- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

A sombra de Pedro curava as pessoas ou isso é uma interpretação errada?

Você Pergunta: Numa narrativa que li em Atos dos apóstolos observei que as pessoas levavam pessoas doentes para que a sombra do apóstolo Pedro se projetasse sobre elas e elas fossem curadas. Fiquei um pouco confuso com isso já que sempre aprendi que é Deus quem cura. Como podemos entender essa questão da sombra de Pedro curar as pessoas? Isso foi real ou é um entendimento errado desse texto?

Caro leitor, vamos agora analisar essa questão que você nos colocou e verificar algumas importantes observações sobre isto.

A sombra de Pedro curava as pessoas [1]

A sombra de Pedro curava as pessoas?

(1) O texto de Atos 5:15 nos mostra essa grandiosa realidade dos milagres que eram feitos por Deus através da vida dos Seus apóstolos: “a ponto de levarem os enfermos até pelas ruas e os colocarem sobre leitos e macas, para que, ao passar Pedro, ao menos a sua sombra se projetasse nalguns deles”. Sabemos que Atos dos apóstolos foi escrito por Lucas, que era médico. Isso nos leva a entender porque ele teve tanto interesse em narrar curas especiais que Deus fez de forma milagrosa, além de narrar a autoridade dos apóstolos na proclamação do evangelho [2].

(2) O próprio Jesus [3] já havia feito diversas curas, onde as narrativas nos mostram situações bem parecidas com essa narrada sobre Pedro: “E todos da multidão procuravam tocá-lo, porque dele saía poder; e curava todos” (Lucas 6:19). Estes grandiosos sinais foram especialmente derramados quando Jesus estava na terra e também quando enviou Seus discípulos [4] de forma especial não apenas para curar e fazer sinais, mas para proclamar o reino de Deus e a necessidade do arrependimento (Marcos 16:17-18).

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [5]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [6]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [7]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [8]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [9]
- Outros Materiais (Comece aqui) [10]

(3) Outra narrativa de Lucas mostra que também o apóstolo Paulo foi usado de formas especiais para Deus derramar grandiosos milagres [11]: “E Deus, pelas mãos de Paulo, fazia milagres extraordinários, a ponto de levarem aos enfermos lenços e aventais do seu uso pessoal, diante dos quais as enfermidades fugiam das suas vítimas, e os espíritos malignos se retiravam” (Atos 19:11-12).

(4) Ditas estas coisas podemos notar claramente que o que temos ali era uma ação especial de Deus através da vida de Pedro (mas não existia qualquer poder na sombra de Pedro). O poder de Deus fluía na vida de Pedro e abençoava vidas com curas. Da mesma forma acontecia com Paulo. E aconteceu também com Jesus, quando a mulher que sofria de hemorragia tocou em Sua veste e dela saiu poder: “tendo ouvido a fama de Jesus, vindo por trás dele, por entre a multidão, tocou-lhe a veste. Porque, dizia: Se eu apenas lhe tocar as vestes, ficarei curada” (Marcos 5:27-28). O que temos em todas essas narrativas são o apontamento claro do reino de Deus que estava sobre a terra, levando às pessoas claramente a mensagem do poder de Deus e da necessidade de se entregarem a Ele.

A sombra de Pedro nos indica que hoje em dia essas coisas também devem acontecer?

(5) É importante, porém, observar que esses textos de modo algum legitimam o que muitos pastores têm feito, levando o povo a praticamente adorar elementos como fotos, roupas, objetos, lenços com suor, etc., para que sejam curadas. O texto que fala sobre a sombra de Pedro, bem como o texto que fala dos lenços e aventais de Paulo nos narram situações únicas e não regras que sempre acontecem ou que devem ser reproduzidas em nosso tempo como uma espécie de lei. Em outros momentos da Bíblia pessoas foram curadas sem qualquer toque, sem objetos, sem nada visível, mas apenas pela fé: “Então, disse Jesus ao centurião: Vai-te, e seja feito conforme a tua fé. E, naquela mesma hora, o servo foi curado” (Mateus 8:13). 

(6) Isso nos leva a concluir que o que realmente a Bíblia quer nos mostrar não é que objetos ou pessoas tenham poder em si mesmas, antes, quer nos indicar que pessoas nas mãos de Deus podem ser usadas de forma grandiosa, de acordo com os propósitos de Deus, levando bênção e esperança a outros. Qualquer tipo de idolatria a pessoas e a objetos é claramente condenada na Bíblia e não foi o objetivo de Deus ao permitir que curas acontecessem de formas não convencionais como através da sombra de Pedro ou dos lenços de Paulo que eram levados (não sabemos se com o consentimento dele) para as pessoas serem curadas.