Os 7 ensinos mais difíceis de Jesus Cristo

Postado por em: Série ensinos do Mestre Jesus Cristo

Desde o início da minha conversão, quando comecei a entrar em contato com os ensinos de Jesus, percebi que os ensinos Dele não eram quaisquer ensinos. Inclusive, não foi fácil para eu admitir alguns ensinos que considerava praticamente impossíveis de serem praticados por um ser humano normal. Cresci em minha vida espiritual e hoje compreendo o objetivo e o poder dos ensinos de Cristo, porém, sei que Seus ensinos são exigentes e, alguns deles, difíceis de serem praticados – mas não impossíveis, é claro. Por isso, resolvi em um estudo no evangelho segundo Mateus, selecionar os sete ensinos de Jesus que classifiquei e considero como os mais “difíceis” para mim e para a maioria das pessoas. Vejamos:

Os 7 ensinos mais difíceis de Jesus Cristo

1- Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles; porque esta é a Lei e os Profetas. (Mateus 7.12). Apesar de esse ensino ser muito “bonitinho” e ser chamado de “a regra de ouro” por muitos, não é fácil colocá-lo em prática. O que torna esse ensino difícil é que temos de passar por cima de nossos interesses particulares quando decidimos agir com as pessoas da mesma forma que gostamos que ajam conosco. O agravante é que nós somos muito interesseiros, não pensamos frequentemente no próximo quando tomamos nossas atitudes, seja de cunho público ou no particular, o que faz com que esse ensino seja um desafio para muitos de nós.

2- Se teu irmão pecar [contra ti], vai argüi-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão. (Mateus 18.15). Somos muito mais inclinados à fofoca e a não solução de demandas entre nós do que na solução delas. Esse ensino de Cristo é um dos mais difíceis porque exige uma atitude de humildade e amor mesmo quando não fomos os agentes diretos de um erro. Costumamos colocar o ônus em cima de quem errou, assumindo apenas o papel de críticos da questão e da pessoa e não os agentes da solução do problema.

3- Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. (Mateus 6.33). O ensino de Cristo é claro quando nos mostra que devemos priorizar Deus e Seu reino. A dificuldade desse ensino é justamente, na prática, tomarmos atitudes que demonstrem verdadeiramente que Deus é uma prioridade para nós. Tiramos ou transferimos a prioridade de Deus em nossa vida por muito pouco.

4- Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem (Mateus 5.44). Apesar de sabermos o que devemos fazer, frequentemente somos tentados a tratar inimigos como inimigos. Alguns chegam até mesmo a justificar suas ações apoiando-se em seu temperamento mais explosivo. Jesus, porém, inclui o amor e a oração pelos inimigos em seu ensino. Esse ensino de Cristo é difícil porque exige algo que não é usual quando a questão são os nossos inimigos: não tratá-los como inimigos.

5- Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra (Mateus 5.39). Num mundo dominado pelo pecado e cheio de pecadores, não é incomum que haja desentendimentos. É comum também o senso de que a coisa deve ser “olho por olho e dente por dente”. O ensino de Cristo assume uma natureza difícil quando exige a mansidão em lugar de uma resistência ou uma retribuição de um ato de violência. Jesus manda não pagar na mesma moeda e, nas entrelinhas, confiar na justiça de Deus.

6- Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam. (Mateus 6.19). Esse ensino de Cristo é difícil porque exige que valorizemos mais o que não é palpável. Por natureza gostamos de ver para crer, gostamos do ter, do possuir, e, por isso, colocamos a nossa energia nisso, deixando de acumular tesouros preciosos diante de Deus e acumulando tesouros efêmeros nesse mundo.

7- Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? (Mateus 6.25). Vivemos no mundo do estresse e da ansiedade. Nunca houve tantas doenças advindas deles. Em nosso mundo, ter fé e entregar tudo que temos e todo o nosso ser aos cuidados de Deus é um exercício difícil. A prática desse ensino se torna ainda mais difícil quando estamos diante de necessidades que escapam de nossas mãos e da nossa força para saná-las.

E VOCÊ, CONCORDA QUE ESSES ENSINOS SÃO DIFÍCEIS? CONSIDERA MAIS ALGUM ENSINO DE JESUS DIFÍCIL?

   

Gostou desse artigo? Receba novas postagens em seu e-mail!

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

31 comentários

  • Fábio Gonçalves disse:

    Concordo com todos, são ensinamentos difíceis quando se trata de vive-los. Mas acho que faltou 1 (um) que além de difícil, é essencial para a vida.

    ” Se alguém quer vir após mim, negue a si mesmo, tome sua cruz e siga-me” (MT 16.24-28).

