre a pessoa enferma, ungindo-a com óleo em o Nome do Senhor; 15e a oração, feita com fé, curará o doente, e o Senhor o levantará. E se houver cometido pecados, será perdoado. …

    Responder
  • Marta Andrade disse:

    eu estava lendo aqui os comentario de todos vcs, amei esse assunto, pq tem gente que nao entende isso. obrigado por tirar minhas duvidas

    Responder
  • Jose Claudio disse:

    “Os símbolos rituais não são mais necessários, pois Cristo é a unção única e definitiva”
    -André Sanchez-

    Agora eu pergunto: A Santa Ceia e o Batismo em água, não são mais válidos?
    pois se encontra na categoria: símbolos rituais…

    Responder
    • André Sanchez disse:

      José, o que está em pauta neste artigo são os símbolos rituais do Antigo Testamento. Esse é o contexto tratado no artigo. A Lei cerimonia após Cristo foi abolida, correto? Não fazemos mais sacrifícios, não seguimos leis de purificação, alimentares, etc.

      Responder
  • Renata Rodrigues disse:

    Olá André, eu também gostaria de saber sua nobre opinião sobre o que a Bíblia diz em Tiago 5 sobre unção.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Renata, opinião sobre o que especificamente?

      Responder
  • luzia disse:

    Amei esse estudo as vezes temos certas duvidas sobre determinados assuntos ba Biblia e é muito bom quando essas duvidas sao tiradas. Desejo si que aqueles que tenham duvidas sobre esse asuntos sejam verdadeiramente compreendidos e satisfeitos Deus lhe abençoi . Muito bom mesmo

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.