Por que muitas vezes Deus nos nega coisas boas que pedimos a Ele?

Postado por em: Reflexões Quer receber os estudos bíblicos do Presbítero André gratuitamente em seu e-mail? Vagas limitadas, não deixe para amanhã, Cadastre-se grátis (em 30 segundos) clicando aqui

Você já orou, por exemplo, para que uma pessoa fosse curada e ela não foi? Já pediu a Deus que te permitisse realizar coisas muito boas na sua vida ou na vida de outras pessoas e aquilo simplesmente não aconteceu? Ou mesmo já buscou de todo o seu coração realizar certas coisas muito boas, mas percebeu que parecia que Deus não queria que aquilo se concretizasse em sua vida? Pois bem, muitas vezes oramos por coisas que julgamos ser muito positivas e nos frustramos porque parece que Deus não está querendo que aquilo aconteça. Parece que Deus está de certa forma contra aquilo. Isso nos leva muitas vezes à frustração e ao desânimo. Mas por que será que Deus nos nega coisas boas que pedimos para nós e para o próximo?

Certa vez o apóstolo Paulo desejava de todo o coração algo muito bom, que era ir pregar a palavra de Deus na Ásia, numa província romana chamada Bitínia. Levar a palavra de Deus aos perdidos é algo muito bom, concorda? Mas veja que interessante o relato sobre o que aconteceu: “E, percorrendo a região frígio-gálata, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de pregar a palavra na Ásia, defrontando Mísia, tentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não o permitiu” (Atos 16:6-7). Deus não permitiu que eles pregassem o Evangelho naquele lugar! Eles foram impedidos pelo próprio Deus! Mas pregar a Palavra de Deus não é algo bom, algo muito positivo? Por que Deus não permitiu que eles pregassem ali? Por que Deus frustrou o desejo do coração deles?

Com base nessa história vamos aprender algumas lições sobre por que Deus muitas vezes impede que coisas boas que pedimos ou buscamos aconteçam em nossas vidas. Essas lições vão nos ensinar a lidar melhor com a forma como Deus age em nossas vidas.

Por que muitas vezes Deus nos nega coisas boas que pedimos a Ele?

Por que Deus muitas vezes nos nega coisas boas que queremos?

(1) Porque os planos de Deus não são os nossos planos

Apesar de achar que nossos planos são os melhores para nós, devemos observar que nós olhamos com olhos limitados, já Deus vê o todo, o propósito completo da vontade Dele para nós. Sobre isso Deus nos esclarece: “porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos” (Isaías 55:9). O apóstolo Paulo e seus companheiros tinham algo bom em mente, porém, a visão de Deus era mais ampla. Naquele momento não era para eles irem para a Ásia, por isso, Deus os impediu de realizar esse empreendimento.

Veja também:
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui)
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui)
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui)
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui)
- Outros Materiais (Comece aqui)

(2) Por que Deus quer nos ensinar sobre a vontade Dele

Ao perceberem que não era da vontade de Deus que eles fossem até a Ásia, Paulo, em uma visão, percebe que havia urgência em levar a Palavra do Senhor até outra região, a região dos macedônios: “À noite, sobreveio a Paulo uma visão na qual um varão macedônio estava em pé e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajuda-nos. Assim que teve a visão, imediatamente, procuramos partir para aquele destino, concluindo que Deus nos havia chamado para lhes anunciar o evangelho” (Atos 16:9-10). Observe que agora Paulo e seus companheiros entendem a vontade de Deus! Não era para eles irem para a Ásia naquele momento, mas para a Macedônia. Esse era o plano de Deus. Isso era o que Deus queria ensiná-los. Precisamos ficar atentos aos ensinos de Deus em meio às muitas coisas que Ele nos nega no nosso dia a dia. Se algo bom que pedimos não está acontecendo, devemos buscar “a visão” sobre o que Deus realmente quer para a nossa vida. Esse entendimento nos dará a direção a seguir.

