O que significa a mulher ser submissa ao marido?

Postado por em: O que significa isso?

Já vi grandes abusos acontecerem pela falta de entendimento das passagens bíblicas que orientam a respeito da mulher ser submissa ao seu marido. Alguns maridos usam o termo para submeter suas esposas a humilhações como se elas fossem uma espécie de escravas. Já ouvi histórias de maridos “cristãos” que faziam até exigências sexuais às suas esposas – contra a vontade delas – sob a alegação de que elas devem obediência plena a eles segundo está na Bíblia. Existe também o lado das mulheres que simplesmente ignoram a ordem bíblica, ou mesmo preferem nem conhecer seu real significado, torcendo o nariz para essa tal “submissão”, que parece mais algo machista que algum homem colocou na Bíblia.

o-que-significa-a-mulher-ser-submissa-ao-marido

O fato é que nenhuma ordem bíblica traz mal ao ser humano (é claro que se obedecidas de acordo com seu real significado). Assim, conhecer o real significado dessa expressão e colocá-la em prática será de grande bênção para o casal e para o lar. Vejamos, então, o que significa a mulher ser submissa ao marido:

A orientação do Senhor a respeito da submissão da mulher ao marido está registrada em vários versículos na Bíblia (1Pe 3.1; 1 Pe 3.5; Cl 3.18; Ef 5.22; Ef 5.24). Vou destacar aqui esse verso: “Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido.” (Efésios 5.24).

A comparação feita entre a submissão da igreja a Cristo e a submissão da mulher ao marido é perfeita para explicar o que realmente significa essa submissão. Porventura, seria algo ruim, como igreja, estarmos submissos a Cristo? Não nos sentimos protegidos Nele, não sentimos prazer em fazer a Sua boa e perfeita vontade, em cooperar com Sua missão? Não confiamos na ação Dele e fazemos de tudo para agrada-Lo? Ele não é a nossa direção, nosso líder maior, nosso exemplo? Servir a Cristo não é uma das melhores satisfações que a Sua igreja pode viver? Não é uma bênção, ainda que possa haver tribulações envolvidas?

Pois bem, esse é o exemplo máximo de submissão que deve haver dentro do casamento! O marido, tal qual como Cristo diante de Sua igreja, deve ser o líder do lar. Deve ser amável, atencioso, respeitoso, abençoador, protetor, sustentador, aconselhador, etc, com sua submissa esposa. Essa é a missão que Deus deu ao homem dentro de seu lar, esse é o seu lugar. Qualquer atitude violenta ou não amorosa não cabe aqui. A Bíblia diz aos maridos: “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela” (Efésios 5.25). A pergunta que fica é: Qual esposa não se sentirá amavelmente impelida a ser submissa a um marido que a ama como Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela? Esse é o segredo da submissão bem sucedida!

A esposa deve tal qual como a igreja, se submeter à liderança do marido dentro do lar, cumprindo o propósito tão bem especificado em Gênesis 2.18: “Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea.”. A esposa deve ser uma amorosa auxiliadora, cooperando com a liderança – e missão – de seu marido para a edificação mutua. Lembrando que esse fato não faz da esposa maior nem menor que seu marido, pois ambos foram feitos à imagem e semelhança de Deus (Gn 1.27).

Partindo agora para uma pequena análise do termo “submissa” empregado na Bíblia, vemos que a palavra grega usada é “hupotasso” e é formada por duas outras: “hupo”, que significa “sob”, e “tasso”, que significa “colocar em ordem, organizar”. A expressão completa significa algo como “estar sob a liderança de alguém que organiza, de um líder”. Assim, até na aplicação da palavra, o marido é reconhecidamente identificado como o líder dentro do lar e a submissão da esposa uma realidade abençoada para o bom andamento do relacionamento e do lar. O termo não sugere uma relação de obediência cega e à força, mas de boa vontade, voluntariamente e para um bem comum.

O termo “hupotasso” também era usado como um termo militar grego que significava “organizar [divisões de tropa] numa forma militar sob o comando de um líder”. Em um uso não militar, era “uma atitude voluntária de ceder, cooperar, assumir responsabilidade, e levar um carga”.

