- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Por que Jesus nos manda ser perfeitos se isso é algo impossível?

Você pergunta: Em uma de minhas leituras li uma palavra de Jesus dando a ordem para sermos perfeitos como Deus é perfeito. Mas não entendi bem o que Ele quis dizer, pois sei que como seres humanos limitados, não temos condições de ser perfeitos. Jesus está dando ali uma ordem impossível de se cumprir? Se sim, qual o objetivo dessa ordem?

Caro leitor, bem interessante a colocação. Analisarei a seguir algumas questões que vão nos ajudar a entender o foco de Jesus ali. Como sempre, a análise do contexto [1] se faz importante para entendermos bem a fala de Cristo:

or que Jesus nos manda ser perfeitos se isso é algo impossível?

Por que Jesus nos manda ser perfeitos se isso é algo impossível?

(1) O verso que você cita é Mateus 5:48: “Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste”. Esse verso é uma conclusão de um ensino dado por Jesus Cristo sobre o amor ao próximo. Jesus ensina alguns versos antes que devemos amar e orar pelos inimigos (Mateus 5:44). Jesus ensina que devemos olhar o amor de Deus, que derrama da Sua graça sobre bons e maus, como sendo um padrão do amor que devemos exercitar (Mateus 5:45). E na conclusão de Seu ensino Jesus nos manda ser perfeitos como Deus é perfeito.

O que NÃO significa ser perfeito

(2) Para entender essa conclusão de Jesus, primeiro vamos verificar o que Jesus não está querendo dizer: Ele não está ensinando que temos o poder de sermos perfeitos com relação a ausência de pecado, pois a Bíblia é clara quando nos apresenta como passíveis de errar: “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo” (1 João 2:1). Quando usamos a regra de interpretação de que a Bíblia interpreta a Bíblia isso fica claro. Mas o que Jesus quis ensinar?

(3) Avaliando o contexto fica claro que a perfeição a que Jesus se refere é o agir com amor, mesmo com nossos inimigos. Isso está ao nosso alcance. Quando Jesus apresenta Sua argumentação de que amar apenas a quem nos ama é algo de até os maus fazem, Ele está chamando Seus discípulos a uma reflexão de que precisam exercitar um amor muito maior do que o mundo diante dos inimigos. O padrão desse amor é visto na forma como o próprio Deus age. Então, podemos entender a palavra perfeição no sentido de que devemos agir com o mesmo amor com que o próprio Deus age. Ou seja, sermos maduros para escolher um agir amoroso.

(4) Para dar ainda mais ênfase a isso, podemos recorrer a análise da palavra perfeição do grego, que é “teleios”. Um dos significados dessa palavra é aplicado a algo ou alguém “maduro, adulto”. Isso nos leva a verificar que Jesus está chamando Seus discípulos a alcançar maturidade [8], amadurecimento, a serem espiritualmente maduros no exercício de seu amor. Essa é a perfeição cobrada por Jesus e possível a todos nós. Podemos ser maduros no exercício do amor cristão ao próximo, mesmo se ele for nosso inimigo. Está ao nosso alcance!