Leia também: Como saber se algo é da vontade de Deus ou não para a minha vida?

(3) Porque as coisas devem acontecer no tempo de Deus e não no nosso

Apesar do excelente propósito de levar a Palavra do Senhor à Ásia, não era naquele momento que isso deveria ocorrer. Os propósitos de Deus devem sempre prevalecer sobre os nossos. Paulo conseguiu ir mais tarde e pregar a Palavra de Deus em várias cidades da Ásia (Atos 19:1). Mas isso só ocorreu mais tarde, no tempo determinado de Deus. Se Paulo e seus companheiros insistissem em algo que não era a vontade de Deus, eles sofreriam. Mas eles, em tempo, pararam de tentar navegar para a Ásia e, sensibilizados pela visão que Deus os deu, foram direto para a região da Macedônia, que era onde Deus queria que eles estivessem naquele momento. Saber esperar e identificar o tempo de Deus nas coisas de nossa vida é algo que nos traz muitas bênçãos.

Leia também: Ilustrações Cristãs: Ele não tinha tempo para Deus!

(4) Por que Deus nos quer dependentes Dele

Como Paulo, todos os dias somos tentados a decidir sozinhos os nossos destinos, o que queremos. Nem sempre fazemos isso com má intensão. Mas nossa natureza pecaminosa, muitas vezes quer nos levar a achar que somos nós que damos a direção para a nossa vida. Muitas vezes caímos no erro de achar que o barco da nossa vida quem pilota somos nós. Dessa forma, achamos que podemos ir para onde queremos e ter tudo aquilo que deseja o nosso coração, na hora que planejamos. Mas Deus ensina Paulo e seus companheiros, e todos nós, que Ele é o comandante. Que Ele é quem sabe a melhor rota, o melhor lugar para estarmos e a melhor hora para as coisas acontecerem. Aprender esse precioso ensino nos ajuda a parar de querer navegar para longe da vontade de Deus e começar a identificar Deus no comando de nossas vidas.

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

Compartilhe a Bênção:


> Curso Livre Bacharel em Teologia - Sem mensalidades e 100% online (vagas abertas - clique)

Recomendado Pra Você

Tem 33 anos, ama escrever e estudar a Bíblia Sagrada. Escreve artigos aqui no Blog Esboçando Ideias há mais de 7 anos. É membro da Igreja Presbiteriana Bela Jerusalém, onde atua como presbítero, líder do louvor e professor da Escola Dominical. É o autor do Método Como Ler a Bíblia e Entendê-la Mais Facilmente e do Manual Bíblico das questões difíceis da Bíblia. O presbítero André Já escreveu mais de 1200 artigos neste blog. Contato: andre@esbocandoideias.com

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

7 comentários

  • Kennya disse:

    Alguém precisa me esclarecer… como sabemos o filho da Eyshila morreu… e ai me veio muitas perguntas na cabeça.. Primeiro… porque profetizamos se a vontade de Deus não muda? Porque a Eyshila falava que Deus tem um chamado para ele, que ele iria levar a palavra pelos quatro cantos… como se o que ele tinha fosse passageiro… e ele iria sair dessa e fazer a obra? porque falam como se estivesse vendo a pessoa ser usada lá na frente… se a pessoa está na cama e nem sabe qual é a real vontade de Deus? O certo não seria apenas orar para que fosse feita a vontade de Deus?…
    Agradeço e espero ser respondida.
    Grata.

