Como saber se estou passando por uma provação de Deus ou um ataque do Diabo?

Postado por em: #VocêPergunta Você quer estudar a Bíblia com o presbítero André Sanchez de Gênesis a Apocalipse, aí no conforto do seu lar, de seu computador, tablet ou celular? Clique aqui e saiba como

Você Pergunta: Estou passando por uma situação um pouco difícil em minha vida e fico refletindo todos os dias se isso que estou passando é uma provação que Deus está me dando ou é um ataque do Diabo para me derrubar. Como saber diferenciar esse tipo de situação? Como sabemos que estamos passando por uma provação ou um ataque do diabo?

Caro leitor, a primeira coisa que tenho a te dizer é que não se desespere diante dessa dúvida. Nem sempre é tão fácil sabermos exatamente se aquilo que estamos vivendo é uma provação ou uma tentação. No entanto, a Bíblia nos dá algumas orientações bem interessantes que podem nos ajudar a avaliar a situação e ter esse entendimento de forma mais clara em nossa mente.

Como saber se estou passando por uma provação de Deus ou um ataque do Diabo?

Tentação ou provação?

(1) A primeira coisa bastante clara na Bíblia é sobre a relação entre a tentação e Deus. Observe o que se diz: “Ninguém, ao ser tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo a ninguém tenta” (Tiago 1:13). Esse texto nos leva ao entendimento claro de que Deus não é o autor da tentação quando esta ocorre em nossas vidas. A tentação sempre vai ocorrer com permissão de Deus, pois Ele é O Soberano, mas nunca pela ação direta Dele.

Veja também:
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui)
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui)
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui)
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui)
- Outros Materiais (Comece aqui)

(2) Mas por que Deus não tenta as pessoas? Quando analisamos a tentação percebemos que ela acontece sempre visando trazer a pessoa a uma vida de erro e pecado, a uma vida de distância de Deus. Daí Deus não usar a tentação, pois ela é destrutiva. Quem trabalha com a tentação é o Diabo, é o mundo, é a nossa carne. Eles nos tentam sempre com o objetivo claro de nos fazer cair diante de práticas que não agradam a Deus. É óbvio que nada acontece sem o consentimento de Deus, mas Deus não é o autor da tentação em nossas vidas. Inclusive, a Bíblia ensina que Deus nos ajuda quando somos tentados e não permite aos tentadores que ultrapassem as nossas forças para resistir (1 Coríntios 10:13).

(3) O ato que Deus realiza em nossa vida é a provação. É por isso que a provação é vista de forma positiva na Bíblia: “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações…” (Tiago 1:2). A provação é encarada assim porque é vista como algo construtivo, que atua em nosso crescimento como pessoas e servos de Deus.

(4) Assim, para analisar se uma situação de nossa vida é uma provação ou uma tentação, precisamos refletir nesses pontos e avaliar se aquilo que estamos passando está ligado ao pecado e ao distanciamento de Deus ou se é algo ligado ao crescimento em alguma área de nossa vida. Por exemplo, algumas pessoas passam por situações de estresse e pressões no trabalho. Esse tipo de situação pode ser uma tentação ou uma provação. Se as pressões estão vindo de forma normal e estão te forçando a exercer mais a paciência e a fé, são provações. Mas se são pressões que estão vindo, por exemplo, por causa de estar fazendo desvios no caixa da empresa, ou saindo com aquela colega de trabalho que é casada, então, estamos diante de uma tentação.

(5) Às vezes não é fácil saber exatamente o que estamos vivendo, se provação ou tentação. Nesses casos, o melhor a fazer é intensificar a vida com Deus e buscar a cada dia colocar o coração na presença de Deus pedindo auxilio. Um caso como esse aconteceu com Jó. Ele não sabia ao certo os objetivos de todo o sofrimento que passava, pois era um homem integro e mesmo assim estava passando por situações terríveis. Em alguns momentos, certamente, ele se questionou se o que passava era provação ou tentação ou se os dois juntos. Mas se manteve firmado no Senhor e, no final, teve uma compreensão melhor das coisas que sofreu: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem” (Jó 42:5). Nesse ponto podemos ver que houve provação na vida de Jó, pois ele compreendeu o crescimento que Deus lhe deu. Porém, ele também foi tentado. Veja o que a esposa dele disse a ele: “Então, sua mulher lhe disse: Ainda conservas a tua integridade? Amaldiçoa a Deus e morre” (Jó 2:9). Essa era, certamente, a voz destrutiva do tentador querendo afastar Jó da presença de Deus.

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

Compartilhe a Bênção:


> Curso Livre Bacharel em Teologia - Sem mensalidades e 100% online (vagas abertas - clique)

Recomendado Pra Você

Tem 33 anos, ama escrever e estudar a Bíblia Sagrada. Escreve artigos aqui no Blog Esboçando Ideias há mais de 7 anos. É membro da Igreja Presbiteriana Bela Jerusalém, onde atua como presbítero, líder do louvor e professor da Escola Dominical. É o autor do Método Como Ler a Bíblia e Entendê-la Mais Facilmente e do Manual Bíblico das questões difíceis da Bíblia. O presbítero André Já escreveu mais de 1200 artigos neste blog. Contato: andre@esbocandoideias.com

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

29 comentários

  • Marili disse:

    Muito bom,gostei e aprendi.

