- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Paulo recomendou que os crentes bebessem bebidas alcoólicas?

Existe uma discussão bastante grande no meio cristão a respeito da bebida alcoólica na Bíblia, se podemos, como crentes, consumir bebidas alcoólicas ou não, se na Bíblia existe essa proibição.

Eu debati um pouco sobre esse assunto no artigo “5 razões por que como crente não tomo bebidas alcoólicas [1]”. Mas hoje iremos analisar uma questão que algumas pessoas usam como argumento para defender o uso de bebidas alcoólicas para os crentes, que é o texto de 1 Timóteo 5:23: “Não continues a beber somente água; usa um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas frequentes enfermidades.”

Paulo recomendou que os crentes bebessem bebidas alcoólicas? [2]

Alguns costumam dizer com base nesse texto que Paulo recomendou que o crente usasse vinho, que a indicação de Paulo sobre o vinho representa uma “carta branca” para quem gosta de beber bebidas alcoólicas. Mas será que foi isso mesmo que Paulo recomendou?

(1) Em primeiro lugar, na mesma carta à Timóteo Paulo recomenda que o presbítero da igreja deve ser “não dado ao vinho” (1Tm 3.3). Para os diáconos Paulo recomendou que não fossem “inclinados a muito vinho” (1Tm 3.8). Está claro que Paulo não defendia o beber bebidas alcoólicas indiscriminadamente. Se os líderes que são considerados espelhos do rebanho de Deus devem ter esse cuidado, os liderados devem seguir o mesmo padrão.

(2) Paulo orienta a Timóteo o uso de vinho não com propósitos sociais (diversão, festas, encontros, etc), mas com propósito medicinal: “usa um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas frequentes enfermidades”. É bem provável por essa descrição, que Timóteo tivesse algum problema estomacal e também outros problemas de saúde. O foco aqui é algum tratamento de saúde conhecido à época com o uso do vinho.

(3) Além disso, é importante observar que Paulo disse “usa um pouco de vinho”. Mesmo no uso medicinal a bebida alcoólica ainda era vista com cautela por Paulo. De modo nenhum Timóteo poderia entender a orientação de Paulo como uma carta branca para beber de forma descontrolada ou mesmo em eventos sociais. Não era o foco dessa orientação de Paulo.

(4) Não podemos nos esquecer de que apesar de não haver na Bíblia a proibição do uso de bebidas alcoólicas, existem dezenas de versículos falando contra a embriaguez e também mostrando os perigos do uso do álcool. Vejamos dois textos bíblicos para exemplificar essa realidade: “Ai dos que se levantam pela manhã e seguem a bebedice e continuam até alta noite, até que o vinho os esquenta!” (Is 5:11). “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito” (Ef 5:18).

(5) Assim, à luz do texto e contexto bíblicos, vemos que Paulo não incentivou os crentes ao uso da bebida alcoólica, antes, na soma de seus escritos tratou com cautela esse assunto e no caso da sua orientação a Timóteo, usou o vinho como um tratamento medicinal, mas, ainda assim, de forma cautelosa com relação à dose a ser utilizada.