    Responder
    • RUTE CAMPOS RIBEIRO disse:

      Kennya, boa noite..Sou bem fraca com argumentos, perdoe-me … Bem, eu creio que várias pessoas , como eu, questiona e/ou questionava da mesma forma que vc! No caso da Eyshila. tinha sonhos com o filho, Mateus. Quem não sonha! Eqto há vida, há esperança…Ela foi até a última gota , com a esperança! Desde o momento, em que foi a público, sem forças, pedindo ” Irmãos orem por meu filho, pq a cura, depende da agir de Deus” ali ela expandiu o chamado do filho…( presente pra um futuro) … Sigo os comentários..Até na Africa estavam em oração…Levantou-se TODO o corpo de Cristo, um unidade, pela causa! A vontade de Deus, foi por Ela compreendida qd disse: ” Deus me deu ( ate agora) Deus o levou! Fiz parte do jejum, convocado por el… Qd veio-me uma voz dizendo” : Ele não voltaria! Achei que era coisa da minha cabeça! Lembra de Davi, qd o filho estava doente..Ele foi até as últimas consequências clamando a cura! Deus levou a criança..Davi levantou-se e parou o pranto…Boa noite…Que Deus abençõe tua vida!

      Responder
    • Jean Maciel Paz disse:

      Bom dia, Kennya!

      Infelizmente, muitos ministérios transparecem desconhecer o que realmente significa profecia!

      Você pergunta: Porque profetizamos e a vontade de Deus não muda?

      Precisamos entender o que de fato é uma profecia.
      O NT, revela que, a lei e os profetas duraram até João, Lc 16.16a.

      Palavras para profetas:

      1- Ro’eh. Este substantivo, traduzido por “vidente”, em português, indica a capacidade especial de se ver na dimensão espiritual e prever o futuro.

      2- Nabi. Esta é a principal palavra hebraica para profeta, e ocorre 316 no AT. Embora a origem da palavra não seja clara, o significado do verbo hebraico “profetizar” é: “emitir palavras abundantemente da parte de Deus, por meio do Espírito de Deus (Gesenius, hebrew lexicon). Desta forma, o nabi era o porta-voz que emitia palavras impulsionado pelo Espírito de Deus.

      3- Prophetes. Palavra grega da qual se deriva a palavra “profeta” em português, significando “aquele que fala em lugar de outrem” (Deus).

      Os profetas, também chamado de “homens de Deus”, viviam em harmonia com Deus, à semelhança de Deus, amavam o povo, como buscavam o sumo bem do povo, também tinham extrema sensibilidade diante do pecado, como não temiam a própria morte, caso tivessem que delatar santidade superficial e oca do povo, mas também profetizavam coisas duras para os reis.

      Resumindo, se um profeta dissesse que Deus faria uma mula (burra, animal hibrido) parir, ela certamente pariria!

      Hoje, não existe mais o ministério profético do AT, sim o dom de profecia (não sou cessacionista), logicamente, profetizar nesse contexto, não é mesmo que pregar um sermão (embora a Palavra seja a verdadeira profecia), também não o mesmo que abrir a boca e dizer: “Eu profetizo em sua vida que isso e aquilo vai acontecer”. Biblicamente, isso é invencionice, por isso, muitas pessoas se frustam, se perguntam o porquê Deus não cumpriu tal profecia, é simples, Ele só cumpre o que fala!

      Então, uma profecia para ser considerada de Deus, deve atender os requisitos biblicos, e necessariamente, a sua finalidade é, edificar, exortar e consolar.

      Falei sobre ministério profético no AT, e o dom de profecia no NT, vamos ao seu questionamento:

      Deus é amor, mas não é mais amor, que justo e soberano, com a declaração de Deuteronômio 32.39, leia, não temos o vislumbre, mas clareza de sua soberania.

      Ele não curou o garoto, simplesmente porque sabe o que realmente era melhor para ele, se alguém profetizou a cura, foi sem a autorizaçäo de Deus, quando é de sua perfeita e agradável vontade, ele feri, também sara. Alguém pode perguntar: E a nossa fé, qual a causa de não ter sido honrada? Ou será que não tivemos fé?

      A fé é fundamental no serviço a Deus, porém, em algumas ocasiões, quem precisa de um milagre (um paciente terminal, por exemplo) as vezes já se entregou, quando chega alguém cheio de fé, ora, e o Senhor cura.
      Alguém pode ter fé e não ser curado, Hebreus 11 explica isso perfeitamente!