Assim, a submissão bíblica da mulher nada tem a ver com inferioridade e nem com o homem ser o “bam-bam-bam” no relacionamento, tratando sua esposa como um objeto. Antes, significa cooperar mutuamente, cada um em seu papel para um bem comum, que é a edificação do lar e de cada um em amor. Dessa forma, deixo um desafio aos casais na aplicação bíblica da submissão:

Esposas, sede submissas ao próprio marido, como convém no Senhor. Maridos, amai vossa esposa e não a trateis com amargura.” (Colossenses 3.18-19)

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

78 comentários

  • KENIA TEIXEIRA disse:

    BOA NOITE!
    DEUS ABENÇÕE PELAS MENSAGENS ABENÇOADAS!
    TENHO COMPARTILHADO CADA UMA DELAS E DIVULGADO AS,ISSO TEM FEITO COM QUE MUITOS SE ALERTEM E CONHEÇA MAIS DO SEU BLOG.
    SHALON AMADO!
    KENIA.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Kenia.

      Responder
      • Afonso lopes da silva filho disse:

        essa palavra submissao estar sendo trocado por omilhação Jente submissão é vc fazer a vontade de oltra pessoa e satanas tem colocado essa palavra na mente das mulheres, Deus deixou uma missao pro homem e tam bem deixou uma missão pra mulher anbus os dos tem um mesmo papel que é obdecer Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao SENHOR; Jesus foi obediente a Deus Filipenses 2:8 E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Jesus negou a se mesmo pra fazer a vontade de seu pai Jesus fez a vontade de Deus a sim a mulher tem que fazer pro seu marido só que tem um porem que no meio dessa subimissão tem que ter o amor, Cristo fez tudo isso porque nos amor, o marido da mesma forma…

        Responder
    • José Alberto filho disse:

      caro amigo desculpe a discordancia, mais o ato de submeter-se é isso aqui, segundo o dicionario Aurélio Submissão é:
      Submissão:
      s.f. Ato ou efeito de submeter. / Obediência voluntária; sujeição: submissão perfeita. / Humildade, humilhação, passividade, subserviência: falou com toda a submissão que o caracteriza.
      submeter-se na realidade é tão somente o ato de obedecer cegamente, ou você vai discorda do dicionario

      Responder
      • Elinete Castro Reis disse:

        Boa noite, gostaria de saber mas sobre submissa!!! As vezes as pessoas confunden o que é submissão,,, submisso a que e a quem?

        Responder
      • Lígia disse:

        Com certeza se amar sua esposa como Cristo amou a Igreja não ser rude, ignorante, bruto, indelicado, sem educação, ser verdadeiramente for o provedor, carinhoso, amoroso…. sua esposa terá o prazer de ser submissão segamente… além da Bíblia ela vai concordar ate com o dicionário. Uma dica leia o livro o poder do marido que ora, será uma bênção em sua vida e sua esposa lhe retribuira tudo com o máximo de submissão mesmo que seja cegamente.

        Responder
  • Karolayne disse:

    Sempre tive dúvidas sobre essa parte da Bíblia. Foi muito esclarecedor! :) Obrigada.

    Responder
  • Mônica Layandra disse:

    Que site maravilhoso que encontrei para tirar minhas duvidas, Deus é lindo mesmo obrigado, desejo que Deus possa sempre inspirar o André Sanchez, para esta postando mensagens e falando do seu amor eterno para aqueles que o desejarem, fica com Deus abraços.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Mônica!

      Responder
      • Cíntia disse:

        Obrigada pela explicação. Só queria que meu marido entendesse também e que me amasse tal quanto eu sou submissa a ele. :(

        Responder
  • Rebeka disse:

    Gostei da explicação.. Vou repassar.

    Responder
  • Itamar Carrijo disse:

    Uma interpretação bem simples também é que “submissão” é uma missão complementar. Existe a missão, que foi dada ao homem e a “sub” missão que foi dada à sua cooperadora, ajudadora … enfim, a esposa.
    Ambos com suas missões, ele com a principal e ela com a complementar, estão a serviço do Senhor.
    Bom artigo. Parabéns.

    Responder
    • Leandro Santi disse:

      Desculpe Itamar, acho essa interpretacao errada e ja vi ela ser usada como meio de manipulacao por pastores., dizendo: “mulheres vcs tem que ser submissas aos vossos maridos, entao perguntem para eles qual e a sua missao”, trocando em miudos vc deve ser submissa ate a hora que ele falar vamos mudar de igreja. Claro que sei que nao foi a sua intencao no seu comentario, so achei que seria hipocrita da minha parte nao comentar, uma vez que lutei muito contra isso.

