- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Pentecostes: O que significa na Bíblia? Entenda de forma simples

Se você é um leitor da Bíblia certamente já leu sobre o Pentecostes. A maioria das pessoas tem em mente que foi aquele fato onde o Espírito Santo foi derramado [1] sobre os discípulos e eles falaram em outras línguas. Mas o pentecostes é muito mais do que isso. Ele tem sua origem no Antigo Testamento e seu início não tem nada a ver com outras línguas e nem com o Espírito Santo. Vamos entender juntos?

O que é o pentecostes no Antigo Testamento?

(1) No Antigo Testamento [2] não temos a palavra pentecostes, pois ele, em sua maioria, foi escrito em hebraico. Pentecostes é uma palavra grega, que vem do termo “pentekoste”, que significa “quinquagésimo”. Mais ao final desse estudo vamos entender porque esse nome em grego. Pestecostes é um outro nome para uma das principais festas dos judeus, que era realizada cinquenta dias (quinquagésimo dia) após a páscoa judaica [3]. Essa festa judaica era chamada também na Bíblia por vários nomes:

a) Festa das semanas (pois era realizadas sete semanas depois da páscoa): ”E celebrarás a Festa das Semanas ao SENHOR, teu Deus, com ofertas voluntárias da tua mão, segundo o SENHOR, teu Deus, te houver abençoado” (Deuteronômio 16:10).

b) Dia das primícias (pois também era relacionada com ofertas das colheitas) “Também tereis santa convocação no dia das primícias, quando trouxerdes oferta nova de manjares ao SENHOR, segundo a vossa Festa das Semanas; nenhuma obra servil fareis” (Números 28:26).

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [4]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [5]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [6]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [7]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [8]
- Outros Materiais (Comece aqui) [9]

c) Festa da sega (também um nome relacionado às colheitas de Israel): “Guardarás a Festa da Sega, dos primeiros frutos do teu trabalho, que houveres semeado no campo, e a Festa da Colheita, à saída do ano, quando recolheres do campo o fruto do teu trabalho” (Êxodo 23:16).

O Pentecostes no Novo Testamento

(2) Devido a popularização da tradução grega do Antigo Testamento (a Septuaginta [10]), essa festa também passou a ser conhecida como o nome de festa de Pentecostes: “Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar” (Atos 2:1). Esse texto de Atos, então, é uma descrição exata dessa mesma festa citada várias vezes no Antigo Testamento (a popular festa das Semanas, dia das primícias ou festa da sega que explicamos acima). Essa festa era uma das três grandes festas onde havia peregrinações [11], fato que fez com que muitos judeus que viviam fora de Israel estivessem ali, favorecendo o sinal que Deus queria realizar e que fez, a partir daquele momento, o pentecostes ter um outro significado.

O novo significado de pentecostes

(3) O texto de Atos 2:1 deu um novo significado a essa palavra, pois foi exatamente em meio a essa festa que Deus resolveu derramar o Espírito Santo sobre Seus servos e estes falaram em outras línguas: “Todos ficaram cheios do Espírito Santo e passaram a falar em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem” (Atos 2:4). Alguns entendem esse acontecimento com um dos grandes marcos para o início da igreja de Cristo. Por esse fato, esse dia onde houve esse derramamento especial do Espírito Santo, é também conhecido como dia de pentecostes.

Leia também: Em Atos 2 os discípulos falaram línguas estranhas? [12]

(4) Dessa forma, o Pentecostes tem esses dois significados apontando fatos bem diferentes na Bíblia. Por isso, e sempre importante avaliar o texto para verificar a qual desses acontecimentos o autor está se referindo, se a festa ou se ao derramamento do Espírito Santo ocorrido naquele dia.