- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

O que Jesus quis dizer com dar a outra face? Não podemos reagir?

Você Pergunta: Um dos ensinos de Jesus que me deixa mais confusa é quando Ele mandou dar a outra face quando alguém nos ferir. Algumas pessoas se aproveitam dos cristãos por causa disso e causam violências a eles, os fazem de bobos, pois acham que cristãos são bobos que tem sempre que dar a outra face, que devem sofrer. É isso mesmo que Jesus quis que fizéssemos?

Cara leitora, os ensinos de Jesus são sempre desafiantes, não só quanto ao entendimento correto deles, mas também quanto a prática deles no dia a dia. Mas hoje vamos aprender o que realmente quer dizer dar a outra face para que fique clara a intenção de Jesus nesse ensino.

Leia também: os 7 ensinos mais difíceis de Jesus Cristo [1]

O que Jesus quis dizer com dar a outra face?

O que Jesus QUIS DIZER com dar a outra face?

(1) O famoso texto onde Jesus ensina sobre dar a outra face está em Mateus 5:39: “Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra”. A primeira coisa a entender é que esse texto está inserido no trecho que vai do verso 38 até o 42 e que fala sobre vingança pessoal. As leis do Antigo Testamento [2] sobre punição de erros de uma pessoa tinham o objetivo de adequar a punição ao erro cometido para evitar excessos. É o princípio da proporcionalidade [3]. Porém, aos poucos, as pessoas começaram a achar que a vingança pessoal era aceita por Deus evocando o “olho por olho, dente por dente” fora da intenção original do mandamento que Deus deu. Jesus está combatendo isso.

(2) Os servos de Cristo deveriam ser capazes de controlar a sua reação quando fossem insultados ou agredidos. Dar a outra face é não se render a vingança pessoal, mas ser sábio na forma de reagir às injustiças e violências sofridas, de forma que Deus seja glorificado em nossas ações e reações. Quando reagimos pagando o mal com bem impactamos as pessoas com um forte testemunho a respeito da ação de Deus em nossas vidas. Quando pagamos o mal com mal apenas mostramos que somos iguais aos que nos agridem. Esse é o foco principal do ensino de Jesus.

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [4]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [5]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [6]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [7]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [8]
- Outros Materiais (Comece aqui) [9]

O que Jesus NÃO QUIS DIZER com dar a outra face?

(3) Dar a outra face não quer dizer que devemos nos manter em uma posição de sermos agredidos sempre. Jesus não está nos mandando estar sempre diante de quem nos agride nos apresentando a esse tipo de pessoa como um saco de pancadas. Quando somos agredidos pagamos o mal com o bem, mas tomamos providências para que tais situações não ocorram novamente como, por exemplo, estar a certa distância do agressor ou mesmo buscar reparação na forma da lei através da justiça.

(4) Dar a outra face não significa abrir mão de nossos direitos. Temos, por exemplo, o apóstolo Paulo, diante de uma situação injusta que viveu, apelando para que fosse julgado por César, pois tinha direito a isso como cidadão romano que era: “Caso, pois, tenha eu praticado algum mal ou crime digno de morte, estou pronto para morrer; se, pelo contrário, não são verdadeiras as coisas de que me acusam, ninguém, para lhes ser agradável, pode entregar-me a eles. Apelo para César” (Atos 25:11). Paulo não escolheu a vingança pessoal, antes, colocou o caso nas mãos de quem era apto para julgar a questão, cumprindo assim o ensino de Jesus. Isso nos mostra que dar a outra face não significa que temos de abrir mão de nossos direitos legais. Podemos recorrer a eles quando isso for justo.

(5) Dar a outra face não é aguentar injustiças calado. Quando somos injustiçados de alguma forma (ou vemos outros sendo injustiçados), devemos reagir de modo cristão (sem sermos vingativos), com mansidão e perdão se for o caso, porém, certas injustiças não devem ser aguentadas dia após dia de forma passiva. Jesus ensinou Seus discípulos que são “bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça” (Mateus 5:10), o que implica em estarmos buscando sempre viver e agir em prol da promoção da justiça nesse mundo. Agir dessa forma não quebra o ensino de Cristo de dar a outra face.

(6) Finalizo dizendo que  a maioria das afrontas que vivemos no dia a dia nos instigará a nos vingar do ofensor com nossas próprias mãos. Esse é o curso natural do homem pecaminoso. Mas Jesus nos chama a reagirmos com perdão [10] e uma gigantesca ousadia dando a outra face, fazendo com que o ofensor seja impactado com o poder de Deus que emana das boas ações. Se o caso for grave podemos saber que existe um Deus justo vendo tudo e que a punição pertence a Ele: “não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira; porque está escrito: A mim me pertence a vingança; eu é que retribuirei, diz o Senhor” (Romanos 12:19)