      Responder
    • Iceman disse:

      Não concordo que cada um tenha sua missão.
      Submissão significa “sob a mesma missão”.
      Logo, tanto o homem quanto a mulher estão debaixo da mesma missão, que é servir a Cristo.

      Responder
    • Lindalva Cordeiro Lopes disse:

      Nem o homem nem a mulher possuem missão principal, pois se são uma só carne, não há como dizer que um possui missão principal ou mais importante, são missões diferentes, mas iguais em importância. O homem precisa reconhecer que a mulher, como ele, é cristã, humana, e precisa respeitá-la, não se considerando o mais importante, o principal, pelo contrário, se preciso for precisa literalmente entregar a vida pelo bem e salvação da esposa.

      Responder
    • Lindalva Lopes disse:

      Porque a da mulher precisa ser a complementar e a do homem a principal, é essa concepção machista que tem trazido tanto sofrimento e violência doméstica, até nos meios cristãos, vamos acordar, gente.

      Responder
  • Silvia Helena disse:

    Seria muito bom se ambas as partes conseguissem cumprir esse mandamento, muita coisa melhoraria. Um abraço e que Deus te abençoe.

    Responder
  • renata disse:

    Ah, andré! Eu oro à Deus por esse homem! Esperar no Senhor é a melhor coisa!

    Responder
  • Ironildo francisco disse:

    Ironildo francisco em 16 03 2013 ás 18:44 disse
    eu gostei da tema. e do esboço. Deus continue
    te abençoando, André

    Responder
  • sandra disse:

    Na minha casa eu mando e meu marido obedece kkkk ¨´brincadeirinha´´ eu prometi ao SENHOR que seria submisa ,mais so que ele nao quer ser o lider.. eu que tenho que tomar decisoes etc.. ele nao é capaz se quer de dar uma opiniao ): tudo é tipo assim: do jeito que vc fizer esta bom,o que vc decidir esta perfeito… ex: o que vc gostaria de almoçar hj? qualquer coisa que vc cozinhar ta otimo quem aguenta isso? :)

    Responder
    • evandro dos anjos santos disse:

      querida que a paz do senhor seja com vosco,quanto ao que você escreveu eu acredito que você deva dar graças a Deus pelo seu marido lhe dar este direito de você decidir.porque eu conheço mulheres que gostariam de ter ao menos um pouquinho deste direito de escolha e não tem.

      Responder
    • ronne disse:

      Foi assim que Adão se ferrou e acabou ferrando toda a humanidade…

      Responder
  • pr. paulo disse:

    100 deixar dúvidas. parabéns

    Responder
  • leonardo disse:

    Gostei tirei muitas duvidas.parabens!

    Responder
  • Fiel Guerreiro de Deus disse:

    Uma benção esse texto para tirar todas as dúvidas relacionado ao tema.

    Responder
  • Messias José da Silva disse:

    Olá irmão André que o Senhor Jesus continue abençoando-te ricamente e que a sua infinita graça permaneça sobre a sua vida e família. Tenho sido abençoado através de seus estudos. Deus lhe bendiga.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Messias! Deus seja contigo também!

      Responder
  • leandro disse:

    o ESPÍRITO NÃO TEM SEXO. entre homem e mulher não hierarquia meus filhos.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Não entendi bem sua colocação.

      Responder
  • Lane de Oliveira disse:

    MUITO BOA AS EXPLICAÇÕES , DEUS CONTINUE ABENÇOANDO SUA VIDA.

    Responder
  • Roseni da silva sanches disse:

    perfeito muito bom submissa é estar de baicho da mesma missão

    Responder
  • fabiana disse:

    Obrigada pelas explicações e maneiras de se submissa vou ser obediente ao senhor como já sou e tentar ter mais sabedoria com suas idéias. Amem que deus continue te abençoando e te usando. Amem

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Por nada, Fabiana!

      Responder
  • Daniel Martins disse:

    Bem legal esse texto, gostei. Que o Espírito Santo te ilumine ainda mais.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Daniel!

      Responder
  • Márcio disse:

    Hoje em dia, mulher faz faculdade, mulher trabalha, revoluciona. Não pode haver hierarquia no casal, decisões devem ser tomadas juntas, pois ambos podem estar capacitados seja profissionalmente ou espiritualmente.Se a esposa fica em casa e o homem trabalha colocando sustentando para a familia, é normal que a maioria das decisos sejam tomadas por ele… q ele tenha a palavra final, porém, para decisões que a mulher for melhor capacitada, ela é a indicada para dar o veredito na relação.

    Responder
  • Luciano ferreira santos disse:

    Olá André, o homem nos dias de hoje, tem tido um papel difícil em compartilhar suas necessidades a sua companheira, e muitas vezes a mulher ainda sendo agradada, amada, respeitada, tem um entendimento um tanto diferente do que diz submeter-se ao seu marido, principalmente quando ela trabalha secularmente, vejo que o trabalho do homem em traduzir esse conceito de amar a esposa como Cristo amou a igreja, nos dias de hoje tem atrapalhado muito na caminhada cristã, vejo que se os dois orarem e se submeter ao Senhorio de Cristo com certeza a submissão será um prazer, não uma tortura. AMAR E RESPEITAR TEM QUE CAMINHAR JUNTOS.

    Responder
  • SERAFIM ALFREDO disse:

    Esplicacao sabia, continua meditano na Escritura sagrada. Amado. Jesus te ama

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Serafim

      Responder
  • Erica Silva disse:

    Olá irmão, prazer primeira vez que venho e adorei o post!
    você permite que eu o compartilhe em meu blog?
    http://preciosamudanca.blogspot.com.br/
    De qualquer maneira muito obrigada pela explicação.

    Responder
  • Thaynná Dias disse:

    isso é muito bom , cada dia que passa to sendo a melhoor esposa pro meu marido!
    tudo é bem melhor quando Deus o nosso Senhor esta si agradando com nosso comportamento .. eu tambem recomendo colocar tudos essas ajudas em pratica e os homens tambem pois isso ira mudar muita coisa em seu relacionamento , porque toda açao a uma reaçao si vc tem uma açao boa com sua esposa tera uma reaçao excelente com você !
    - FIQUEM NA PAZ DO SENHOR JESUS .

    Responder
  • regina disse:

    assistir a um filme evangélico,e gostei muito,se chama À prova de fogo.
    me parece que ele esclarece visualmente algumas dessas citações.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Muito bom esse filme, assisti também!

      Responder
  • Jose antonio do n barbosa disse:

    Jose Antonio. Abençoado Andrer tu es mesmo um homem de Deus. Ontem acabei de perder minha esposa por ela nao asceita a subemisao.ela me falou q nunca ira ser subemisa a ninguem. ha mesma falar q e dona do propio nariz eu venho orando por ela ha 5 anos e continuarei independente de esta com ela ou nao! pois foi a misao q o Senhor me deu. eu vir o fime Aprova de fogo e comprei e a convidei ha acistir ela ate chorou ,mais nada mudou;

    Responder
  • jaelson disse:

    Eu também gostei muito desse site,tem palavras de luz e conhecimento, que são de extrema importância pra nossa vida espiritual,Deus abençoe..

    Responder
  • nilce disse:

    Submissão não pode ser imposta e sim oferecida ao marido!!!!!!

    Responder
  • nilce disse:

    Entendi que submissão não pode ser imposta pelo marido …ela é oferecida pela mulher!!
    Penso que antes é necessário o acordo!!!!

    Responder
  • Cryslane Ferreira disse:

    Muito sabia a mensagem
    ..!!

    Responder
  • George José disse:

    Que o Senhor te abençoe grandemente cada dia mais.. amém

    Responder
  • Quénia disse:

    Bom dia.Pois é por meu noivo não me achar submissa a ele que nossa relação de 4 anos está acabando.Ele acha que devo obedecer a ele,ter as mesmas opnioes e ser a favor de tudo o q ele faz sem retrucar .

    Responder
  • Fernando Roque Dos Santos disse:

    Ótima colocação e entendo que isto tudo também é questão de discernimento e sabedoria. Que o Senhor nos abençoe nos dando a cada dia ainda mais sabedoria e discernimento, neste mundo onde infelizmente as as “0fertas” desagradáveis são fartas.