    Responder
    • María Santana disse:

      Importantíssimo, esse estudo de hoje aprendi muito!
      Meu querido, adquerirei seu material depois…por enquanto não estou trabalhando, mas vou trabalhar,em nome de Jesus!

      Responder
    • Gabriel disse:

      Estou comessando a entender apartir destes estudos.

      Amen

      Responder
  • Rejane disse:

    Quando nos dispomos a ler sobre o que DEUS tem revelado aos grandes homens e mulheres desse reino, somos agraciados com conhecimentos que nunca antes foram revelados, pois nossa visão muitas vezes limitada não nos deixa enxergar o melhor de DEus em nossas vidas. QUe o Senhor continue usando grandemente esse espaço para transformar vidas. Amém!

    Responder
  • Maria Eloneide disse:

    Estou m sentindo assim a alguns dias

    Responder
  • Pr. Elizaldo disse:

    Muito bom! E a questão mais importante não é saber se é tentação ou provação e sim como sair dela.

    Responder
  • sebastiao batista da silva disse:

    Linda Lição De Vida Pra Quém Lér Edifica Mesmo Amém

    Responder
  • Jaquelane disse:

    Amo todos os estudos mas gostaria de fazer uma pergunta. Jesus guando transformou a água em vinho tinha álcool Jesus bebeu vinho com álcool?

    Responder
    • Presbítero André Sanchez disse:

      Jaquelane, sim, tinha álcool. Na Bíblia não diz se ele bebeu desse vinho, mas a possibilidade é grande

      Responder
  • silvio disse:

    muito bom meu querido irmão Andre a sua explicação sobre este tema alias vc estar sendo usado grandemente por Deus por nós abençoar dando esclarecimento da palavra para as nossa vidas
    André comente sobre os verdadeiros adoradores que Deus procura baseado em João 4

    Responder
  • maria celeste disse:

    obrigado pela palavrão irmão aprendi muito sobre o que é provação e tentação ontem mesmo estava vindo vários pensamentos ruins sobre pessoas meu nome é Paulo Henrique souj o filho da dona desse imail peço a vos que ore por minha mãe e por mim que sempre quando Deus toca no meu coração eu vejo suas mensagens agente nunca sabe de tudo estamos sempre aprendendo aquela pessoa que diz saber de tudo é por que não sabe de nada eu mesmo não sei de tudo estou aqui só aprendendo por favor peço umildemente que ore por Maria Celeste e Paulo Henrique.

    Responder
    • Rosalia N. Silva disse:

      Paulo Henrique vou orar pela sua mãe Maria Celeste, para que Deus que conhece o nosso coração entre com providências em todas as áreas da vida dela. È verdade, não sabemos nada, nós vivemos aprendendo o tempo todo.

      Responder
  • ROSANGELA PRADO FELIPE LOURENCO disse:

    Pastor que Deus abençoe e continue te usando pra nos abençoar

    Responder
  • Sandra Regina Durans de Menezes disse:

    Muito bom esse estudo e contribuiu mais para meu crescimento e conhecimento.Estou gostando muito de participar de “Esboçando Ideias”.Tenho um compromisso agora de entrar todos os dias para ver os estudos bíblicos em meu email e aprender.Obrigado Presbítero André Sanches por esta oportunidade,vou aproveitar o máximo pode ficar certo disso
    ,fica na paz do Senhor Jesus.

    Responder
  • Jeter Guimarães Pinto disse:

    Parece-me que a dúvida está sobre a diferença entre a PROVAÇÃO e o CASTIGO. Ou seja DEUS está me provando ou estou sendo castigado por causa do meu pecado?
    No caso de Jó era provação, pra que se visse até onde ia a fé de Jó.
    Sempre que passo por problemas procuro repassar minha vida para verificar onde estou errando e por isso sendo castigado. O grande problema é que por ser um pecador contumaz, sempre acho que estou sendo castigado. Acredito que não tem nada a ver com tentação.

    Responder
    • Carlos disse:

      Paz, irmão Jeter. A pergunta é sobre PROVAÇÃO e TENTAÇÃO e o Presbítero esclareceu muito a questão.
      Sobre CASTIGO, todo os nossos pecados já foram castigados em Jesus. Porém Deus nos disciplina, por que nos ama. Ele nos dirige em nossas vidas e nos corrige de forma a sermos edificados Nele. Ele nos educa de forma a sermos santos.
      Cuidado com esse tipo de pensamento (pecado e CASTIGO), pode trazer um peso enorme sobre sua cabeça, uma paranoia de Deus sempre estar te castigando. Ele disciplina e educa, por que é nosso Pai. (recomendo a leitura de Hebreus 12).