      A viuva de Naim, Lc 7.11-17, pelo relato biblico, esta mulher não pediu absolutamente nada para Jesus, mas, “o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela”…

      Isto não significa, que ao pedirmos e não sermos atendidos, Ele nos ame menos do que aqueles que em alguma circunstância diferenciada da vida, são socorridos!

      Certa vez um filho meu adoeceu, pedi oração em várias igrejas aqui no Maranhão, temi muito, porém na hora da cirurgia, o Senhor me fortaleceu de uma forma tão especial, que fui lanchar tranquilo.
      Antes disso tudo, havia dito para o Senhor, fazer a sua vontade!

      Não tenho autorização para mencionar o nome do pastor, mas, compartilharei uma triste história, quando eu dava testemunho acerca do que alcançara da parte de Deus, quando meu filho, na época tinha 6 anos, hoje, 20, passou pela cirúrgia, ressaltei para os ouvintes, sobre ter pedido que o Senhor fizesse a sua vontade.
      O pastor da igreja na ocasião, disse:
      “Ele buscou a vontade de Deus, se eu e minha esposa tivessemos feito o mesmo, não teria acontecido o que aconteceu. Meu filho adoeceu, vendo que minha esposa estava à beira da morte, pedi para o Senhor curá-lo, pois, iria perder o garoto e a mãe, Deus atendeu minha oração, porém, quando ele cresceu, afastou-se de Deus, e certo dia foi encontrado morto em um rio”.

      Deus conhece tudo, medite no Salmo 139!

      Fiquem todos na paz!

      Responder
  • VERA LUCIA SANTANA disse:

    Na palavra de DEUS dis pede que te darei.então devemos pedir oq queremos,mais isso ñ significa que ele nos dará,temos o nosso intercessor espirito santo ele nos revela se podemos fazer ou ñ ,parar ou ñ de pedir ele nos direciona em tudo desde que vc esteje na presença dele,temos sonhos vários oramos e DEUS coloca em nossas mãos,mas do jeito dele da maneira dele do jeito que ele quer que aconteça ,para o nome dele ser glorificado,quando ñ vem em suas mãos ai vc esquece…. pq a carne entra e ai vc estará fora acabara fazendo oque vc quer.e desobedecendo a DEUS.

    Responder
  • Vanda Maria de Souza Rodrigues disse:

    Eu creio sinceramente na existência de Deus! Mas não sei se são momentos ou acontecimentos em minha vida que às vezes tenho tantos questionamentos! Questionamentos que me perturbam e me tiram a serenidade, me deixam inquieta, sabe? Comecei ler a Bíblia em Gêneses e estou em 2 Samuel. É um derramamento de sangue sem fim. Deus fez de Davi o seu ungido, um Rei! Um ungido que amava a Deus sinceramente, que orou a Deus de uma maneira tão humilde e profunda que me emocionei lendo aquilo, mas que matava homens, mulheres, velhos e crianças na mesma proporção , e o pior: com o aval do próprio Deus! Fiquei sinceramente perturbada com o que li, e tenho outros questionamentos. Mas jamais questiono a existência de Deus, até porque fui curada de um esporão no calcanhar esquerdo que me tirava a alegria de viver, pois trabalho 8 horas em pé de segunda á sexta-feira. Imaginem meu sofrimento…! Todos os dias orando e pedindo à Ele que me libertasse daquela inflamação. Em janeiro de 2016, pedi ao meu marido que fizesse uma massagem no meu pé para ver se aliviava um pouco, e ele vendo meu sofrimento (tomava muitos anti- inflamatórios), colocou gelo e água em uma bacia e mergulhou meus pés. Logo depois fez a massagem e eu dormi. Quem tem esporão, sabe que uma das característica dessa doença é a dificuldade de caminhar logo que se levanta da cama. É horrível! Naquele dia eu não tive esta dificuldade, apenas um alívio que por incrível que pareça não identifiquei como sendo a falta da dor. Era uma sensação tão deliciosa de aconchego, de dia de sol com cheiro de flor, misturada com perspectiva de vida…eu sentia que estava faltando alguma coisa, mas não atinava o que seria. Fiquei tão extasiada com aquelas sensações que só compreendi a cura após uns 3 dias. Não me canso de agradecer, parece que renasci. Por isso e por muito mais é que não questiono sua existência, pelo contrário, o fato de amá-lo e não querer desagradá-lo me deixam muito insegura. Sou uma pessoa eternamente inconformada, mas nunca admito ser murmuração contra Deus; sempre acho que estou reclamando das pessoas à minha volta, ex.: quando falo que o dinheiro não vai dar pra comprar isso ou aquilo que é necessário, não me sinto murmurando contra Deus e, sim de uma situação que Deus só mudará na medida em que fizermos a nossa parte. Como? trabalhando mais, economizando mais e até mesmo fazendo uma faculdade , pleiteando um trabalho melhor…para que assim as nossas condições financeiras melhorem. E aí, no meio disso tudo eu me pergunto angustiada: como vou conseguir identificar a vontade de Deus na minha minha vida? como se consegue isso? Por favor alguém me ajude e me explique, pois sou humilde para obedecer.

    Responder
    • carlos perez jr disse:

      Tenho acompanhado estas questões do Pastor André, nem sempre concordando com suas posições e entendimentos, e achei estranho que ele não tivesse lhe respondido, de modo a voce encontrar respostas. Eu não acredito nesta posição de “tempo de Deus” mui-
      to divulgada por que não recebeu resposta de Deus às suas aspirações. Vejo que ‘culpam’ Deus por não terem recebido o que pleitearam ‘acusando-o ‘ de que receberemos ‘no Seu tempo’ como se Ele ‘quisesse’ responder alguns e não outros. Porque ? Será que alguns merecem e outros não ? Claro que NÃO ! Será que Ele ‘quer’ que alguns recebam agora e outros podem ‘esperar’ ? Claro que NÃO !
      Pense e leia a Bíblia com atenção, pedindo que O mesmo Espírito Santo do Senhor, que orientou os escritores a dar resposta à voce ! Deus não faz acepção entre pessoas de nos
      so tempo e lugar com qualquer pessoa do passado – qualquer tempo – ou,lugar.
      Quem pede , recebe ! Isto é uma certeza ! Quem não pede… ? Está escrito !E o que está escrito não muda . È A Palavra de Deus.
      Agora , Voce sabe o que é fé ?
      Fé é a certeza que temos que A Palavra de Deus – escrituras – se cumprem – em nossa vida, em nós – quado a colocamos em prática . E perseveramos ( conheça o sentido da pa
      lavra INSTANTEMENTE ) na fé (certeza) ; recebemos. E nós somos responsáveis pelo que pedimos e praticamos – não somo robot’s -e fazemos a Sua vontade quando praticamos o que Ele nos diz em Sua Palavra, as escrituras .Ou então para que existe a fé ?
      Deus já expressou a Sua vontade , e está nas escrituras, e não pode ser acrescentada nem retirada, nem mesmo alterada, como a Igreja Católica fez no passado, mas isto é outra história . Tenha o batismo com o Espírito Santo, tenha um Novo nascimento e perceberá que uma nova e ampla visão voce terá . Que O Senhor de Israel a abençoes rica e abunda
      ntemente em O Nome de Jesus .

      Responder
  • Fernanda disse:

    A paz do senhor presbítero André, tenho muito aprendido com seus estudos edifica muito minha alma, sobre o estudo de hoje foi muito interessante pois Deus que nos ensinar a ser totalmente dependente Dele e confiarmos e esperarmos tendo a certeza que Deus está no controle e que tudo vai da certo pois Deus tem o melhor para cada um de nós.

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.