    “Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.”

    Efésios 5.28

    Responder
  • Nunes disse:

    A Paz do Senhor !
    Estou iniciando o conhecer do seu blog e o primeiro impacto é favorável, pois gostei da sua explicação, muito sábia e agradável de ler. Continuarei visitando e lendo seus artigos. Obrigado pela atenção. Deus continue abençoando seu ministério.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Que bom que gostohttp://www.esbocandoideias.com/wp-admin/edit-comments.php?comment_status=moderated#comments-formu, Nunes!

      Responder
  • Pambo disse:

    que Deus continue te abençoando em tudo…

    Responder
  • [email protected] disse:

    Quando a Bíblia diz; mulher sede submissa aos seus próprio marido como no Senhor
    Eu entendo que nós mulheres temos que ser submeter o esposo como Deus quer e não como o homem quer .Por que o homem eles se acha dono da mulher, e nós somos propriedade de Deus e não do homem.
    Muitas vezes o homem faz coisas errada e ainda poem a mulher pra ser cúmplices.

    Responder
  • David da Silva Santos disse:

    Entre os benefícios de ser submisso está a vantagem de que quem é o líder é o primeiro a ser chamado às responsabilidades, ou seja, se o liderado erra o primeiro a levar bordunada é o responsável. Em se tratando de Evangelho o Senhor repreende os que ama.

    Mas também tem a premissa do mais capaz, tem lar onde a mulher é destacadamente mais inteligente e capaz, dai que se, pela inteligencia a palavra dela se sobrepõe a do marido não vejo transgressão alguma sobre o mandamento.

    Mas a população carece é de exemplos, vejam no vídeo abaixo um bom exemplo do que é dois numa só carne

    https://www.youtube.com/watch?v=amIVV-5K8DA

    Acho que quem precisa ser submisso é somente quando não reina harmonia perfeita, ai um tem que ser o “mandachuva”.

    Responder
  • David da Silva Santos disse:

    O princípio fundamental da convivência entre o casal é a atração sexual, não adianta os dois serem cristão, ter boas intenções e compreenderem bem os mandamentos de Cristo, se não houver a química a relação não se susterá.

    Então acho que todo transtorno conjugal parte do pressuposto de que a se química não é forte o suficiente nem a mais brilhante e espiritual inteligência fará o casamento dar certo.

    Entendo que ser dois numa só carne implica ajustar toda a gama de ser de cada uma das partes a fim de ser um só pensamento, uma só decisão e um servindo o outro conforme acordo mútuo e de acordo com as Sagradas Escritura, mas estes mandamentos são para pessoas sem parámetros, visto que tem casal que vive o mandamento mesmo sem saber explicar o que está escrito ali ou lá, veja o vídeo:

    https://www.youtube.com/watch?v=amIVV-5K8DA

    Por isso mesmo penso que muitos cristão erram ao escolher uma mulher/homem de acordo com mandamentos e não baseados no sentimento de atração entre os sexos, depois da atração, e não tentação deve-se observar se a parte atraente poderá cumprir com mandamentos e assim firmar relação.

    Observá-se que o Evangelho tem convertido casais incompatíveis em lares de amor e boa convivência cristã.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      “O princípio fundamental da convivência entre o casal é a atração sexual” – Discordo dessa visão. O amor é o ponto fundamental. Uma relação pode permanecer de pé e saudável sem sexo, mas não sem amor.

      Responder
      • David da Silva Santos disse:

        Sim, sem amor nenhuma relação sobrevive e o amor é o fim de todas as coisas, mas quando não existe atração sexual a coisa fica feia.

        Vivem em amor de irmãos. Não disse que não seja o amor, mas a ignição do amor é a atração física.

        A caridade por exemplo é guardar os mandamentos de Jesus e o que torna o fardo leve e o jugo suave é o amor. Sem amor não se guarda nada, mas a base neste caso é o temor de Deus quem gera o amor aos mandamentos.

        Quando um homem chega perto de uma mulher e não sente atração por ela ou vice-versa então o amor máximo é o de irmãos na fé se for cristão. Sem amor a mulher ou homem vira objeto, mas jamais se constitui família sem que aja profunda e abençoada atração física entre o casal.

