- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Batismo: Só em nome de Jesus ou em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo?

Você Pergunta: Ontem eu e meus amigos da igreja estávamos debatendo a respeito do batismo, sobre o que seria correto, batizar só em nome de Jesus como Pedro fez em Atos 2:38 ou batizar em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme Jesus ensinou em Mateus 28:19. Qual a sua opinião sobre essa questão, existem essas duas formas de batizar ou estamos entendendo errado?

Caro leitor, quando observamos a ordem expressa de Jesus para batizar [1], observamos claramente a forma como Jesus mandou que fosse o batismo daqueles que abraçassem a fé, vejamos: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mateus 28:19). A ordem de Jesus [2] é clara e todos concordam que não há margem alguma para interpretações. Sendo assim, agora vamos analisar se Pedro estava inventando uma outra forma de batizar (somente no nome de Jesus) ou não.

Batismo: Só em nome de Jesus ou em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo? [3]

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [4]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [5]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [6]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [7]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [8]
- Outros Materiais (Comece aqui) [9]

O batismo deve ser feito só em nome de Jesus?

(1) O discurso de Pedro, logo após a descida do Espírito Santo [10] sobre os discípulos, que é chamado de pentecostes [11], fez com que algumas pessoas achassem que eles estavam embriagados em pleno dia (Atos 2:13). Pedro, então, toma a palavra e discursa focado na missão de Cristo ao vir ao mundo e sobre a promessa do derramamento do Espírito Santo (Atos 2:33). Após sua pregação, vemos que muitos são tocados por Deus e desejam saber mais de Pedro e dos demais apóstolos sobre o que deveriam fazer para abraçar essa fé. A resposta de Pedro, que vamos analisar, é o objeto da confusão que alguns fazem sobre o batismo: “Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos vossos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo” (Atos 2:38).

(2) Quando Pedro diz que “seja batizado em nome de Jesus” não estava ali ao lado da água fazendo naquele momento o batismo daqueles que entregaram suas vidas a Jesus. Pedro estava de forma resumida respondendo à pergunta daquelas pessoas: “Ouvindo eles estas coisas, compungiu-se-lhes o coração e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, irmãos?” (Atos 2:37). Pedro focou sua resposta na pessoa de Jesus, pois o seu sermão proferido instantes antes foi focado na pessoa e ministério do Cristo. Logo, Pedro, de forma alguma estava batizando aquelas pessoas somente em nome de Jesus ou orientando seus batismos de uma forma diferente da que Jesus havia orientado.

(3) A mesma coisa acontece em Atos 10:48, quando Pedro diz: “E ordenou que fossem batizados em nome de Jesus Cristo. Então, lhe pediram que permanecesse com eles por alguns dias”. Nesse caso, semelhantemente ao primeiro que analisamos, Pedro estava pregando a um grupo de gentios sobre Jesus e Seu ministério. Da mesma forma, Pedro não estava à beira da água realizando o batismo deles, mas usando da autoridade do nome de Jesus para ordenar que procedessem o batismo daqueles que ali estavam e haviam convertido seus corações, crendo em Jesus Cristo.

(4) Dessa forma, fica claro que não existe na Bíblia qualquer conflito a respeito do modo de batizar. O modo é aquele que Jesus ensinou, ou seja, o batismo deve ser em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo.