Como Deus criou a luz antes de ter criado o sol, a lua e as estrelas?

Postado por Presbítero André Sanchez, em #VocêPergunta | Imprimir Imprimir
Antes de você ler o estudo, responda a uma pergunta rápida: Você quer estudar a Bíblia com o presbítero André Sanchez de Gênesis a Apocalipse, aí no conforto do seu lar, em vídeo-aulas, de seu computador, tablet ou celular? Clique aqui e saiba como

Você Pergunta: lendo o relato da criação em Gênesis algo me chamou muito a atenção: Deus criou a luz e fez a separação entre a luz e as trevas. No entanto, somente depois, no dia quatro, que Deus criou os luzeiros, principalmente o sol que é o principal que nos fornece luz. Que luz seria essa que Deus criou no primeiro dia da criação?

Caro leitor, sua observação foi muito interessante. Às vezes a Bíblia nos apresenta questões que nos desafiam a fazer uma reflexão mais profunda a respeito das ações do nosso Deus. Vamos então refletir juntos sobre esse tema:

Como Deus criou a luz antes de ter criado o sol, a lua e as estrelas?

Que luz era essa que Deus criou antes de ter criado o sol?

(1) No primeiro dia da criação observamos Deus dizendo “haja luz” e fazendo uma separação entre dois elementos: a luz e as trevas (escuridão). O aparecimento dessa luz gera uma separação entre a luz e a escuridão. Essa separação forma o modelo que posteriormente foi usado para a noite e o dia, com a criação dos luzeiros, que determinavam as estações e a marcação do tempo: “Disse Deus: Haja luz; e houve luz. E viu Deus que a luz era boa; e fez separação entre a luz e as trevas. Chamou Deus à luz Dia e às trevas, Noite. Houve tarde e manhã, o primeiro dia” (Gênesis 1:3-5).

(2) A grande dúvida que muitos têm é com relação a essa primeira luz. Que luz seria? Como os luzeiros não haviam ainda sido criados no primeiro dia da criação, podemos inferir que essa luz seja a luz do próprio Deus. A favor disso temos alguns versos na Bíblia que falam sobre a luz do Senhor: “Ora, a mensagem que, da parte dele, temos ouvido e vos anunciamos é esta: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma” (1 João 1:5). Esse texto menciona a luz de Deus de forma clara.

(3) Um outro texto muito interessante a respeito disso é Apocalipse 22:5, quando relata sobre o paraíso preparado por Deus aos Seus servos: “Então, já não haverá noite, nem precisam eles de luz de candeia, nem da luz do sol, porque o Senhor Deus brilhará sobre eles, e reinarão pelos séculos dos séculos”. O texto de Apocalipse mostra o brilho da luz de Deus em contraste com outros tipos de luz que não seriam mais necessárias (sol e candeias). As luzes que conhecemos não serão mais úteis, pois a luz do Senhor brilhará de forma plena e suficiente. Esse texto é bastante forte e relata de forma clara a respeito da luz existente no próprio Deus. E, de certa forma, mostra um cenário parecido com o primeiro dia da criação, quando ainda não existia a luz do sol e nenhuma outra.

(4) Mas dizer que essa luz do primeiro dia é a própria luz de Deus parece nos trazer alguns questionamentos: Por que Deus disse “haja luz”? A luz Dele não existia até aquele momento? Mas Deus e Seus atributos não são eternos, como foram criados? Para respondermos a esses questionamentos, podemos avaliar que a palavra “haja” no hebraico é “hayah”. Além do significado da criação que já conhecemos, essa palavra também pode significar “acontecer”, “aparecer”, ou seja, não necessariamente essa luz do primeiro dia teria de ser uma criação de algo que não existia. Deus poderia estar dizendo ali simplesmente que a Sua luz aparecesse de forma visível e contrastasse com as trevas, fazendo uma separação aparente que serviria de modelo para o dia e a noite posteriormente marcados pela ação dos luzeiros criados.

(5) Dessa forma, a hipótese mais provável é que a luz do primeiro dia tenha sido realmente a luz do próprio Deus. Se essa hipótese não for verdadeira, então fica a pergunta: Que luz poderia ser essa senão a luz do próprio Senhor? Onde poderia haver tamanha luz naquele momento capaz de provocar uma separação entre luz e trevas senão no próprio criador de todas as coisas?

Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?

Aprender mais da Bíblia é uma dessas coisas que não acontecem da noite para o dia, não é verdade? Eu mesmo estou nessa jornada há quase 20 anos e não penso que ela vai acabar tão cedo. E você, sente que tem aprendido bastante das coisas de Deus? Ou seu aprendizado poderia estar melhor? E se você pudesse acelerar um pouco mais o seu aprendizado sobre temas bíblicos difíceis e polêmicos, cortando caminho ajudado por quem já esteve lá, já estudou, já pesquisou e agrupou tudo isso para te ajudar? Clique aqui e pegue seu Manual Bíblico agora!

COMPARTILHE ESTE ESTUDO:

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

*

Materiais para seu crescimento

Formação de Professores Para o Ministério InfantilFormação de Professores Para o Ministério InfantilO curso é direcionado para “Formação” do professor evangelista de criança, cada módulo apresenta de modo geral uma diretriz básica na formação do educador Saiba mais
Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (de Gênesis a Apocalipse)Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (de Gênesis a Apocalipse)Aprenda a entender a Bíblia de Gênesis a Apocalipse, no conforto de seu lar, em seu computador, tablet ou celular e com um professor à sua disposição Saiba mais
Kit – Curso Pregador Completo! Aprenda como preparar sermõesKit – Curso Pregador Completo! Aprenda como preparar sermõesConheça as ferramentas e técnicas para preparar sermões e se tornar um exímio pregador da palavra de Deus. Curso completo mais ferramentas Saiba mais
Curso de Memorização da Bíblia – Memo Bible 3000Curso de Memorização da Bíblia – Memo Bible 3000Você já tentou lembrar de um versículo ou fatos da Bíblia e não conseguiu? Este método vai te ajudar a memorizar tudo da Bíblia e com simplicidade! Saiba mais
Curso Livre Bacharel em TeologiaCurso Livre Bacharel em TeologiaVocê não tem muitos recursos financeiros e nem pode fazer um curso de teologia presencial? Conheça este curso! O melhor e mais acessível da atualidade Saiba mais
Clique aqui e veja mais materiais para seu crescimento cristão