- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Jesus nos proibiu de orarmos sempre pelo mesmo pedido?

Você Pergunta: Hoje eu li um texto bíblico que me deixou um pouco confusa. Em Mateus 6:7 Jesus diz que não devemos em nossas orações usar de vãs repetições. Eu fiquei em dúvida agora, Jesus nos proibiu de orarmos pelo mesmo pedido várias vezes? Eu, por exemplo, tenho buscado uma bênção de Deus há algumas semanas. Todos os dias oro por isso. Estou fazendo errado? Eu devo orar somente uma vez e esperar em Deus?

Cara leitora, sua dúvida é bem interessante. Além de responder sua dúvida, hoje vamos também aprender um pouco sobre uma das principais regras de interpretação bíblica, que é a análise do contexto para definir com mais exatidão a mensagem que o autor quis comunicar ali.

O que quer dizer não orar usando vãs repetições? [1]

O que quer dizer não orar usando vãs repetições?

(1) Esse texto onde Jesus e a Bíblia [2] ensinam sobre oração está inserido no famoso Sermão do Monte, que começa em Mateus 5:1. Jesus se assenta e passa a ensinar aos Seus discípulos uma série de conceitos a respeito do reino de Deus. Dentre esses conceitos estão as bem-aventuranças, a importância de ser sal e luz, a correta aplicação da lei de Deus, etc. A partir do capítulo 6 de Mateus, Jesus começa a trabalhar sobre a ajuda ao próximo e a oração.

(2) O trecho que te deixou confusa foi esse: “E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos” (Mateus 6:7). Todos nós concordamos que no contexto geral das falas de Jesus, Ele sempre nos incentivou a orarmos fervorosamente e colocarmos diante de Deus os nossos pedidos. Em Lucas 18:1, inclusive, Jesus conta uma parábola sobre o nosso dever de orar sempre e usa a história de uma viúva que importuna um juiz até que ele lhe conceda a sua causa. Isso mostra que ser insistente nas orações não é algo errado. Mas o que seria não usar de vãs repetições?

(3) Existiam pessoas que acreditavam que repetir uma oração diversas vezes traria mais poder àquela oração. Inclusive, muitos gostavam de orar em pé nas praças, falando palavras bonitas, cheias da arte da oratória, pois criam que isso daria algum poder a mais às suas orações. Outros usavam as orações como se fossem mantras. Ou seja, repetições que eram feitas muitas e muitas vezes com o objetivo de convencer Deus a dar o que a pessoa queria por causa das repetições das orações. Esse é o conceito que Jesus reprova. Jesus ensina que orar dessa forma é algo vão, ou seja, sem valor.

(4) Orar de todo o coração diversas vezes pelo mesmo pedido, buscando a direção, a resposta de Deus e a vontade Dele, não se enquadra nessa proibição de Jesus. Ou seja, podemos sim orar por um mesmo pedido diversas vezes. Conheço uma pessoa que orou por 20 anos pela conversão de seu marido. Essa esposa cria e buscava em Deus a conversão daquele homem e o pedido dela foi atendido depois de mais de 20 anos de profunda busca. Esse tipo de oração não é rejeitada por Deus, antes, Deus se agrada que a façamos com todo o coração, buscando coisas boas e edificantes segundo a vontade Dele.

(5) Evidentemente, que orar várias vezes por algo não significa que Deus terá que nos dar aquilo. Quem ora de modo correto sempre ora colocando a vontade de Deus acima de tudo, até acima do seu próprio desejo humano de ver realizado aquele pedido. Porém, aqueles que presumem que por muito repetir orações, ou por usar palavras bonitas, terão uma oração mais poderosa, e que Deus terá de ouvi-los, precisam entender que Deus não se agrada desse tipo de oração.