- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

O que significa o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará?

Você Pergunta: Estou um pouco curiosa sobre a fala que Deus disse a Eva quando a puniu pelo erro dela. Deus disse que “o teu desejo será para teu marido, e ele te governará”. Eu gostaria de entender melhor isso. Por causa da ação de Eva as mulheres estão em posição de inferioridade aos homens? Como explicar essa questão? O que seria esse desejo e esse governo do homem sobre a mulher?

Cara leitora, é importante termos em mente inicialmente que Deus criou homem e mulher com papéis diferentes e complementares entre si, e isso mesmo antes do pecado. Quando Deus planejou a mulher, Ele declarou: “Disse mais o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea” (Gênesis 2:18). Auxiliadora idônea, significa algo como “alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade”. Aqui não temos superioridade ou inferioridade de um e outro, mas complementaridade. Um completa o que falta no outro. Dito isto, vamos agora entender o que ocorre depois do pecado.

O teu desejo será para o teu marido, e ele te governará. O homem manda na mulher?

Seu desejo será para teu marido. A mulher é inferior ao homem?

(1) Após a queda de homem e mulher, Deus profere juízos sobre a serpente, sobre a mulher e sobre o homem. Sobre a mulher, Deus diz: “E à mulher disse: Multiplicarei sobremodo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos; o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará” (Gênesis 3:16). Esse juízo já foi muito mal entendido por muitos como Deus rebaixando a mulher perante o homem, como se o pecado de Eva tivesse sido maior do que o de Adão. Mas o significado do texto está longe disso.

(2) A primeira parte do verso fala das dores da gravidez [7] e do parto. É importante considerar essa primeira parte para entender a segunda. Quando o texto diz “o teu desejo será para o teu marido” devemos relacionar com a parte que diz sobre as dores. O significado aqui é que mesmo com as dores que essa relação traria para a mulher, ainda assim ela desejaria a relação conjugal, desejaria o marido e os filhos vindos dessa relação. Porém, o que antes da queda era algo mais natural pra a mulher, agora seria acompanhado de dores e dificuldades extras a serem superadas.

Ele te governará

(3) Quando o texto diz “e ele te governará” está finalizando deixando claro que o marido continua sendo o cabeça da família, como era antes do pecado (Efésios 5:23). A mancha do pecado não alterou essa realidade da criação de Deus, que fez o homem e mulher com papéis diferentes, mas complementares dentro de Seu plano de família. O homem foi feito por Deus como cabeça do lar. Antes da queda, porém, essa complementação dos papéis era algo mais “normal”, mais natural dentro do lar, agora, após a queda, se transforma em uma sujeição [8] negativa e difícil, complicada e dolorosa devido os erros de cada um, que complicaria a relação como resultado direto da queda. Antes da queda, homem e mulher sabiam agir dentro de seus papeis sem os excessos do pecado, agora, após a queda, isso exigiria esforço extra e traria dificuldades.

(4) Por isso, não temos aqui em Gênesis 3:16 a mulher sendo colocada em posição inferior à do homem. A mulher permanece na posição em que Deus a criou, porém, a entrada do pecado complicou o que antes era natural e trouxe dor ao que antes era algo que trazia apenas alegria sem dores. Os relacionamentos passam a ser muito mais difíceis! Mas ainda assim são desejados, pois estão na essência do ser humano. Lembrando que o homem também pecou e também recebeu punições severas de Deus, o que analisaremos em outro estudo em momento oportuno.