O que significa coar um mosquito e engolir um camelo?

Postado por em: #VocêPergunta Quer receber os estudos bíblicos do Presbítero André gratuitamente em seu e-mail? Vagas limitadas, não deixe para amanhã, Cadastre-se grátis (em 30 segundos) clicando aqui

Você pergunta: Não consegui compreender muito bem aquela parte da Bíblia onde Jesus fala aos fariseus sobre coar um mosquito e engolir um camelo. Poderia me ajudar a entender o que Jesus estava dizendo àquelas pessoas, que tipo de crítica foi essa de Jesus a eles?

Cara leitora, Jesus era campeão em dar lições de uma forma altamente poética e diversas vezes usando parábolas e figuras de linguagem extremamente impactantes. No contexto desse texto que você citou: “Guias cegos, que coais o mosquito e engolis o camelo!” (Mateus 23:24), vemos Jesus fazendo um sermão às multidões e aos Seus discípulos (Mateus 23:1). Jesus começa a criticar fortemente os fariseus e dar-lhes advertências duras. E é dentro dessas advertências que temos essa acusação forte de Jesus sobre eles. Dito isto, vamos agora entender o que Jesus quis dizer a eles.

O que significa coar um mosquito e engolir um camelo?

O que significa coar um mosquito e engolir um camelo?

(1) Em primeiro lugar é preciso compreender que os fariseus eram extremos na obediência mínima as leis do Antigo Testamento. Eram tão exagerados que davam, por exemplo, dízimos até mesmo contando os ramos das plantas que tinham (Mateus 23:23). O problema não era o desejo de ser extremamente obedientes a Deus, antes, o problema era praticar uma obediência apenas para se mostrar aos outros como mais espirituais e, no entanto, por causa desse extremismo, deixar para trás outros preceitos importantes como a justiça, a misericórdia e a fé (Mateus 23:23).

Leia também: 7 razões porque sou dizimista

Veja também:
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui)
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui)
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui)
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui)
- Outros Materiais (Comece aqui)

(2) O mosquito era o menor animal impuro que constava nas leis de restrições alimentares do Antigo Testamento: “Mas todos os outros insetos que voam, que têm quatro pés serão para vós outros abominação” (Levítico 11:23). Isso fazia com que os fariseus tivessem o hábito de coar suas bebidas para que não ingerissem um animal imundo e transgredissem essa lei.

Leia também: O que significa imundo na Bíblia?

(3) Já o maior animal impuro que constava nas leis de restrições alimentares era o camelo: “Destes, porém, não comereis: dos que ruminam ou dos que têm unhas fendidas: o camelo, que rumina, mas não tem unhas fendidas; este vos será imundo…” (Levítico 11:23). Esse era um animal mais fácil de se ver, bem grande e que não era tão fácil engolir como um pequeno mosquito.

(4) Jesus usa, então, a figura desses dois animais para apresentar uma lições forte aos fariseus. Coar um mosquito e engolir um camelo significa que os fariseus haviam perdido o sentido de proporção, ou seja, se preocupavam demais com coisas insignificantes como um mosquito, mas não tinham a mesma preocupação com aquilo que era muito maior, que representava pecados terríveis como a hipocrisia, a desonestidade, a crueldade, a ganância, etc. em suas vidas. Coisas grandes e imundas tal qual um camelo. Jesus não estava dizendo que pequenos erros e pecados estavam liberados, antes, que não adiantava tanto rigor em alguma áreas da vida (coar um mosquito) quando não existia nenhum rigor para outras áreas mais importantes (engolir um camelo). O que está em vista aqui é a hipocrisia. Diante das pessoas eles faziam questão de mostrar que estavam coando as suas bebidas para não ingerir um mosquito, mas dentro do estômago deles estava uma quantidade enorme de “carne imunda”.

(5) Dessa forma, os fariseus são acusados por Jesus de serem seletivos naquilo que “coavam”, ou seja, eles faziam apenas aquilo que queriam, com objetivos políticos, e não aquilo que Deus exigia deles em sua totalidade. Eles passaram a se considerar os donos da lei de Deus, como se eles tivessem autonomia para dizer o que devia ou não ser cumprido. Pelas suas peneiras não passavam um mosquito, mas o que chegava ao seu estômago era o maior animal impuro. Suas peneiras eram falhas. Essa é uma advertência a todos nós! Devemos viver a nossa vida tomando o cuidado para não sermos hipócritas.

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

Compartilhe a Bênção:


> Curso Livre Bacharel em Teologia - Sem mensalidades e 100% online (vagas abertas - clique)

Recomendado Pra Você

Tem 33 anos, ama escrever e estudar a Bíblia Sagrada. Escreve artigos aqui no Blog Esboçando Ideias há mais de 7 anos. É membro da Igreja Presbiteriana Bela Jerusalém, onde atua como presbítero, líder do louvor e professor da Escola Dominical. É o autor do Método Como Ler a Bíblia e Entendê-la Mais Facilmente e do Manual Bíblico das questões difíceis da Bíblia. O presbítero André Já escreveu mais de 1200 artigos neste blog. Contato: andre@esbocandoideias.com

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

7 comentários

  • Jeferson Santos disse:

    Muito boa essa explicação! Parabéns presbítero!!

    Responder
  • alexandre gomes lourenço disse:

    muito bom entendimento sobre o significado de coar mosquito e engolir camelo muito obrigado por este estudo pb André

    Responder
  • Antónia Marta Reis Esteves disse:

    A cada lição aprendo cada vez mais. Deus lhe `^e muita sabedoria e o seu dom de ensino esteja sempre com a tocha acesa. Muito obrigada por esta lição . Antónia Marta Reis Esteves

    Responder
  • adailton cruz disse:

    muito bom o conteúdo do estudo. enriqueceu meu conhecimento. muito obrigado . Pb Adailton

    Responder
  • Fabio Junior Rodrigues Mendes disse:

    Ótimo bem explicado

    Responder
  • Zulmara Melo Potenza disse:

    muito interessante e facil de entender o que me parecia muito complicado,adorei valeu parar um pouquinho para ler

    Responder
  • Aldenora Oliveira de Carvalho disse:

    Gostei desta explicação. Bateu com o que eu entendia sobre o mesmo.

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.