        Dai que a atração física dá ignição a um amor que com o passar dos anos tende a suavisar o sexo, mas não a sexualidade e o casal vive sem sexo, mas nunca como irmãos apenas. Por isso tem tantos divórcios, a pessoa fala que é incompatibilidade de gênio, que arranjou alguém melhor, e o David matou Urias, e tantos outros exemplos e por qual razão? Amor? Meio difícil. A base tanto da benção quanto da maldição matrimonial é a atração física, sobre isso se constrói tanto o bem quanto o mal.

        Mas o amor está presente, mesmo que seja amor ao mal.

        Responder
  • Laura disse:

    Eu juro pelo meu feminismo que NUNCA, de forma alguma, serei submissa a homem algum! Realmente, Deus me perdoe, mas aqui é um grande encontro de ignorantes machistas!

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Laura, faça como quiser.

      Responder
    • David da Silva Santos disse:

      É uma pena que a Laura pense assim, obedecer é muito bom, eu sou barbeiro e obedeço de bom grado meus clientes, obedeço meu filho quando me pede alguma coisa, obedeço os ministros da minha denominação, sou submisso aos meus amigos e assim por diante.

      Acho que a Laura não compreendeu como funciona a doutrina do manda quem obedece. Por ser alguém sempre disponível quase tudo que digo é sempre tido como verdade quase absoluta pois devido a esse comportamento as pessoas tem dificuldade de me dizer não.

      A obediência não pode ser amarga e é uma das bases da salvação da alma, para ser fiel é necessário obedecer.

      Existe uma face da obediência que é detestável, quando alguém usa dela para subjugar e maltratar, ai, cara Laura, estou contigo e não abro.

      Responder
      • Lindalva Lopes disse:

        Você disse que obedece a todos, menos sua esposa, viu como é um machismo enraizado, podemos obedecer todos, mas uma mulher amada, não, a velha mentalidade da sujeira e inferioridade presente na figura feminina. Por que não dizer, por amor, já obedeci minha esposa, quando ela quis viajar para aquele lugar, ou quando ela preferiu almoçar naquele domingo na casa da mãe dela e não na casa da minha mãe. Fica claro o machismo, obedeço todo mundo, mas minha mulher nem pensar, faço o contrário do que ela quer, só para mostrar quem manda. É essa mentalidade que tem minado tantos casamentos.

        Responder
  • shirlei disse:

    Bom dia a todos. Andre tire uma duvida minha. tenho 31 anos sou casada não no civil, tenho 3 filhos que não e do meu esposo e ele tem 5 filhos que não e meu. convivo com ele a 5 anos eu tive decepçoes anteriores e ele entendeu que a vida que ele tinha não era certa, então unirmos, quando eu o conheci ele morava de aluguel em um barraco, e eu morava com minha mãe, observando como o mundo esta hoje, comecei a ir pra igreja adventista do 7 dia e adquirir sabedoria pra levar meu relacionamento adiante pois estava cansada de perder, ao longo do tempo me submetir pra ele pra servir de inspiração e conservação conquistamos 1casa 2 carros e uma loja (eletrica) pra conquistar a loja abri mão do meu carro e ele continuou com o dele pois alguem tinha que ceder pra vida melhorar, agora eu não aguento mais a vida que levo com ele, pois ele nunca foi pra igreja comigo, para adquirir sabedoria então agora ele me faz de escrava, so me pom defeito tenho que dar conta da loja e da casa e das crianças, me cobra roupa passada, sempre coloquei a mesa, mas agora estou cansada, ele não levanta do sofa nem pra pegar uma caneta, ele trabalha fora tambem, mas sempre ele nunca deixou faltar nada e eu nunca falhei como uma boa dona de casa de um tempo pra ca ele so me julga e me pom defeito e cobra as coisas estou me sentindo um pano de chão. o que fazer ele ta todo bam,bam,bam e me trata do tipo se não da conta pede pra sair. o que eu faço

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Shirlei, penso que o diálogo seja a primeira providência a tomar. Escolha um bom momento em que os dois não estejam envolvidos no estresse doa dia a dia e converse sobre o assunto. Ore bastante antes disso para que Deus abra amente dele para te ouvir.

