Como saber a vontade de Deus em qualquer assunto?

euOlá, aqui é o presbítero André Sanchez, autor e responsável pelo Blog Esboçando Ideias. Hoje trago um estudo muito importante para todo cristão: como saber a vontade de Deus para as coisas da minha vida? Muitas vezes temos decisões a tomar, mas ficamos sem saber ao certo se Deus aprova ou não as nossas decisões. Tempo de leitura (2 minutos)

Como saber se algo é da vontade de Deus ou não para minha vida?

Saber a vontade de Deus para algumas de nossas decisões é realmente uma dificuldade que muitas pessoas enfrentam. E não são somente os novos convertidos que enfrentam. Eu diria, aliás, que a grande maioria das pessoas têm dificuldades de saber exatamente qual é a vontade de Deus para muitas ocasiões em suas vidas. Mas como resolver isso? Será que tem solução? Vou compartilhar algumas formas de você saber se algo é ou não de Deus para sua vida.

Como saber se algo é da vontade de Deus ou não para minha vida?

Como saber a vontade de Deus para minha vida?

1-) Está escrito na Bíblia de forma clara?

A primeira forma e mais eficaz de saber se algo é da vontade de Deus é avaliando se aquilo está claramente explicito na Palavra de Deus, se a Bíblia diz sim ou não para aquilo que quer fazer. Por exemplo: Você quer se relacionar com um rapaz e, dentre outras coisas, a sua dúvida é pelo fato dele não ser cristão e não servir a Deus. Para esse tipo de dúvida a Bíblia é clara quando diz para que os servos de Deus não entrem em jugo desigual com incrédulos (2 Coríntios 6:14). Ou seja, a resposta está clara na Bíblia. Assim, a primeira coisa a se fazer diante de uma situação em que há dúvida sobre se Deus aprova ou não algo, é pesquisar na palavra de Deus se Deus já se pronunciou sobre aquilo. No caso de uma pessoa nova convertida, que ainda não conhece bem a palavra de Deus, a solução é conversar com cristãos mais maduros na fé, que poderão esclarecer sobre isso, ou mesmo pesquisar sobre o assunto na Bíblia.

2-) Não está escrito na Bíblia de forma clara?

É bem possível que muitas questões não estejam descritas de forma clara e precisa na Bíblia. Por exemplo: É da vontade de Deus que fumemos cigarros? Não iremos encontrar na Bíblia nada diretamente falando sobre fumar. Nestes casos devemos então buscar princípios que possam ser aplicados a isso que buscamos. No caso de fumar sabemos que a Bíblia fala contra os vícios prejudiciais e também fala sobre o servo de Deus ser templo do Espírito Santo. Nesse caso, podemos definir que fumar não é algo da vontade de Deus. Assim, podemos usar princípios norteadores que estão na Bíblia para ter uma posição sobre a vontade de Deus para várias coisas.

3-) Não está claro na Bíblia e também não tem princípios claros que ajudem a saber se é ou não da vontade de Deus?

É possível que haja questões que não estão claras na Bíblia e que também não encontremos princípios que nos ajudem definitivamente a definir se aquilo é ou não da vontade de Deus. Por exemplo: O que é da vontade de Deus que eu faça, medicina ou advocacia? Certamente essa questão pessoal não encontrará resposta clara na Bíblia. Aqui entra algo que a Bíblia nos ensina muito, que é a comunhão com Deus. É através da comunhão com Deus que poderemos orar ao Senhor e buscar respostas de oração para nossa dúvida. Geralmente Deus nos dá direções para definir esse tipo de questão, Deus fala conosco de alguma forma. Evidentemente que o servo de Deus deverá estar na presença de Deus para conseguir enxergar aquilo que Deus está mostrando. Foi como o caso que aconteceu com Gideão. Ele buscava uma resposta de Deus para saber se Deus o abençoaria na batalha e pediu um sinal a Deus, usando um pedaço de lã. Veja a história aqui: (Juízes 6:36-40)

4-) Um princípio chave dado por Deus para definir a vontade Dele em alguns casos

Existe um princípio que uso muito em minha vida, que aprendi na palavra de Deus, e que me ajuda muito a saber se algumas coisas são da vontade de Deus para minha vida ou não. Esse princípio está em Colossenses 3:15: “Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração…”. Esse verso nos ensina sobre duas coisas: O árbitro e a paz. Árbitro é o juiz, é o que julga questões. O verso nos ensina que a paz de Cristo deve ser esse “juiz” em nosso coração, deve nos mostrar a melhor decisão a tomar. Ou seja, quando busco a Deus sobre alguma questão, sempre busco observar se Jesus tem me dado paz sobre aquela questão. Se sim, entendo que aquele deve ser o caminho que ele deseja para mim. Um coração atribulado, sem paz diante de alguma questão, deve avaliar bem se realmente o caminho que está buscando traçar é da vontade de Deus.







Mais conhecimento da Bíblia em menos tempo?

Não sei se você é uma dessas pessoas que tem dificuldades de entender a Bíblia. Eu já fui e sofri muito! Mas não me dei por vencido, não me deixei ser derrotado pelos inimigos. E você, como anda sua leitura da Bíblia? Seu entendimento? Que tal melhorar nessa área da sua vida espiritual, aprendendo a entender assuntos da Bíblia de forma simples e rápida, ajudado por quem já superou as mesmas dificuldades que você enfrenta? Clique aqui agora e pegue seu Manual de estudos exclusivo

COMPARTILHE ESTE ESTUDO: