Por que Gênesis 46:27 diz que 70 pessoas foram ao Egito e Atos diz que foram 75? Contradição?

Postado por Presbítero André Sanchez, em #VocêPergunta | Imprimir Imprimir
Você não acha que chegou a hora de você realmente CONSEGUIR ler e entender a Bíblia inteira? Eu quero ser o seu professor, vamos estudar a Bíblia de capa a capa (Gênesis a Apocalipse) em vídeo-aulas diretamente comigo, ai de seu celular, tablet ou computador no horário que você quiser! E ainda vou tirar suas dúvidas diretamente no ZAP. Vamos começar AGORA? Clique para saber mais...

Você Pergunta: Gostaria de compreender uma aparente contradição que vejo na Bíblia: Em Gênesis 46:27 a Bíblia afirma que as pessoas que desceram ao Egito quando José era governador foram setenta. Mas em Atos 7:14, na narrativa do discurso de Estevão perante o Sinédrio, afirma-se que foram setenta e cinco pessoas. Pode me ajudar a entender essa aparente contradição? Seria algum erro de copistas?

Caro leitor, pequenos erros de copistas (não tão importantes) são encontrados em alguns textos bíblicos, principalmente quando da contagem de certos números, que às vezes foram trocados sem querer enquanto se faziam cópias dos textos. Temos, de fato, alguns casos desse tipo, porém, esse caso que você mencionou não é um erro de copista. Eu vou te explicar como entender essa questão:

Por que Gênesis 46:27 diz que 70 pessoas foram ao Egito e Atos diz que foram 75? Contradição?

Foram 70 ou 75 pessoas que desceram ao Egito?

(1) O capítulo 46 de Gênesis narra a ida de Jacó ao Egito para se encontrar com José, relembra as promessas de Deus e trata sobre a descendência de Abraão que estava descendo para lá. O trecho mencionado nesse estudo está em Gênesis 46:26-27: “Todos os que vieram com Jacó para o Egito, que eram os seus descendentes, fora as mulheres dos filhos de Jacó, todos eram sessenta e seis pessoas; e os filhos de José, que lhe nasceram no Egito, eram dois. Todas as pessoas da casa de Jacó, que vieram para o Egito, foram setenta”. 

(2) Nesse texto citado temos duas possibilidades levantadas por estudiosos: na primeira, a escrita desse texto, ao usar o número setenta, teria tido a intenção de comunicar completude, plenitude, coisas que são comunicadas pelo uso do número 7 (e seus múltiplos) na Bíblia, e não o número exato de pessoas. Êxodo 1:5 e Deuteronômio 10:22 também repetem essa numeração de setenta pessoas. Mas essa é uma hipótese menos aceita, já que o texto parece indicar claramente uma contagem. Na segunda hipótese, temos o pensamento de que nesse texto (de Gênesis) não foram incluídos alguns descendentes de Manassés, nem os descendentes de Efraim (filhos de José) e que isso justificaria o número de 70 pessoas aqui, enquanto temos 75 pessoas mencionadas em Atos 7:14.

(3) Já no texto de Atos 7:14, encontramos a seguinte menção: “Então, José mandou chamar a Jacó, seu pai, e toda a sua parentela, isto é, setenta e cinco pessoas” (Atos 7:14). Nesse texto de Atos, Estevão usa como base a Septuaginta, que era a tradução grega do Antigo Testamento, que apresenta uma outra forma de contar esses descendentes, querendo realmente demonstrar o número certo total de pessoas israelitas que subiram ao Egito naquele momento, somando-as com a família de José que já estava lá. Sendo assim, ao que tudo indica, nesse número de 75 pessoas estão inclusos todos os descendentes de Jacó, contando José, seus filhos Manassés e Efraim (Gênesis 46:20) e também alguns filhos de Manassés e Efraim, o que daria 75 pessoas no total. Isso explicaria essa diferença.

(4) Para mais detalhes da genealogia de Manassés e Efraim, pode-se consultar 1 Crônicas 7:14-27. Dessa forma, não temos nessa análise uma contradição na Bíblia, mas sim uma forma de contagem diferente, com focos diferentes, que trouxe uma diferença nessas duas numerações, porém, totalmente compreensível conforme demonstramos com as informações acima. O fato é que essas duas formas de contar as pessoas não altera em nada os significados profundos daquilo que Deus fez ao Seu povo, com mão forte no Egito, antes, reforça o cuidado de Deus com a família que iria se transformar no Seu povo escolhido!

Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?

Não sei se você é uma dessas pessoas que tem dificuldades de entender a Bíblia. Eu já fui e sofri muito! Mas não me dei por vencido, não me deixei ser derrotado pelos inimigos. E você, como anda sua leitura da Bíblia? Seu entendimento? Que tal melhorar nessa área da sua vida espiritual, aprendendo a entender assuntos da Bíblia de forma simples e rápida, ajudado por quem já superou as mesmas dificuldades que você enfrenta? Clique aqui agora e pegue seu Manual de estudos exclusivo

COMPARTILHE ESTE ESTUDO:

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

*

Materiais para seu crescimento

Formação de Professores Para o Ministério InfantilFormação de Professores Para o Ministério InfantilO curso é direcionado para “Formação” do professor evangelista de criança, cada módulo apresenta de modo geral uma diretriz básica na formação do educador Saiba mais
Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (de Gênesis a Apocalipse)Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (de Gênesis a Apocalipse)Aprenda a entender a Bíblia de Gênesis a Apocalipse, no conforto de seu lar, em seu computador, tablet ou celular e com um professor à sua disposição Saiba mais
Kit – Curso Pregador Completo! Aprenda como preparar sermõesKit – Curso Pregador Completo! Aprenda como preparar sermõesConheça as ferramentas e técnicas para preparar sermões e se tornar um exímio pregador da palavra de Deus. Curso completo mais ferramentas Saiba mais
Curso de Memorização da Bíblia – Memo Bible 3000Curso de Memorização da Bíblia – Memo Bible 3000Você já tentou lembrar de um versículo ou fatos da Bíblia e não conseguiu? Este método vai te ajudar a memorizar tudo da Bíblia e com simplicidade! Saiba mais
Curso Livre Formação em TeologiaCurso Livre Formação em TeologiaVocê não tem muitos recursos financeiros e nem pode fazer um curso de teologia presencial? Conheça este curso! O melhor e mais acessível da atualidade Saiba mais
Clique aqui e veja mais materiais para seu crescimento cristão