      Responder
  • Lindalva Cordeiro Lopes disse:

    Submissão não é uma via de mão única, ela só é possível se o cônjuge fizer o seu papel de se doar, amar de forma total sua esposa, caso contrário transforma-se em opressão, uma pobre mulher vítima de um marido autoritário, mandão. Recentemente vi vários vídeos que falam da violência contra a mulher nos meios cristãos, dentro das Igrejas. Inclusive, uma pastor evangélico que fazia programas de rádio pregando o evangelho, e em casa batia na mulher. Essa postura advém de uma concepção equivocada da superioridade do marido, que segundo essa visão, tem poder, por ser o cabeça, de dar sempre a última palavra, mesmo que seja à custa de empurrões, bofetões e outras agressões. Por isso é necessário que haja pregações, como faz o pastor Cláudio Duarte, que fale da compreensão mútua, do entendimento e amor entre casais, sem ficar falando em submissão, pois os homens menos informados não entendem, acham que é carta branca para desmandos e autoritarismo. Assisti todos os vídeos do pastor Cláudio Duarte sobre casais e casamento, nunca o ouvi falar que mulher precisa ser submissa ao marido.l

    Responder
  • Lindalva Cordeiro Lopes disse:

    Essa história de submissão, mal interpretada tem gerado uns absurdos, que com certeza, você que deve ser pai de uma menina, não gostaria para sua filha. Esses dias assistindo um vídeo no youtube vi um programa que abordava esse tema, havia um casal de pastores apresentando, duas mulheres religiosas, pelo jeito bem sucedidas e um pastor como debatedores. As mulheres falaram coisas tão absurdas e deturpadas sobre submissão, que até o pastor convidado, um homem de bom senso, ficou constrangido, pois com certeza não seria isso o que ele desejaria para as mulheres de sua família. Uma delas falou que para usar o computador pede autorização ao marido, que impõe o tempo que ela pode ficar. E ela imitava o jeito que ele dizia com grosseria, “daqui a pouco”, “agora pode parar, já deu”, um absurdo, como se ele fosse uma criancinha, que precisasse ser disciplinada, uma mulher de mais de 40 anos. A outra uma jovem disse que era chefe em uma grande empresa, mas ao chegar em casa, tinha que obedecer o marido em tudo, e sempre perguntava para ele se estava sendo submissa ou não, e ele com cara feia, sempre dizia que ela precisava melhorar. Achei isso um absurdo, duas mulheres se colocando como se fossem tapetes, e o homem, o pastor, falou de submissão de forma diferente, como troca, marido e mulher se entendendo, entrando em acordo. E as duas pareciam duas songas, fiquei revoltada.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Realmente submissão bíblica não é isso

      Responder
    • Yara Rodrigues disse:

      Isso também me deixa triste, Lindalva. Pessoas que não interpretam o que a palavra de Deus realmente diz e só ficam aceitando esse tipo de situação, concluem que a mulher é capacho de homem. Os conjugues dessas mulheres fazem delas de gato e sapato e elas se conformam com isso, acabam entendendo que a esposa é pra ser pisada e usada conforme os desejos do marido. Lamentável.

      Agora fiquei curiosa pra saber qual vídeo você viu.

      Responder
      • Lindalva Cordeiro Lopes disse:

        Prezada Yara, o vídeo está no youtube está dividido em quatro partes, chama-se “Afinal, o que a bíblia diz sobre a submissão? 1/4, 2/4, 3/4 e 4/4. Um forte abraço.

        Responder
  • daniel disse:

    que saber da realidade, se vc suporta ficar sózinho sem pecar, nao case, é melhor que viver sofrendo brigando e com uma pedra no so seu sapato chamado conjuge a vida toda…

    Responder
  • Cláudio Pirovano disse:

