- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

5 milagres que Jesus fez e que todo cristão deveria fazer todos os dias

Jesus operou diversos milagres sobrenaturais. Mas também operou milagres que não tinham nada de sobrenatural, mas que se enquadravam na categoria “milagres” porque eram algo diferente de tudo aquilo que se via em sua época. Milagres do seu cotidiano, coisas que as pessoas de seu tempo não costumavam fazer. Ele quebrou paradigmas de Sua sociedade com Seus milagres.

Jesus chamou seus discípulos [1] para fazer uma obra semelhante a Dele. Somos chamados também a realizar milagres todos os dias. Mas não milagres sobrenaturais, esses acontecem sim, mas em ocasiões mais especiais. Os milagres que mais devemos operar são aqueles que devem acontecer todos os dias, que estão ao nosso alcance. Ficou curioso? Veja abaixo os 5 milagres que Jesus [2] fez e que todo crente deveria operar todos os dias:

5 milagres que Jesus fez e que todo cristão deveria fazer todos os dias [3]

Milagre 1 – O milagre da destruição dos preconceitos

Jesus estava em viagem, havia saído da região da Judeia em direção à Galileia. No caminho passou pela região de Samaria. Sabemos que nessa região viviam os samaritanos [4], e que os judeus [5] de forma preconceituosa odiavam os samaritanos por questões históricas complexas. Jesus se assenta próximo a um poço para matar a Sua sede. Ao longe logo percebe que vem se aproximando dele uma mulher para tirar água. A atitude normal de um judeu daquela época era ignorar a mulher. Além de ser samaritana era mulher, considerada na sociedade em questão como alguém inferior ao homem. Jesus opera o milagre da destruição do preconceito. Ele puxa conversa com essa mulher. Faz o inimaginável: pede que ela lhe dê água para beber. Daí o estranhamento dela: “Então, lhe disse a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana” (João 4:9) e também de seus discípulos (João 4:27).

Devemos aprender a destruir os preconceitos construídos em nossa mente. Esse é um milagre que os discípulos de Cristo devem realizar todos os dias.

Milagre 2 – O milagre da apresentação do evangelho

Sabemos da história de vida sofrida da mulher samaritana. Vivia em um vazio muito grande, procurando preencher esse vazio através de relações amorosas, daí ter tido já cinco maridos e estar vivendo com um amante (João 4.18). Uma mulher destruída por dentro. E também castigada pela dura vida de uma mulher solteira, sem que alguém a ajudasse, algo extremamente penoso naquela época. Jesus não joga conversa fora, não enrola, apresenta a ela a solução, o evangelho, a boa notícia: “Replicou-lhe Jesus: Se conheceras o dom de Deus e quem é o que te pede: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.” (João 4:10). Jesus faz o milagre da apresentação da palavra de Deus, capaz de trazer mudanças profundas na alma, capaz de preencher aquele vazio tão grande em que ela vivia. Hoje temos também milhões de “mulheres samaritanas”, necessitando receber a “água viva”, que tem poder de matar a sede existencial.

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [6]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [7]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [8]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [9]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [10]
- Outros Materiais (Comece aqui) [11]

Devemos aprender a apresentar o evangelho [12] em resposta aos anseios das pessoas em nosso tempo. Esse é um milagre a ser realizado todos os dias, em cada oportunidade que tivermos.

Milagre 3 – O milagre da tolerância para com os fracos na fé

Nem sempre as pessoas compreendem a mensagem de Deus logo de cara. Às vezes pode haver resistência e muitas dúvidas. A mulher samaritana bombardeou Jesus com perguntas diversas sobre aquilo que Jesus estava expondo. Ela necessitava compreender se Jesus não era apenas mais um homem que visava apenas se aproveitar dela. Jesus operou o milagre da tolerância para com os fracos na fé, da paciência de conduzi-la à fonte, de conduzi-la até a vontade de Deus. Foi o que Jesus fez respondendo a cada dúvida com carinho. Hoje vivemos em um tempo de individualismo crescente. Tempo é dinheiro! Esta é a filosofia ensinada em nosso mundo. Se tempo é dinheiro, logo, gastar meu tempo com pessoas insignificantes e cheias de dúvidas, que não me trazem lucro algum, não parece uma boa ideia. Mesmo os crentes acabam fugindo desse tipo de pessoa e não realizam o milagre necessário.

Devemos operar todos os dias o milagre da tolerância para com os fracos na fé que encontramos em nossa caminhada. Devemos nutri-los com a comida forte e revigorante, que é a palavra de Deus. Esse é um importante milagre a se realizar todos os dias.

Milagre 4 – O milagre de não julgar e condenar

Jesus sabia com quem estava conversando. Era uma mulher cheia de pecados. Na ânsia de preencher o seu vazio existencial essa mulher entrou no círculo vicioso de pecado. O que Jesus fez diante disso? Não a julgou e nem a condenou! Impressionante! Quando Jesus pede a ela que chame o marido (João 4: 18), Jesus sutilmente e delicadamente entra em um assunto delicado e complicado, mas que deveria ser tratado. De forma poderosa Jesus traz à mente daquela mulher a necessidade de repensar aquele fato. Na sociedade daquela época essa mulher dificilmente encontraria alguém que não a condenaria pelos seus erros. Até mesmos os religiosos que, teoricamente, deveriam ajudá-la a se reconduzir ao caminho correto, certamente apontariam o dedo para ela e a condenariam. Jesus opera o poderoso milagre de não julgar [13] e condenar e consegue restaurar o pensamento correto naquela mulher.

Devemos aprender a operar todos os dias o milagre de não condenar as pessoas. Não somos juízes! Todos somos pecadores. Todos precisamos da graça transformadora de Deus (Romanos 3:23). Ao invés de condenar precisamos ajudar a restaurar vidas.

Milagre 5 – O milagre de achar coisas boas mesmo nas vidas mais miseráveis

Após tocar no ponto mais crítico da vida da mulher samaritana, falando sobre a questão da vida amorosa destruída que ela tinha, vemos Jesus operar um milagre surpreendente. Jesus elogia a mulher. Sim, Jesus consegue fazer um assunto pesado passar por um momento singelo de reconhecimento de que aquela mulher tinha coisas boas em sua vida: “isto disseste com verdade.” (João 4:18). Jesus, além de não apontar o dedo condenando-a, elogia a sinceridade daquela mulher em admitir o erro e expor a verdade de forma aberta. Ela admitiu que não tinha marido. Poderia mentir, negar, fazer o que quisesse já que nem conhecia Jesus. O ato dela pode ter sido algo pequeno, mas Jesus enxergou ali uma qualidade. O milagre de reforçar aspectos positivos das pessoas não era comum na época de Jesus e também não é na nossa. Preferimos reforçar os pontos negativos, apontar o dedo, depreciar as pessoas. Jesus, não. Jesus conseguiu levantar a autoestima daquela mulher com uma simples frase de elogio.

Devemos aprender a enxergar aspectos positivos na vida das pessoas. Mesmo os maiores pecadores têm aspectos positivos, que muitas vezes estão escondidos por causa da evidência do pecado. Mas eles estão lá. Precisamos operar o milagre de ter atenção e achá-los para usá-los para abençoar.