- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Ensino dos 10 mandamentos: Um prefácio feito por Deus

Por André Sanchez

Antes de entrarmos no estudo de cada um dos mandamentos e aprendermos àquilo que Deus quis nos ensinar, creio ser interessante darmos alguma atenção para a introdução aos 10 mandamentos. Poucas pessoas dão devido valor a ela, mas creio ser importante observarmos algumas coisas nas palavras ditas pela boca de Deus antes de pronunciar cada um dos 10 mandamentos.

Vimos no artigo anterior que o próprio Deus falou os 10 mandamentos ao povo: “Então, falou Deus todas estas palavras:” (Ex 20. 1). Mas antes dele pronunciar cada um deles Ele disse:

ensino dos 10 mandamentos: prefacio de Deus [1]“Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.” (Ex 20. 2)

1- Deus lembra o povo quem Ele era: “Eu sou o SENHOR, teu Deus”

Quando a palavra “SENHOR” aparece toda em maiúsculas em nossa tradução da Bíblia, significa que naquele lugar, nos originais hebraicos, aparece o nome próprio de Deus, JEOVÁ. Sem entrar em polêmicas a respeito do nome de Deus, quero apenas destacar aqui que Deus se diferencia de todos os deuses das nações, como um Deus único. As nações também tinham deuses que eram chamados de “deus” ou de ‘senhor”, mas JEOVÁ é só um, é único, é o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, que se revelou a Moisés no Monte Sinai: “Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó…” (Ex 3. 6).

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [2]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [3]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [4]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [5]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [6]
- Outros Materiais (Comece aqui) [7]

Assim, Deus se identifica ao povo claramente. Ou seja, os mandamentos que serão dados, o serão pelo Senhor do universo, o Deus dos antepassados do povo. Não é qualquer um! Não é um deus criado pelo ser humano, fictício.

2- Deus lembra ao povo o que Ele fez: “que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.”

Quando Deus, antes de pronunciar os 10 mandamentos, relembra ao povo o que Ele fez, traz à memória do povo os seus feitos, presenciados por toda aquela geração. As pragas do Egito, a libertação da escravidão, o mar sendo aberto, as águas amargas tornando-se doces, o maná… Todas essas coisas testemunhavam a favor daquele que falaria cada um dos mandamentos, o Senhor todo-poderoso, o Deus daquele povo. Assim, JEOVÁ ratifica diante do povo a Sua autoridade e grandeza para decretar mandamentos que deveriam ser cumpridos, pois os Seus planos e promessas foram cumpridos na libertação do povo da escravidão.

3- Deus quer que o povo seja obediente: “que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.”

Sabemos que a salvação dada por Deus é pela fé, assim, a obediência aos mandamentos não salvaria  a alma daquele povo. Porém, a obediência aos mandamentos surge de um coração grato que reconhece o Deus a quem se submete e que reconhece a grandeza de Sua misericórdia e bênçãos. Isso é verdadeiro, pois Deus expressa isso relembrando ao povo quem Ele era e o que fez, buscando que o povo cumprisse sua parte na aliança, a obediência.

Conclusão

Assim, a introdução aos 10 mandamentos é um ensino fabuloso que chama a todos nós para reconhecermos o nosso Deus, a grandeza de Sua soberania e também a grandeza de Seus planos e benefícios para com o Seu povo. A obediência aos mandamentos que serão dados a partir de agora, é um ato de amor e temor perante o Pai.