    Do jeito que eu entendo tudo isso é… a mulher tem o direito a sua opinião e como ajudadora deve de dar a sua opinião, o homem como cabeça deve de levar a DEUS em oração e ver se a opinião dela que prevalecerá ou a dele. Por exemplo quando Sara disse para Abrãao mandar Agar e Ismael embora. Abrãao não gostou muito, mas DEUS mesmo falou para Abrãao que Sara estava certa, mas que ELE cuidaria de ambos. Então às vezes a mulher pode estar certa, mesmo que soar absurdo como o citado acima. O homem como líder tem que procurar o Senhor ou pode acabar como Salomão que deixou suas mulheres trazerem deuses estranhos e depois Salomão com toda a sua sabedoria acabou fazendo o que elas queriam e não o que DEUS queria, Sansão também revelou o seu segredo a Dalila e ele pagou um preço alto…o homem é sim o líder…como ele deve dar a sua vida pela sua esposa, então dar a vida é algo extremo, então lavar uma louça de vez em quando, varrer o chão, passar um pano, colocar roupa para lavar e secar em vem quando não é nada se comparar em dar a sua vida, poxa Cristo sendo o líder não lavou os pés dos apóstolos?, ele não deixa de ser homem ou líder se fizer essas coisas, e sobre mulheres sendo líderes, bom Cristo não elegeu nenhuma mulher para ser ApostólA, poderia ter elegido sua mãe Maria ou Maria Madalena, mas não O fez . Creio que podem sim pregar a Palavra serem missionárias e tal…mas liderar não. E a mulher ser submissa ao marido como a Igreja é a Cristo…bom tá claro de quem é a última palavra na igreja, ou seja é a de Cristo, então a última palavra é a do marido, a mulher gostando ou não.

    Responder
  • Michaele disse:

    Bom, venho pedindo a misericórdia de Deus para aceitar essa palavra, essa é a unica na bíblia que me deixa meio triste. Realmente não entendo. Para um homem é mais fácil aceitar isso, mas para a mulher é mais difícil por que submissão é uma palavra que parece que inferioriza. Mas que o Espírito Santo me explique e me faça aceitar a bíblia como ela é. Graça e Paz para todos!

    Responder
  • Fernanda disse:

    Não concordo. Porque o marido é o chefe da casa? A bíblia foi escrita por homens em uma época dominada por homens, e nem tudo o que está escrito deve ser seguido a letra. Hoje em dia a mulher trabalha fora, ajuda a pagara as contas, arruma a casa, faz comida e ainda cuida dos filhos. Fazemos exatamente a mesma coisa que os maridos e ainda mais. Porque é que eles são os chefes?

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Fernanda, se você não crê que a Bíblia é a Palavra de Deus, então encerro aqui. Não cabe a mim discutir com alguém que seleciona o que acha que vale ou não da Palavra de Deus. Só uma pergunta: Se a Bíblia não fosse escrita por homens seria escrita por quem? Se fosse escrita por um anjo, por um arcanjo ou mesmo por um animal as pessoas creriam?

      Responder
  • Paulo Henrique Luvisoto disse:

    Estamos em pleno século XXI e ainda tem gente com esse pensamento atrasado, de tratar a mulher como um ser inferior????
    Tenha dó hein….

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Paulo, acho que você não leu o texto, só pode. Onde no texto a mulher é tratada com inferioridade?

      Responder
  • Yara Rodrigues disse:

    Bom dia a todos

    Sempre fiquei em dúvida sobre essa questão de submissão. Porque o que é mais interpretado hoje em dia é que a mulher tem que fazer as vontades do marido, seja o que for, que ela tem que se sujeitar a qualquer tipo de ordem e até humilhação. O que falta nas pessoas é compreensão na palavra de Deus, entender o que na verdade a bíblia quer dizer. Um casal de Deus tem que entrar em sincronia, onde se tem o amor, o respeito, a sabedoria e a união. Lares acabam sendo destruídos devido a falta de discernimento de uma das partes ou até de ambas, porque não compreendem o propósito de Deus.

    O que tem mais também, são pessoas “espertas” e “ignorantes”, a pessoa “esperta” coloca uma passagem bíblica e aplica uma interpretação errônea com intuito de próprio beneficio, aí a pessoa “ignorante”, ao invés de procurar o real significado, acaba aceitando aquilo como verdade absoluta. O que ocasiona isso: falta de raciocínio, humilhação e comodismo.

    A Bíblia não inferioriza e superioriza ninguém, o que ela diz é que cada um tem seu papel a se cumprir, para que possam viver em comunhão e ter um casamento abençoado por Deus.E que ambos tem a sua importância no matrimônio.

    Andre Sanchez, seu texto está ótimo e compreensivo. Espero que as pessoas passem a ler mais a bíblia (não só versículos isolados) e estuda-lá completamente, porque sabedoria é um dom de Deus que não pode deixar de utilizar.

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso. Regra 2- Não aprovamos comentários de anônimos. Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.