- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

As crianças que morrem na infância serão salvas?

Você Pergunta: Acordei esta manhã com uma dúvida terrível, se as crianças que morrem na infância serão salvas? Entendo assim: se precisamos aceitar a Cristo e seguirmos Seus mandamentos para sermos salvos, e quanto às crianças? Aquelas que ainda não tem esse discernimento para crer? O que a Bíblia nos orienta a respeito dessa questão?

Cara leitora, a questão que você levantou sobre salvação das crianças que morrem na infância já vem sendo discutida há séculos por teólogos de todo o mundo. E é realmente uma questão que mexe muito com todos nós e causa muita polêmica. Por isso, antes, vou dar-lhe algumas explicações e depois colocar as duas posições que mais têm sido defendidas quanto a essa questão.

As crianças que morrem na infância serão salvas? [1]

Crianças que morrem na infância serão salvas?

(1) Primeiro vamos relembrar de forma simples a nossa condição enquanto seres humanos caídos e o que é a salvação: A Bíblia diz que “todos pecaram” (Romanos 3. 23). Ou seja, até as crianças são pecadoras, mesmo as que ainda não têm ciência disso. Isso geralmente é conhecido na teologia como pecado original (leia sobre esse assunto clicando aqui [2]). É a herança que temos em Adão. Todos somos culpados perante Deus, inclusive as crianças. “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.” (Romanos 5. 12). Observe que o pecado e a morte atingiu a todos (inclusive as crianças). Por sermos pecadores, a nossa pena é a morte (total separação de Deus). “Porque o salário do pecado é a morte…” (Romanos 6. 23).

(2) Assim, todas as pessoas estavam destinadas à morte, à total separação de Deus, à condenação. Deus então, por Sua própria iniciativa, por Sua graça, quis dar a salvação aos seus eleitos. A salvação é pela fé em Jesus Cristo [9], conforme nos ensina a Bíblia “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” (Efésios 2:8). Somos salvos da condenação que o pecado traz sobre nós pela fé em Cristo, pelo Seu sacrifício na cruz, pela operação do Espírito do Senhor em nossa vida. Essa fé é uma fé consciente, ou seja, a pessoa crê racionalmente que é uma pecadora, que Jesus Cristo morreu por ela na cruz [10], etc.

(3) Aí entra a questão: E as crianças que morreram na infância e que não tiveram a possibilidade de exercer uma fé consciente, serão salvas? Bom, com uma coisa muitos concordam: Deus, de alguma forma, sem se servir do exercício (normal) da fé consciente, salva sim crianças e pessoas que não têm possibilidade de exercitar a sua fé plenamente (pessoas com deficiência mental, por exemplo): “Jesus, porém, disse: Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus” (Mateus 19:14). Se a salvação dessas crianças fosse somente através do exercício consciente da fé, nenhuma delas teria a possibilidade de serem salvas (caso morressem na infância). Sendo assim, como o reino dos céus [11] seriam desses pequeninos conforme disse Jesus?

Crianças que morrem na infância são predestinadas a salvação ou estão condenadas?

(4) Porém, a questão mais polêmica de todas quando o assunto é se as crianças que morrem na infância serão salvas, é: TODAS as crianças que morrem antes de ter capacidade de exercer a fé são eleitas (predestinadas) e salvas? Ou algumas delas simplesmente não foram predestinadas e irão para o inferno (que é a condição de todo homem sem Cristo)? Daí surge duas posições:

a) Deus elegeu [todas] as crianças que morrem antes de poder exercer conscientemente sua fé. Ou seja, todas as crianças que morrerem na infância serão salvas.

b) Deus salva apenas as crianças que Ele predestinou para a salvação. Ou seja, algumas das crianças que morrem nessa infância não serão salvas, apenas as que foram eleitas.

Leia também: O que a Bíblia ensina sobre predestinação? [12]

Meu entendimento: Deus salvará 100% das crianças que morrem na infância, pois elas são predestinadas. Isso me parece o mais próximo do ensino de Jesus sobre as crianças e o reino de Deus. