Meu marido não quer que eu vá à igreja. O que devo fazer?

Postado por Presbítero André Sanchez, em #VocêPergunta | Imprimir Imprimir
Antes de você ler o estudo, responda a uma pergunta rápida: Você quer estudar a Bíblia com o presbítero André Sanchez de Gênesis a Apocalipse, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas, de seu computador, tablet ou celular? Clique aqui e saiba como

Você Pergunta: Faz 20 anos que sou casada e há mais ou menos um ano me converti ao Senhor Jesus Cristo. Tenho enfrentado grandes problemas com meu marido, pois ele não gosta que eu vá à igreja. Isso tem causado muitas brigas entre nós. Eu tenho muito desejo de servir a Deus, de participar da obra, mas tenho sido impedida por causa das desconfianças dele. O que eu devo fazer? Devo divorciar dele?

Cara leitora, essa situação é muito comum. Geralmente quando a mulher ou o homem se convertem, algumas coisas mudam na rotina do relacionamento, o que deixa a parte não convertida bastante irritada com as mudanças. Mas é possível, com sabedoria e orientações da Palavra de Deus, vencer esse cenário ruim e transformá-lo em um cenário positivo. Quero dar alguns conselhos que julgo importantes para que você tenha vitória nessa situação:

Meu marido não quer que eu vá à igreja. O que devo fazer?

Ele não quer que eu vá à igreja, o que devo fazer?

(1) Tente entender a outra pessoa

Quando nos convertemos começamos a ver um mundo novo, o mundo da apaixonante graça de Deus, e desejamos que tudo e todos à nossa volta também vejam como nós estamos vendo. Mas não é assim que ocorre na prática. As pessoas à nossa volta estão muitas vezes longe de Deus e não conseguem enxergar como nós enxergamos. Por isso, é preciso compreender seu marido, entender o que ele está enxergando. Na cabeça dele ele está te perdendo para Deus, para a igreja, para suas novas práticas. Por isso, é importante compreender que a mudança de visão dele sobre sua nova vida levará algum tempo. E até que isso ocorra, certamente ele te trará muitas dores de cabeça com as reclamações dele. Mas compreendendo isso, certamente você saberá lidar melhor com essas contrariedades.

(2) Faça acordos

O diálogo é muito importante dentro do casamento. Quando um dos cônjuges se converte, muitas vezes começa a sair muito de casa, quer se reunir com outros crentes, ir à igreja com mais frequência. Isso é algo normal, porém, às vezes, sair demais e doar-se muito a outras pessoas gera no cônjuge não crente uma desconfiança, um ciúme, um afastamento, uma mudança de rotina que ele não quer. Por isso, é importante que você dialogue com seu marido e faça acordos com ele. Que tal combinar com ele que você irá sair uma ou duas vezes na semana para participar da obra de Deus e nos outros dias você dará uma atenção maior a ele? Aquilo que é conversado e acordado geralmente não te dará grandes problemas.

(3) Evite o exagero

Servir a Deus é algo maravilhoso. Isso inunda o nosso ser. Porém, algumas vezes exageramos na quantidade de atividades que aceitamos participar, e isso acaba causando algum desequilíbrio, fazendo com que deixemos a nossa família e outras prioridades em segundo plano. Isso geralmente causa muitas brigas em casa. Por isso, meu conselho é que você evite sair demais de casa para ir à igreja. Algumas pessoas querem ir à igreja todos os dias da semana. Isso tem um grande potencial para te trazer problemas em casa. Seja moderada. Se seu marido perceber que você está deixando a vida de vocês em segundo plano ele vai reagir negativamente. Dê atenção a Deus e a igreja, mas não troque as prioridades de lugar. A igreja vem depois da família nas prioridades.

(4) Trabalhe ainda mais no campo da oração nesse momento

Orar pela sua família e pelo seu marido é o seu grande campo de atuação cristã nesse momento. Eu sei que o grande desejo do coração de quem tem um marido ou esposa descrente é que ele ou ela se converta o mais rápido possível. Porém, cada pessoa tem o seu tempo. Tenha paciência, entregue seu coração à oração e confie no Senhor, mesmo que as lutas estejam grandes.