    Um grande inimigo que muitas vezes ignoramos somos nós mesmos, apesar de dizermos ser Deus o nosso Senhor, queremos ser nossos próprios senhores, buscando nossos caprichos, e vivendo como só a nossa felicidade e bem estar é que importasse. Nos esquecemos que morremos com CRISTO e que a vida é uma diária renúncia, onde temos que suar a camisa, investir nosso tempo nas obras de Deus. Lembrando que a cruz não foi fácil para CRISTO, devemos estar cientes que não é para nós.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Bem lembrado, Fábio.

      Responder
    • Dietuvova Elias Arems disse:

      Glória a Deus pelos comentários, são edificadoras graça e Paz a vós servos do Senhor.

      Responder
  • André Vitor disse:

    Querido André, show de bola sua matéria…com certeza os mais díficeis são o de amar o inimigo e o de não se preocupar com as coisas aqui na terra..infelizmente eu me culpo muito por isso pois para mim é muito díficil você não se preocupar com o dia de amanhã, o que será da sua vida daqui pra frente, planejar as coisas compulsoriamente…e quanto aos inimigos, a nossa natureza de não gostar de alguém que não goste de nós é uma coisa que acho particularmente a mais díficil…eu quando vejo que alguém quer só a desgraça pra mim ou me prejudica, minha primeira atitude é de ignorá-la e repudia-la..mas logo vem a sensação de que estou errado e tento me consertar..mais é complicado…

    Responder
  • Adhyatmika Mastara disse:

    Muito bom o blog, embora não goste do Cristianismo propriamente dito, muitas das mensagens de Jesus são boas para o cotidiano.

    Responder
  • Glaucelir disse:

    Andre muito bom esse estudo. Em janeiro começamos um estudo intensivo de Mateus cap. 5, 6, 7 com nossos meninos aqui no Niger. A ideia é de meditarmos minuciosamente, colocarmos em pratica, detectar os pontos mais difíceis, compartilhar para orarmos uns pelos outros. Não é fácil, principalmente porque praticamente todos sofrem perseguição na família, que são muçulmanas. O inimigo afronta muito eles, o mundo espiritual aqui é muito rápido, o que ensinamos no domingo, por exemplo, durante a semana vem as provas, recebem propostas de todos os lados para sair fora do ensinamento. Mas todos estão se empenhando e já podemos ver resultados destes textos . Glorias a Deus!!!

    Quanto ao ensinamento mais difícil pra mim, além dos que você sitou e o que nosso amigo Fabio Gonçalves descreveu. Não é nada fácil negar nossas vontade, ainda que façamos, é sempre parcial, mas sabemos que Jesus fez isso por completo.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Glaucelir, imagino como deve ser difícil seu trabalho por ai. Força e coragem! Deus está contigo!

      Responder
  • Sandra Souza disse:

    SIM,NAO É FACIL NAO,UMA VEZ EU LI QUE DEVEMOS ORAR UM PELOS OUTROS ENTAO EU PENSEI: SE EU NAO TENHO FORÇA DE ORAR NEM PARA MIM,VOU ORAR PARA OS DEMAIS? ENTAO DEPOIS EU LI UMA PASSAGEM QUE DIZIA QUE O HOMEM QUE ANDA SEGUNDO O SEU CORAÇAO É UM INSESATO! AI ENTAO DECIDI ORAR E A VERDADE É FOI MUITO EFICAZ PRA MINHA VIDA ESPIRITUAL.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      É isso mesmo, Sandra!

      Responder
    • walmir Uchôa Araújo disse:

      Neste mundo maligno em que vivemos, os cristãos são perseguidos pelo mundo, dificultando a tudo, a começar pela própria família. Em tudo somos rejeitados, chegando ao ponto de esquecermos os ensinamentos de Jesus por não aguentarmos tantas injustiças contra nós. Agora, esquecemos que a perseguição e o sofrimento de Jesus na terra foi extraordinário exemplo de amor para nós. O homem, em sí, está distante dos exemplos de Cristo. Precisamos muito de orações e se aproximar do Senhor Salvador.

      Responder
  • Edson De Alvarenga Sodre disse:

    Jó quando orava por seus amigos,foi abençoado,e revertido foi seu quadro.Paz a todos Bispo Edson

    Responder
    • paulo disse:

      obrigado bispo Edson que Deus ilumine voce e sua familia

      Responder
  • Claudyana V disse:

    Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.
    Mateus 5:48
    O que acham deste?(risos)

    Responder
  • Jorge A. Silva disse:

    Meu irmao vc estar de parabens de dedicar seu tempo pra fazer a obra de DEUS pq eu amei esta pg e oro a DEUS para te dar força sabedoria para continuar nos ensinando muito sobre a Biblia. DEUS seja sempre…

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Jorge!

      Responder
      • Priscila Mendes disse:

        Também gostei muito de conhecer o seu blog André, quero acompanha-lo sempre!

        Responder
  • José Bogo disse:

    Excelente matéria!!
    Mas até hoje eu tenho uma dúvida:
    O que seriam os “tesouros preciosos diante de Deus” que devemos acumular??

    Que Deus continue te abençoando?

    Responder
    • André Sanchez disse:

      José esses tesouros são as coisas espirituais que buscamos. É colocar o reino de Deus em primeiro lugar.

      Responder
    • Mara Inês Machado Martins disse:

      Amigo Universal,os Tesouros preciosos de Deus são: Nossas VIRTUDES que vamos conqistando aos poucos através da nossa Evolução.Esse acumulo é o vertdadeiro para nossa Vida Espiritual. Abraços. Mara Inês.

      Responder
  • Elialdo Bispo Cabral disse:

    obrigado pelas mensagens, são gloriosas.

    Responder
  • José Raimundo disse:

    Todas estas coisas batem diretamente de frente com tudo que nossa carne não quer ser, graças a Deus que temos o Espírito Santo para nos auxiliar.

    Os seus discípulos, ouvindo isto, admiraram-se muito, dizendo: Quem poderá pois salvar-se?
    E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível.

    Mateus 19:25-26

    Responder
  • ROBERT ESCOBAR disse:

    bom dia estou passando uma dificuldade no meu casamento….ore por mi ROBERT MS

    Responder
  • tata disse:

    São todas lições difíceis, mas pratica-las é vital para qualquer cristão. Sobre a necessidade de perdoar aos inimigos e orar por quem nos persegue e calunia, pra mim esse foi o maior ensinamento de Jesus, durante sua morte no calvário, o que ele disse trazendo sobre si todas as dores do mundo para que hoje possamos nos ver refletidos em sua imagem e fazer exatamente como ele fez, trazendo misericórdia ao mundo e sendo ferramenta nas mãos de Deus para que a mensagem dele possa se multiplicar. Amor só é amor quando ignora os interesses e necessidades terrenas.

    Responder
  • ´Marília Rosa de souza disse:

    Concordo com o irmão, em tese.

    Responder
  • Daniel Santos disse:

    Verdadeiramente, quando renuncio o meu “eu”, os demais tornam-se fáceis!. Se o modelo para a minha vida é o SENHOR JESUS, preciso lembrar de Filip 2:7,8: JESUS se asvaziou foi servo e se humilhou! Abraços

    Responder
  • José Enéas de Carvalho. disse:

    Todos os ensinamentos de jesus são fundamentas,para que possamos alcançar a salvação junto ao pai que nos deu seu próprio filho para nos salvar do pecado.

    Responder
  • Eliane sarmento disse:

    É difícil sim seguirmos os mandamentos de Jesus, porém não impossíveis. Pois Jesus não falaria se fosse impossível para nós.
    O que Jesus tem preparado para os que lhe obedecem.! Vale a pena obedecer ou tentar de coração.

    Responder
  • Clovisvaldo Marques Baleeiro disse:

    quem for sincero consigo mesmo vai admitir que a coisa vai muito alem do exposto. Por vezes é fácil usar de hipocrisia e se enganar na tentativa de não perder a fe.
    O paradoxo é grande pois não há homem que não erre, principalmente quando crê que erro esta longe dele, por exemplo, considera-se escolhido e especial.
    Não há para onde correr, entao só resta a esperança que talve leve a fé de que Deus vai cuidar de todos nós e de que essa força maior não vai nos desamparar como fazemos uns com os outros. pois nunca assisti a carne mudar.

    Responder
  • Aldo Antunes disse:

    O apóstolo Paulo explicou sobre fazer o bem, disse ele: “porque o bem que quero não faço, mas o mal que não quero esse faço”. Então, o que precisamos fazer é o constante esforço de praticar o bem e perdoar – a luta contra os desejos e impulsos da carne.

    Responder
  • Antonio Frederico (@fredericocalico) disse:

    Parabéns pelo texto, de fato ter uma vida cristã não é nem um pouco fácil, mas Deus sabe que seria assim, por isso é tão bom conosco.

    Responder
  • claudia fidelis de oliveira carvalho(carvalho é de casada que ainda nãomudei nos doc.) disse:

    Pastor, amei, tambem tem sobre se um homem olhar com impureza no seu coração para uma mulher já cometeu adultério com ela, e creio que vice e versa, antes era o ato agora é o olhar e hoje o mundo esta apelando em todo tipo de prostituiçao, até nas igrejas quando se anda com roups vulgares que atiça o desejo de algum irmão ou irmãs que dão em cima de irmãos casados,

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.