- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

A minha graça te basta: O que significa essa frase que Deus disse a Paulo?

Você Pergunta: Em minha leitura do livro de 2 Coríntios, me deparei com o registro do apóstolo Paulo orando a Deus para que retirasse dele o espinho na carne e fiquei surpreso com a resposta de Deus a Paulo, dizendo: a minha graça te basta. Eu gostaria de entender melhor o que Deus queria dizer com isso. Paulo não deveria orar mais, deveria desistir de orar por aquele pedido?

Caro leitor, vamos fazer uma análise desse texto buscando compreender em mais detalhes porque Deus disse a minha graça te basta para Paulo.

O que significa a minha graça te basta, frase que Deus disse a Paulo? [1]

Por que Deus disse a minha graça te basta a Paulo?

(1) Toda essa questão com Paulo aconteceu porque ele teve uma visão incrível a respeito de coisas grandiosas de Deus: “Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos, foi arrebatado até ao terceiro céu (se no corpo ou fora do corpo, não sei, Deus o sabe)”. Essas visões foram tão grandiosas e incríveis (2 Coríntios 12: 4) que para que não houvesse da parte dele qualquer glória sobre isso que lhe foi permitido ver, foi colocado nele um espinho na carne: “E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte” (2 Coríntios 12:7).

Leia também: O que era o espinho na carne que Paulo teve de suportar? [2]

(2) Paulo, como qualquer ser humano no lugar dele faria, orou ao Senhor de forma insistente (três vezes) para que fosse liberto desse incômodo. Porém, observamos que Deus responde não a Paulo: “Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo” (2 Coríntios 12:9). Com essa resposta de Deus, Paulo teve de compreender o que significa a minha graça te basta! E ele encontra esse profundo significado!

O significado profundo de a minha graça te basta

(3) A minha graça te basta significa que o poder de Deus está na graça que vem Dele e que é derramada sobre a nossa vida. Recebemos a graça da salvação [9], ou seja, Deus nos salva da condenação eterna. Recebemos ainda diversas outras “graças” em nossa vida de forma abundante. Paulo entende perfeitamente isso, ele entende que a graça de Deus derramada é suficientemente forte para o ajudar a superar todos os desafios: “Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte” (2 Coríntios 12:10). Tudo aquilo que parece difícil e desfavorável para nós, mas que é plano de Deus para as nossas vidas, representa força em nós e não fraqueza.

Leia também: O que significa graça comum? [10]

(4) A minha graça te basta significa que tudo aquilo que Deus nos permite passar, se o passamos debaixo da orientação Dele, de forma submissa, com temor e fé, sempre redundará em forças em nossa vida, pois Deus é quem nos sustenta em todas as coisas, inclusive nas mais difíceis. É por isso que podemos ser fortes [11] quando tudo parece apontar para nosso enfraquecimento e destruição.

(5) O ministério de Paulo não foi destruído pelo espinho na carne porque ele entendeu que a força de que ele necessitava vinha de Deus e não de sentimentos ou de coisas. Dessa forma, nenhuma adversidade conseguia destruir o seu foco no alvo de sua missão: “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos” (2 Coríntios 4:8-9). Essa é a visão que cada discípulo de Cristo deve ter! A minha graça te basta mostra que Deus age em nossa vida em um nível muito mais profundo do que o mundo pode perceber. É o nível da graça, do poder que inunda e ultrapassa todas as adversidades, que faz dos “loucos [12]”, sábios, dos fracos, fortes!

(6) Quando Deus disse a minha graça te basta, Paulo aprendeu a olhar a vida com outros olhos. Ele conseguiu entender a verdadeira felicidade, alicerçada em Deus, na fé alicerçada no autor e consumador da sua fé, Jesus Cristo: “Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação” (Filipenses 4:11). Saber viver contente em qualquer situação é privilégio daqueles que entendem a profundidade da graça de Deus, daqueles que absorveram o ensino de que a graça de Deus basta e que tudo que Deus nos permite passar representa um caminho onde deveremos colher bênçãos, mesmo que elas pareçam não estar ali.