- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

O que a Bíblia ensina sobre fofoca? É pecado falar dos outros?

Quem nunca fez uma fofoca ou escutou uma, que atire a primeira pedra! A fofoca tem feito parte de nossa sociedade e é até mesmo aceita como algo natural, como algo que faz parte das relações humanas. Mas o fato é que a fofoca sempre trouxe e traz muitos prejuízos não só para as relações, mas também para a nossa vida como um todo. Por isso, é muito importante saber o que a Bíblia ensina sobre fofoca, a fim de, como servos de Deus, sermos equilibrados a respeito disso e não seguirmos modismos mundanos e prejudiciais.

Mas antes, vamos definir o que é a fofoca [1]. Segundo o dicionário online Priberam, significa: “Fato ou coisa contada em segredo, sem conhecimento do(s) visado(s) ou sem conhecimento real ou efetivo”. Em outras palavras, é falar da vida dos outros de uma forma negativa, revelar segredos das pessoas, de forma a propagar esses segredos de uma forma prejudicial e pelas costas; segredos e informações que nem sempre são verdadeiras e completamente reais.

O que a Bíblia ensina sobre fofoca? [2]

O que a Bíblia ensina sobre fofoca?

(1) A palavra fofoca não aparece na Bíblia [3]. No entanto, vários sinônimos dela aparecem. Por exemplo, em Levítico 19:16 a Bíblia nos orienta: “Não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo; não atentarás contra a vida do teu próximo. Eu sou o SENHOR”. Observe que o “mexerico” ou a “fofoca” é apontada aqui como algo que atenta contra a vida do próximo, daí a ordem de não sermos mexeriqueiros. A Bíblia também fala do maldizente (Provérbios 18:8) e do difamador (Provérbios 16:28). Todas essas palavras apontam para a fofoca.

(2) Além disso, observamos em diversos textos, sérias advertências a respeito de espalhar fofocas das pessoas. Em Provérbios 6:16 e 19 Deus diz que abomina tal ato: “Seis coisas o SENHOR aborrece, e a sétima a sua alma abomina (…) testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contendas entre irmãos”. Isso demonstra claramente o que a Bíblia ensina sobre a fofoca, ou seja, a Bíblia sempre a relaciona como algo mau, como um comportamento não aceitável.

Leia também: Foi apenas um comentário sem maldade [4]

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [5]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [6]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [7]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [8]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [9]
- Outros Materiais (Comece aqui) [10]

Os perigos da fofoca

(3) Outro fato bíblico muito importante é que a Bíblia nos indica que a nossa língua é perigosa. O texto de Tiago 3:6 nos mostra o quanto a língua é perigosa: “Ora, a língua é fogo; é mundo de iniquidade; a língua está situada entre os membros de nosso corpo, e contamina o corpo inteiro, e não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo inferno”. Esse é um texto forte que mostra que uma língua controlada pelo desejo da fofoca, da maledicência e de outros pecados da língua, tem grande poder de destruição não só da própria pessoa, mas também de outros.

(4) O servo de Deus é incentivado na Bíblia a controlar seus lábios, a resistir ao desejo de fofocar da vida dos outros. Antes, ele é incentivado a usar as palavras para abençoar: “No muito falar não falta transgressão, mas o que modera os lábios é prudente” (Provérbios 10:19). Isso mostra que se falamos muito e sem pensar, corremos o risco de pecarmos muito mais. O que a Bíblia ensina sobre fofoca? Este texto resume muito bem: “O mexeriqueiro (fofoqueiro) descobre o segredo, mas o fiel de espírito o encobre” (Provérbios 11:13 – acréscimo meu entre parênteses).

Não podemos fazer comentários e julgamentos sobre o próximo?

(5) A Bíblia não proíbe que façamos comentários e analisemos questões que envolvem outras pessoas. Muitas vezes teremos de fazer isso em nossa família, trabalho, estudos, igreja, etc., a fim de nos posicionarmos sobre questões que envolvem outras pessoas. Mas devemos ser sábios para não sermos propagadores de mentiras e acréscimos sobre fatos que envolvem outros.

Leia também: A Bíblia diz que o cristão não pode criticar? [11]

E ainda devemos ter grande cuidado de não sermos propagadores de fatos (ainda que verdadeiros), mas que não edificam. Nossa postura deve ser sempre a de preservar a honra do próximo e de barrar quaisquer informações que não contribuam com a edificação. Jesus mandou julgarmos as coisas baseados na reta justiça: “Não julgueis segundo a aparência, e sim pela reta justiça” (João 7:24). Isso significa que não devemos fazer com o próximo aquilo que não gostaríamos que fosse feito conosco. Devemos ser corretos e íntegros e para sermos assim a fofoca não deve ter lugar em nossa vida.

 (6) Por isso, agora sabendo o que a Bíblia ensina sobre fofoca, quando aparecer alguma diante de nós, devemos ser sábios e rejeitá-la. Seja quando ela nasce dentro de nós e cria um forte desejo de propagá-la, seja quando ela vem de outras pessoas com o desejo de que nós também saibamos e também propaguemos. Não faça fofoca. E se você souber de uma fofoca, não seja um agente propagador dela.