Ilustrações Cristãs: Você é um crente porco-espinho?

Postado por em: Esboços e Ilustrações Quer receber os estudos bíblicos do Presbítero André gratuitamente em seu e-mail? Vagas limitadas, não deixe para amanhã, Cadastre-se grátis (em 30 segundos) clicando aqui

Conta a história que num momento de grande crise um grande grupo de porcos-espinhos migrou para uma determinada região em busca de alimento e melhores condições de vida. Viveram um bom tempo com tranquilidade, até que chegou o inverno. Aquela região registrava temperaturas muito abaixo de zero, e eles não sabiam.

Todos os dias, por causa do forte frio, um porco-espinho morria. A tristeza entre eles era muito grande, pois não sabiam o que fazer para resolver aquela situação, já que o inverno acabara de começar e eles não tinham como sair dali e migrar para outro local naquele momento.

Ilustrações Cristãs: Você é um crente porco-espinho?

Foi então que o porco-espinho mais ancião do grupo convocou uma reunião com toda a comunidade. Ele disse:

– Encontrei uma solução para que mais ninguém do nosso grupo morra!

Todos festejaram e se alegraram com a notícia.

Veja também:
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui)
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui)
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui)
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui)
- Outros Materiais (Comece aqui)

– Temos que aproveitar o calor do corpo um do outro, assim ninguém irá morrer de frio. Se cada um de nós ficarmos bem perto um do outro, o nosso calor esquentará o nosso irmão e o calor do nosso irmão esquentará a nós, explicou o porco-espinho ancião.

Logo a noite caiu e eles foram se organizando, e se achegando um perto do outro. Realmente o calor um do outro fazia muita diferença. Naquela noite nenhum porco-espinho morreu por causa do frio terrível que fazia.

No entanto, no outro dia, nenhum porco-espinho queria mais ficar próximo de outro, pois quando estavam próximos eles se aquentavam, é verdade, porém, os espinhos que tinham acabavam causando alguns ferimentos um no outro. Todos saíram com algumas feridas naquela noite.

Mais uma noite caiu e o frio veio forte com ela. Porém, com medo de serem feridos, cada porco-espinho preferiu ficar longe do outro. Naquela noite ninguém se aproximou.

O que aconteceu naquela noite foi a morte de dezenas de porcos-espinhos, que preferiram a distância um do outro a suportar os pequenos ferimentos dos espinhos do companheiro, que feriam sim, mas que também os mantinha vivos e protegidos do forte frio.

No outro dia, todos à uma fizeram um pacto de sempre ficarem juntos e suportar com perseverança as adversidades e os ferimentos que sofriam e causavam uns nos outros, mas que os mantinham vivos contra as adversidades da vida.

Como crentes precisamos aprender a ser como esse grupo de porcos-espinhos. Precisamos aprender a conviver com os defeitos uns dos outros e com as eventuais feridas causadas e recebidas, pois a união é sempre mais benéfica do que a separação.

Mais Estudos Bíblicos (clique para ver):

Compartilhe a Bênção:


> Curso Livre Bacharel em Teologia - Sem mensalidades e 100% online (vagas abertas - clique)

Recomendado Pra Você

Tem 33 anos, ama escrever e estudar a Bíblia Sagrada. Escreve artigos aqui no Blog Esboçando Ideias há mais de 7 anos. É membro da Igreja Presbiteriana Bela Jerusalém, onde atua como presbítero, líder do louvor e professor da Escola Dominical. É o autor do Método Como Ler a Bíblia e Entendê-la Mais Facilmente e do Manual Bíblico das questões difíceis da Bíblia. O presbítero André Já escreveu mais de 1200 artigos neste blog. Contato: andre@esbocandoideias.com

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

9 comentários

  • Jeferson Santos disse:

    Amém!! Que as nossas diferenças ou erros não nos afastem e que possamos nos deixar tratar pelo espírito santo!!

    Responder
  • Marili disse:

    Que bênção essa ilustrações, muito bom..

    Responder
  • Joilson disse:

    É verdade! Hoje o crente tá mas contente em derrubar seu irmão que pega em sua mão. Muito Pr André

    Responder
  • Edno alves disse:

    É mais que importante a união, ser ferido muitas da vezes nos mostra realmente quem somos, se suportamos nossas emoções, do, ferida e até mesmo serve para entendermos o grau de perceverança temos com relação ao nosso objetivo. Devemos sim, suportar para amar. a gratificação santa é inevitável.
    abcs.
    Edno alves, Boa Vista-RR

    Responder
  • Nisvaldo Cardoso Dantas disse:

    muito bom e uma lição para a queles crentes que pensão que só eles podem fazer tudo sem ajuda do outro devemos estarmos todos unidos, ajudando uns aos outros na maneira do possivel

    Responder
  • luana Kelly de moraes disse:

    Eu era uma crente porco espinho.mas hoje eu me entreguei verdadeiramente a Cristo e eis que tudo se passou as coisas da velha mulher ja não existe mais em mim e eis que tudo em minha vida Cristo se fez novo e nova criatura em Cristo jesus,Eu sou,Aleluia,glorias a Deus nas alturas bendito é o nome Santo do Senhor meu Deus

    Responder
    • rosangela alves disse:

      eu ainda sou porco espinho,triste mas sou. dentro da igreja e na minha familia tbm,mas quero muito mudar! como faço para acançar essa libertacao?

      Responder
  • antonio Gentil da Costa Lopes disse:

    Prezado irmão André: Graça e paz !
    Admiro muito o seu trabalho e tenho recomendado o seu blog e o curso teol. oferecido…Deus continue abençoando sua vida, familia e trabalho…
    pr.A.Gentil

    Responder
  • Danielle disse:

    Muito Bom !

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.