Se a Bíblia diz que não há um justo sequer como os justos herdarão a vida eterna?

Postado por em: #VocêPergunta

Se você quiser fazer uma pergunta clique aqui!

Você Pergunta: Estava fazendo minha leitura bíblica e fiquei meio confusa. Tem um verso na Bíblia que diz que não há um justo sequer. Ao mesmo tempo existe outro verso que diz que os justos herdarão a vida eterna. Se não existem justos como isso pode acontecer?

Cara leitora, foi muito bom você ter mencionado essa dúvida, pois será bem interessante explicar essa questão aos leitores. Na realidade a Bíblia realmente aponta que não existe um justo sequer e que somente os justos estarão nos céus com o Senhor. Isso pode parecer contradição e até confuso, porém, como o conhecimento de algumas verdades bíblicas a dúvida logo se resolve.

Se a Bíblia diz que não há um justo sequer como os justos herdarão a vida eterna?

Em primeiro lugar a Bíblia é clara em mostrar que não existe mesmo um justo sequer: “Não há justo, nem um sequer” (Romanos 3.10). E por que não existem justos? Paulo nos dá essa resposta em Romanos 3. 23: “pois todos pecaram”. Assim, ninguém pode ser considerado justo diante de Deus, pois ninguém é justo, nenhum de nós é livre do pecado, pelo contrário, somos dominados por ele. Se somos dominados pelo pecado não podemos ser considerados justos, mas injustos. Nessa condição, o pagamento – justo – que teríamos da parte de Deus, é o descrito em Romanos 6. 23: “porque o salário do pecado é a morte”. Podemos considerar essa “morte” como sendo a total separação de Deus, comumente chamada de inferno pela Bíblia. Esse é o destino dos injustos pecadores.

Em segundo lugar, a pergunta que fica a partir daqui é: Quem, então, são os justos que serão salvos se não existem justos?

Aqui a graça de Deus inundada de misericórdia atinge a vida dos eleitos de Deus. Esses justos que herdarão a salvação são aqueles pecadores injustos que foram justificados pelo sacrifício de Jesus Cristo na cruz. Eu explico: Nós, por nós mesmos, não temos condições de nos fazermos justos diante de Deus, pois não o somos. Assim, o próprio Deus, o Senhor Jesus Cristo, veio e se entregou em nosso lugar, pagando os nossos pecados e, assim, nos transformando em justos diante de Deus. É o que nos ensina a Bíblia: “Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5. 1).

Se Jesus Cristo nos justificou, logo, somos agora justos diante de Deus e estamos aptos – não por nossos méritos, mas inteiramente pela graça de Deus – a herdar a salvação preparada por Deus aos Seus servos. Esse é o significado de sermos justificados por Cristo. E agora, justificados por Cristo, não somos mais dominados pelo pecado, mas somos dominados pelo Espírito Santo de Deus que nos foi dado. Então podemos viver uma nova vida – justa – pela fé: “O justo viverá por fé.” (Romanos 1.17 )

Porém, não são todos os injustos que serão transformados em justos, serão somente aqueles que crerem em Jesus Cristo: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (…) Quem nele crê não é julgado; O QUE NÃO CRÊ  já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” (João 3.16, 18)

   

Gostou desse artigo? Receba novas postagens em seu e-mail!

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

13 comentários

  • Ana Paula disse:

    Ótima explicação! Que Deus o abençoe :)

    Responder
  • William simões Fortunato disse:

    Excepcional. A questão foi sanada de maneira didática e com muita clareza. Parabéns pelo trabalho André, que deus continue abençoando seu ministério e sua vida.

    Responder
  • Ednilson Diniz (@ednilsondiniz) disse:

    SIM A BIBLIA NOS FALA QUE NÃO HÁ UM JUSTO SEQUER PORQUE TODOS SOMOS FALHOS E PECADORES MAS AQUELES ENTREGAREM A SUA VIDA PARA CRISTO SERÃO JUSTIFICADOS POR TODOS OS SEUS PECADOS !!!

    http://www.youtube.com/watch?v=DADApKV1N1A#t=12

    Responder
  • adriano disse:

    nada mais a ser acrescentado

    Responder
  • leonardo disse:

    excelente explicaçao!!! para gloria de Deus. espero que tenha ficado claro!!!

    Responder
  • CLAUDENIR disse:

    OBRIGADO EU TBM TINHA ESSA DÚVIDA

    Responder
  • lei disse:

    O PLANO DE DEUS PARA REDENÇÃO DO HOMEN É LINDO E PERFEITO E FOI FEITO POR AMOR A NÓS,ELE NÃO É DIFICIL NEM CONFUSO, MAIS PARA ENTENDERMOS TEMOS Q ESTUDA-LO.

    Responder
  • chandler disse:

    então significa se cremos em Cristo e servimos os seu estatutos podemos ser considerados justos perante Deus.

    Responder
  • vinícius ferreira disse:

    Caro irmão; as escrituras se referem a dois povos e dois destinos, uns para perdição outros para salvação.
    Jesus foi claro ao afirmar não ter vindo para os ”justos” lucas 5:32 e sim para pecadores. Em outra ocasião se refere novamente a eles(os justos) dizendo que os tais não necessitam arrepender-se (lucas 15:7.) A escritura narra a vida de jó alegando ser ele um homem justo, integro, sincero e correto. Quando Paulo se refere a uma passagem do velho testamento que diz que não havia um justo se quer contava de uma ocasião específica daquele tempo usando de exemplo para pecadores. ex: Quando Deus destruiu a terra poupou a vida de um homem justo que ele havia achado este homem era Noé. E pra completar o apostolo joão em sua epistola 1 diz:” Ninguém vos engane aquele pratica a justiça é justo 1 joão 3:7. Portanto fica claro e evidente que existem justos sim , e o Evangelho veio para resgatar os injustos por amor da justiça.

    Responder
  • Ana disse:

    òtimo estudo….gostei da explicação.

    Responder
  • natanael disse:

    Otima explicação que Deus te abençoe meu querido irmão

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Natanael!

      Responder
  • ester disse:

    Gostei muito,.. grata por esta explicação..

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.