- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Ilustrações cristãs: O grande desafio do mestre da paciência

Em uma pequena aldeia no interior de um grande e populoso país, vivia um mestre diferente dos demais mestres. Esse mestre mantinha uma pequena escola onde ensinava uma das suas especialidades, a paciência. Ele era conhecido em todo país como o Mestre da Paciência. A fama desse mestre era que ele conseguia derrotar qualquer adversário usando a paciência. E isso trazia muita curiosidade nas pessoas, por isso, suas aulas estavam sempre cheias.

Um dia um grupo de homens maldosos resolveu que iria desmascarar esse mestre e tramou uma armadilha contra ele. Escolheram dentre eles o mais maldoso, que foi incumbido de ir até o mestre e destruir a sua fama de mestre da paciência, usando todos os recursos que fossem necessários.

Ilustrações cristãs: O grande desafio do mestre da paciência [1]

Numa das tardes em que o mestre da paciência estava ensinando uma de suas turmas de alunos, chegou até a porta esse homem gritando e dizendo toda sorte de palavras de baixo calão, com a intenção clara de desafiar o mestre.

O mestre levantou-se calmamente, como de costume, e foi em direção aquele homem. Todos se levantaram para acompanhar o que o mestre faria. O mestre chegou perto do homem e parou. Então o homem começou a insultá-lo gritando muito e com muitas ofensas. Vendo que o mestre parecia não ser atingido começou a jogar pedras em sua direção; também cuspia tentando acertá-lo e o ofendia de todas as formas possíveis.

Várias e várias horas se passaram, os insultos continuavam, mas o velho mestre permaneceu inalterado, sem esboçar qualquer reação.

No final da tarde, o homem que ofendia o mestre, sentindo-se humilhado e bastante cansado, parou com os insultos e as tentativas de violência e retirou-se cabisbaixo.

Os alunos do mestre da paciência, impressionados com tudo aquilo que presenciaram, chamaram o mestre e lhe perguntaram:

– Mestre, como o senhor pode aguentar tamanha provocação? Aquele homem te humilhou, te xingou, feriu a sua dignidade e também agiu com violência contra o senhor!

Então o mestre respondeu aos seus alunos, após pensar por alguns segundos:

– Alunos, quando alguém lhe traz um presente, e você não o aceita, esse presente pertence a quem?

– A pessoa que mandou entregá-lo, mestre!

– Assim também acontece com a inveja, com a cobiça, com a raiva, com os insultos e com toda e qualquer coisa negativa que as pessoas tentem te entregar, seja com violência ou não. Quando essas coisas não são aceitas, permanecem pertencendo a quem as carregava consigo. Aquele homem tentou por toda a tarde me entregar ódio, raiva, ira, insultos e violência, mas eu não os recebi, portanto, ele teve de os levar de volta!

Então, os alunos viram na prática mais uma aula do mestre da paciência, que conseguira vencer mais uma batalha apenas colocando em prática a sua paciência!

 “Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração” (Tiago 5:8)