Leia também: 5 dicas para quem está desanimado e sem vontade de orar

(5) Mostre Deus através de atitudes

Muitas vezes quando um dos cônjuges se converte e o outro não aceita muito isso, o que mais vemos são brigas de palavras e afastamento. Deveria ser diferente. Como você agora conhece a Deus, viva a palavra de Deus em seu lar. Isso significa que você deve abençoá-lo, deve pagar o mal com o bem. Deve aprender a irar-se, mas não pecar. A atitude de um discípulo de Cristo impacta qualquer coração, pois tem Deus ali sendo manifestado através de ações. Por isso, controle o desejo de tomar atitudes ruins e impensadas e mostre Deus através das atitudes.

Leia também: 10 dicas infalíveis para resolver conflitos familiares

(6) Aprenda a responder as críticas com sabedoria

Se houver algum desentendimento (certamente vai haver), procure o caminho da paz e da sabedoria. Imagine, por exemplo, que você diz ao seu marido que domingo vai à igreja. Ele, então, começa a reclamar, começa a falar um monte de besteiras para você. Geralmente você iria começar a brigar com ele, a dizer que Deus é mais importante, que vai e ponto final. Esse tipo de confronto só vai trazer mais afastamento. Ao invés disso, que tal você procurar a paz e responder com sabedoria? Diga o seguinte: “amor, tudo bem, nesse domingo eu não vou, vou ficar com você, mas vamos comigo na igreja no domingo que vem? Gostaria muito de ouvir uma pregação da Bíblia que vai ter. O que você acha?” Certamente essa nova postura vai pegar ele desprevenido e, aos poucos, ele vai perceber que você não quer guerra, que você também valoriza as opiniões dele e quer o melhor para ele e a família.

Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?

Aprender mais da Bíblia é uma dessas coisas que não acontecem da noite para o dia, não é verdade? Eu mesmo estou nessa jornada há quase 20 anos e não penso que ela vai acabar tão cedo. E você, sente que tem aprendido bastante das coisas de Deus? Ou seu aprendizado poderia estar melhor? E se você pudesse acelerar um pouco mais o seu aprendizado sobre temas bíblicos difíceis e polêmicos, cortando caminho ajudado por quem já esteve lá, já estudou, já pesquisou e agrupou tudo isso para te ajudar? Clique aqui e pegue seu Manual Bíblico agora!

COMPARTILHE ESTE ESTUDO:

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

*

Materiais para seu crescimento

Formação de Professores Para o Ministério InfantilFormação de Professores Para o Ministério InfantilO curso é direcionado para “Formação” do professor evangelista de criança, cada módulo apresenta de modo geral uma diretriz básica na formação do educador Saiba mais
Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (de Gênesis a Apocalipse)Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (de Gênesis a Apocalipse)Aprenda a entender a Bíblia de Gênesis a Apocalipse, no conforto de seu lar, em seu computador, tablet ou celular e com um professor à sua disposição Saiba mais
Kit – Curso Pregador Completo! Aprenda como preparar sermõesKit – Curso Pregador Completo! Aprenda como preparar sermõesConheça as ferramentas e técnicas para preparar sermões e se tornar um exímio pregador da palavra de Deus. Curso completo mais ferramentas Saiba mais
Curso de Memorização da Bíblia – Memo Bible 3000Curso de Memorização da Bíblia – Memo Bible 3000Você já tentou lembrar de um versículo ou fatos da Bíblia e não conseguiu? Este método vai te ajudar a memorizar tudo da Bíblia e com simplicidade! Saiba mais
Curso Livre Bacharel em TeologiaCurso Livre Bacharel em TeologiaVocê não tem muitos recursos financeiros e nem pode fazer um curso de teologia presencial? Conheça este curso! O melhor e mais acessível da atualidade Saiba mais
Clique aqui e veja mais materiais para seu crescimento cristão