- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

É bíblico dizer que Deus quer que seus servos fiquem doentes?

Se você quiser fazer uma pergunta clique aqui! [1]

Você pergunta: Já ouvi várias vezes pessoas dizendo que antes de orar a favor de alguém que esteja enfermo, devemos saber se é da vontade de Deus curá-lo. Mas será que Deus quer que alguém fique doente? Não me refiro a pessoas que não se converteram ou que vivem na pratica do pecado. Refiro-me a servos fieis a Deus. Será que Deus quer que seus servos fiquem doentes? Existe algum texto bíblico que confirma isso?

Deus permite que crentes fiquem doentes? [2]

Caro leitor, não há nenhum problema em orarmos pela cura de uma pessoa. Creio que isso é digno e agrada a Deus. Porém, não podemos orar determinando que Deus faça algo como alguns fazem loucamente, antes, devemos orar para que a vontade Dele seja feita. Isso por um simples motivo: A vontade e propósitos de Deus são perfeitos, não os nossos. Observe como Jesus ora a Deus diante de uma situação muito difícil:

“E dizia: Aba, Pai, tudo te é possível; passa de mim este cálice; contudo, não seja o que eu quero, e sim o que tu queres.” (Mc 14. 36).

SERÁ QUE DEUS QUER QUE SEUS SERVOS FIQUEM DOENTES?

A resposta é que sim. É possível que Deus queira que Seus servos fiquem doentes. Ele permite que isso aconteça. Não por brincadeira e prazer no sofrimento, mas pelos propósitos perfeitos Dele. Um forte exemplo bíblico é Paulo. Em um de seus textos ele relata que Deus lhe colocou um espinho na carne e que, mesmo orando três vezes, Deus não o retirou. Alguns teólogos argumentam que esse “espinho” era um problema de saúde, provavelmente um problema de visão. O certo é que era algo que incomodava e trazia certo sofrimento. Tudo pela vontade do próprio Deus:

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [3]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [4]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [5]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [6]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [7]
- Outros Materiais (Comece aqui) [8]

“E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte. Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo.” (2Co 12:7-9)

Jó também é um exemplo de homem de Deus que ficou gravemente doente pela permissão de Deus. Ele foi ferido de tumores pela vontade de Deus. Observe que Deus limitou a ação de Satanás, mas deu-lhe permissão para agir tirando a saúde de Jó:

“Estende, porém, a mão, toca-lhe nos ossos e na carne e verás se não blasfema contra ti na tua face. Disse o SENHOR a Satanás: Eis que ele está em teu poder; mas poupa-lhe a vida. Então, saiu Satanás da presença do SENHOR e feriu a Jó de tumores malignos, desde a planta do pé até ao alto da cabeça.” (Jó 2.5-7).

Outra coisa que vemos muito na Palavra de Deus é que Deus deseja que enfrentemos os desafios da vida (inclusive as doenças) através do exercício da fé:

“Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança.” (Tg 1. 2-3)

Por fim, gostaria de finalizar dizendo que nem sempre entenderemos os propósitos de Deus. Por isso, no modelo de oração ensinado por Jesus, somos incentivados a buscar a vontade de Deus acima de todas as coisas. Podemos orar sim pedindo a cura, mas sempre em submissão a vontade soberana do Senhor. Nem todos serão curados. Eu mesmo já presenciei a cura de muitos servos de Deus até do câncer, mas também já presenciei a morte de muitos servos de Deus vencidos pela doença, mas não vencidos em sua fé.

“Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu” (Mt 6. 9-10)