- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Entenda o significado da torre de Babel. Por que ela é citada na Bíblia?

Você pergunta: gostaria de entender a narrativa que cita a torre de Babel. Por que ela aparece no texto bíblico? Queria entender o real significado dela, por que ocorreu e quais as lições que temos na citação dela na Bíblia? Pode me ajudar?

Caro leitor, todo texto bíblico tem um objetivo para estar registrado. O texto com a narrativa da torre de Babel não é diferente. Iremos entender a partir de agora algumas lições interessantes que essa citação nos traz e o que ela comunica de importante para entendermos melhor a Bíblia.

significados-da-torre-de-babel

Qual o significado da torre de Babel?

(1) Muitos estudantes da bíblia não percebem um fato importante mencionado em Gênesis 10 e 11. Pensam que esses dois capítulos estão em uma ordem cronológica (de tempo), mas não estão. Observe: “Estes repartiram entre si as ilhas das nações nas suas terras, cada qual segundo a sua língua, segundo as suas famílias, em suas nações” (Gênesis 10:5). Observe que nesse texto já temos diversas línguas e um espalhamento de diversos povos pela terra. Porém, em Gênesis 11:1 a Bíblia diz: “Ora, em toda a terra havia apenas uma linguagem e uma só maneira de falar”. Como é possível termos no capítulo 10 várias línguas [1] e no capítulo 11 termos uma só linguagem? Respondo:

(2) A narrativa da torre de Babel (Gênesis 11:1-9) é uma espécie de parênteses do autor. Ela vem explicar com detalhes o que é narrado no capítulo 10. Por que as pessoas se espalharam pela terra, formando diversos povos, cada um segundo sua língua (Gênesis 10:5)? O autor explica isso inserindo a narrativa da torre de Babel. Ela é a explicação desse espalhamento narrado em Gênesis 10. Portanto, a primeira lição sobre a torre de Babel é que ela foi um evento que mudou a estrutura de vida dos povos que tinham uma única forma de falar, fazendo-os organizar-se de acordo com suas línguas, em territórios diversos por causa da intervenção de Deus.

(3) Além de ser um importante parênteses explicativo, a história da torre de Babel nos mostra outras lições interessantes: o homem tem continuamente em seu coração um desejo de tomar o lugar de Deus, de se auto exaltar à parte de Deus, ou seja, como se Deus não existisse. Isso fica claro no desejo de construir uma torre que chegasse aos céus para que o nome deles se tornasse célebre (Gênesis 11:4). Ao mesmo tempo a história ensina que Deus está no controle de tudo. Apesar de se acharem grandes, a grandeza que o homem tenta construir sobre si mesmo é tão pequena que Deus zomba dela. Na narrativa Deus “desceu” para ver a torre (Gênesis 11:5). A ideia é de algo tão pequeno que Deus teve que “se aproximar” para ver melhor.

(4) Deus mostra, portanto, Sua soberania sobre os planos humanos. Confunde a linguagem daquelas pessoas de forma sobrenatural para não mais se entenderem (Gênesis 11:7). Só restou a eles abandonar seu mau propósito e se dispersarem pela terra (Gênesis 11:8), o que explica a narrativa do capítulo. Note este verso: “O princípio do seu reino foi Babel, Ereque, Acade e Calné, na terra de Sinar” (Gênesis 10:10). Agora iremos entender o nome “Babel”.

(4) Por fim, toda a narração explica a palavra Babel. Babel e Babilônia [8] são as mesmas palavras. A palavra soa parecida com a palavra hebraica para “confusão”. Por isso temos no texto esse trocadilho: “Chamou-se-lhe, por isso, o nome de Babel, porque ali confundiu o SENHOR a linguagem de toda a terra e dali o SENHOR os dispersou por toda a superfície dela” (Gênesis 11:9). Para os babilônicos o significado dela é diferente, significa “portão de Deus”. Possivelmente tenhamos aqui também Moisés apontando aos leitores a futura vitória dos israelitas contra os inimigos quando entrassem em Canaã (a terra prometida). Veja este verso: “Para onde subiremos? Nossos irmãos fizeram com que se derretesse o nosso coração, dizendo: Maior e mais alto do que nós é este povo; as cidades são grandes e fortificadas até aos céus. Também vimos ali os filhos dos anaquins” (Deuteronômio 1:28). Deus venceu o povo que construiu a torre que iria até os céus. Agora venceria o povo que era visto por muitos como sendo tão forte que suas construções iam até o céu!