- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Por que Jesus amaldiçoou a figueira sem frutos? A árvore tinha culpa?

Você Pergunta: Estava lendo a Bíblia e me deparei com aquela passagem onde Jesus amaldiçoou a figueira sem frutos e ela secou quase que imediatamente. Mas não entendi bem o que Jesus quis ensinar ali, já que o texto diz que não era tempo de figos. Se não era tempo de figos, por que Jesus amaldiçoou a figueira?

Caro leitor, tudo que Jesus fez e que ficou registrado sempre tem um porquê profundo que nos faz refletir. No caso da figueira [1] amaldiçoada por Jesus não é diferente, temos lições profundas ali que desejo extrair para aprendermos mais da Palavra do Senhor:

Por que Jesus amaldiçoou a figueira sem frutos?

Por que Jesus amaldiçoou a figueira se não eram tempos de figos?

(1) A história onde Jesus amaldiçoou a figueira é narrada em dois dos evangelhos [2], sendo em Mateus 21:18-22 e em Marcos 11:12-14, 20-24. Vejamos o que o texto nos diz: “e, vendo uma figueira à beira do caminho, aproximou-se dela; e, não tendo achado senão folhas, disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti! E a figueira secou imediatamente” (Mateus 21:19).

(2) Esse texto me traz uma ótima oportunidade de expor a necessidade que temos de estudar a Bíblia e não somente fazer leituras superficiais. Aqui, nesse caso, temos a necessidade de compreender um pouco sobre as figueiras. Geralmente as figueiras dão seus frutos antes das folhas ou também os frutos aparecem quase que ao mesmo tempo que a folhagem. Apesar dessa narrativa ter acontecido no mês de março (época da páscoa judaica) e a época de as figueiras darem frutos era somente em junho, figueiras que tinham folhas nessa época indicavam frutos fora de época, o que era uma bênção. Isso significa que as folhas aparentes na figueira indicavam que ali haveriam frutos. Mas o texto mostra que Jesus fica frustrado em achar somente folhas nela e que Ele aproveita essa situação interessante para trazer lições preciosas.

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [3]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [4]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [5]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [6]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [7]
- Outros Materiais (Comece aqui) [8]

(3) Sabemos que árvores não têm responsabilidade moral, pois não tem a capacidade de pensar e decidir. Logo, quando Jesus amaldiçoou a figueira e ela secou, não significa que a árvore pecou ou que estava sendo má por não ter frutos, antes, não temos outra interpretação possível senão um ensino de Jesus que chamamos de “alegoria”, ou seja, Ele usando essa ocasião interessante como um símbolo de um ensino maior que queria passar às pessoas. Mas qual ensino seria esse?

Quando Jesus amaldiçoou a figueira qual ensino quis passar?

(4) Se você observar com cuidado, esse acontecimento é situado exatamente após a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém próximo da festa da páscoa [9] (Mateus 21:1-11), seguida da expulsão vigorosa que Jesus fez dos mercadores do templo (Mateus 21:12-13) e ainda de algumas parábolas [10] muito fortes sobre a falta de fé de alguns em fazer a vontade do Pai (Por exemplo, a parábola dos dois filhos em Mateus 21:18-32). Isso parece indicar que Jesus está pelo menos provocando os seguintes pensamentos nas pessoas ali em Jerusalém, que era o local central de culto em Israel:

a) Essa figueira representa o povo de Israel: em outras ocasiões Israel já tinha sido comparada a uma figueira (Oseias 9:10 e Joel 1:7). Jesus parece aqui reviver essa comparação, mas agora como uma forma de repreensão aos israelitas [11].

b) Essa figueira parecia ter frutos: Em muitos momentos Jesus combateu a hipocrisia de fariseus [12] e do povo que gostava muito de uma vida de aparências que não refletia o que de fato tinha em seus corações. Jesus criticou muitas vezes esse mal comportamento. A figueira tinha folhas e isso indicava que deveria ter frutos ali, mas não tinha. Da mesma forma muitos pareciam ser servos de Deus, mas não eram.

c) A aparência de ter frutos e a falta deles foi a causa de a figueira secar: Uma vida de aparências, sem frutos verdadeiros e proveitosos destruirá a vida daquele que escolhe esse tipo de vida. A nação de Israel sofreria muito pela aparência de santidade que buscava esconder corações hipócritas. Isso faria muitos deles “secar”.

d) Falta de frutos ainda desagrada a Deus. Fomos chamados a frutificar. Por isso, essa lição de Jesus ainda é bastante atual, pois o coração humano continua produzindo aparências para esconder uma vida infrutífera e distante da vontade de Deus. Sempre que Deus olha para nós Ele deseja encontrar bons frutos! Você tem esses bons frutos?