- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Eu odeio a minha Bíblia Sagrada!

Por André Sanchez

Em muitos lugares a leitura e a distribuição da Bíblia ou porções dela é proibida e pode resultar até em pena de morte (nos países mais extremistas). Nesses lugares, os cristãos têm um desejo grandioso de poder ter em suas mãos porções da Bíblia Sagrada. Já li sobre histórias de lugares onde quando alguém chegava com uma Bíblia clandestinamente, as páginas eram rasgadas, divididas e trocadas entre as pessoas que tinham uma fome grandiosa por conhecer a vontade de Deus. Já li também de um lugar, que não me recordo o nome, onde existia apenas uma Bíblia para toda a comunidade, e ela ficava acorrentada em um determinado lugar para que todos pudessem ler, mas sem ser levada embora. Essas pessoas amavam a Bíblia, amavam a Palavra de Deus!

Será que você realmente ama a Bíblia Sagrada? [1]Porém, quando olho para a facilidade que temos hoje em dia para ter uma Bíblia aqui no Brasil, fico a pensar se essa facilidade faz com que a conheçamos melhor, a amemos mais. Infelizmente, a resposta é não. Minha experiência no ensino na Palavra de Deus me mostra que as pessoas leem muito pouco a Bíblia. Apesar de tê-la em mãos, a leitura e meditação nela são muito pequenas ou quase inexistentes! Não tenho medo de dizer que muitos, apesar de não declararem, simplesmente odeiam a sua Bíblia. As atitudes para com ela parecem indicar que simplesmente não a amam. Ela é maltratada, não é praticada, não é cuidada, amada… então só posso concluir que é odiada.

Isso me faz pensar que muitas pessoas simplesmente desvalorizam um tesouro precioso que têm em mãos. Uma pérola preciosa que, em muitos casos, fica jogada ou guardada em algum canto até que chegue algum dia em que seja necessário levá-la par algum lugar para fazer uma média. Um bem preciso que devia ser amado, mas não é!

Qual o valor que sua Bíblia tem para você? Você a ama? Se a ama, como demostra isso na prática do dia a dia?

Jesus testificou a respeito das Escrituras sagradas e sua importância:

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim.” (Jo 5. 39)

E pra finalizar, o salmista mostra como devemos tratar a Palavra de Deus:

“Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!” (Sl 119. 97)