      Muitas vezes o que acontece na nossa vida é a consequência natural de um erro, aí já é plantio e colheita, assim como acontece quando acertamos (ou plantamos boas sementes) colhemos bons frutos.

      Forte abraço!

      Responder
  • Samuel santos disse:

    Sem duvida a parte mais dificil para ser entendida é quando estamos em total provação em pleno deserto, nao tem escolha a nao ser se aproximar mais de Deus.

    Responder
  • Davi Mendes disse:

    Tenho dificuldades para vencer o pecado da masturbação algum conselho ?

    Responder
  • Alda disse:

    Excelente explicação. Deus o abençoe

    Responder
  • Raimunda Oliveira Lima disse:

    Gostei muito desta informação, pois é importante saber diferenciar Tentação de Provação. Nem sempre sabemos quando estamos sendo tentados ou sendo provados. Obrigado Presbítero André.

    Responder
  • Ilsivan Alencar Correia disse:

    Sou grato a Deus em primeiro lugar, logo em seguida a todos os desenvolvedores deste estudo principalmente ao Presbítero André Sanchez.

    Responder
  • ADRIANO VILELA disse:

    Otimo estudo bem esclarecedor

    Responder
  • Rosalia N. Silva disse:

    Estudo muito bom, esclarecedor. Tirei minhas dúvidas. obrigado Presbítero André.

    Responder
  • Mairon disse:

    Amém muito bom ter o sr. para esclarecer duvidas, que Deus continue te abençoando.

    Responder
  • Rita disse:

    Muito bom o estudo porém achei um pouco superficial esperava aprofundar mas nos textos Bíblico.ficou focada apenas em Jo. Mas foi muito bom tirei proveito.obrigado

    Responder
  • Aquino. disse:

    Faço algumas considerações sobre assunto.
    Há de fato situações que podem nos causar dúvidas quanto à distinção a ser feita entre tentação e provação.
    Inicialmente devemos ter em mente que a tentação é proveniente do Diabo, enquanto a provação é providência de Deus. Ambas tem efeitos efetivos sobe a nossa vida. No entanto consideremos que enquanto a tentação buscar extrair o pior que há em nós, a provação tem por objetivo extrair de nós o melhor que temos abrigados em nosso ser. Assim o tentador tem o maior interesse em investir em nossas falhas, defeitos e atitudes de natureza negativas, em contra partida, o Nosso Provador, é o maior interessado em investir em nossas qualidades e atributos de natureza positiva. Mas ambas podem nos causar dor e sofrimento, embora por razões diferentes. Aqui quero deter-me nos aspectos da provação.
    Deus corrige aquele a quem Ele ama (o pai que ama corrige), por meios diversos, e isso pode incluir castigos, privações, sofrimentos e dores. Para tanto, O Senhor pode usar diversos métodos. As ações de Deus, nesse sentido, têm por objetivo a purificação, a extração e a revelação do que há de melhor latente em nós. (O ouro é purificado pela ação do fogo abrasador. O diamante passa pela ação do esmeril e é desbastado o onde do modo como é necessário, para se tornar valioso. O barro em forma de jarro passa pelo calor ardente da fornalha para adquirir resistência e poder comportar o vinho – e vinho de boa qualidade, como o produzido por Jesus, em Seu primeiro milagre, ocorrido numa festa de casamento, quando por ocasião de ter acabado o vinho, Ele ordenou que se enchessem as talhas de água, para transformá-la em vinho -. E há vasos de barros que são feitos para honra, e outros que são para a desonra. Que as provações possam servir para se fazer vasos de honra).
    Após a sermos aprovados, seremos preparados a obra do Senhor, para sermos motivos de honra e de glorificação para o Santo Nome do Senhor.
    As provações são para corrigir erros cometidos no passado, são também para nos devolver melhor para a vida no momento presente e, também, para no poupar de problemas maiores no futuro. Assim a provação é para o nosso crescimento.
    Elas servem também para que nós nos humilhemos e reconheçamos a nossa total dependência de Deus e, por isso, nos aproximemos d’Ele. Contudo durante todo o processo Deus vê se estamos de coração quebrantado para nos admoestar (nos avisar sobre o incorreto modo de agir; nos repreender; nos advertir; nos aconselhar; nos estimular a agir ou a pensar de modo apropriado).
    Mas durante essa jornada, Deus está conosco nos apoiando, nos fortalecendo.
    Por isso a tudo devemos dar Graças a Deus. E nos alegrarmos com isso.

    Responder
  • Roberto Maximiano disse:

    Deu pra tirar bem a dúvida entre tentação e provação.

    Responder
  • Ana Soares disse:

    Amo esses conselhos e estudos e tenho usado nas minhas células obrigada por essa brilhante iniciativa

    Responder
  • pablo michael disse:

    Bacana, ótima dedicação da sua parte..

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.