- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

O que significa libação? Aprenda mais essa palavra bíblica

Algumas expressões que encontramos na Bíblia [1] causam confusão na mente de muitas pessoas, pois são expressões muito antigas, que estão em desuso em nossos dias. Porém, nos dias em que foram escritas eram muito usadas e tinham significados profundos. Assim, cabe a nós corrermos atrás de explicações para compreendermos, à luz de seus contextos, o significado de cada expressão e sabermos o que Deus quis nos comunicar ali. É o caso, por exemplo, da expressão libação, que aparece várias vezes no Antigo Testamento [2], e também é usada no Novo Testamento em alguns momentos, com sentido figurado em alguns textos.

O que significa libação? [3]

 

O que significa libação?

Libação era o derramamento de algum liquido, geralmente era vinho, óleo e até mesmo leite, como um ato de culto a Deus.

Não se sabe ao certo como surgiu esse tipo de oferta de adoração. Sabe-se que era um ato comum em cultos de diversos povos pagãos da antiguidade, que o utilizavam para adorar seus falsos deuses.

Na Bíblia encontramos, mesmo antes da Lei dada a Moisés, a prática da libação mas, claro, em adoração a Deus. Vejamos: “Então, Jacó erigiu uma coluna de pedra no lugar onde Deus falara com ele; e derramou sobre ela uma libação e lhe deitou óleo.” (Gênesis 35.14).

Mais tarde temos a libação presente nas leis dadas por Deus ao povo de Israel [10]. No capítulo que fala das ofertas contínuas a serem praticadas pelo povo, vemos em Êxodo 29.40-41 a ordem para que houvesse libação juntamente com ofertas de sacrifício: “Com um cordeiro, a décima parte de um efa de flor de farinha, amassada com a quarta parte de um him de azeite batido; e, para libação, a quarta parte de um him de vinho…”. Dessa forma essa prática se tornou parte do código de leis cerimoniais dadas por Deus aos israelitas.

Temos também o uso dessa expressão de forma figurada no Novo Testamento [2]. O apóstolo Paulo pegou emprestado essa figura do Antigo Testamento para falar a respeito da sua iminente morte: “Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação, e o tempo da minha partida é chegado.” (2 Timóteo 4. 6). Paulo estava querendo dizer que, da mesma forma que a libação era uma oferta derramada e oferecida a Deus, a vida dele também em breve seria derramada e oferecida a Deus, ou seja, Paulo via a sua morte como um sacrífico agradável a Deus, que estava muito próximo de acontecer.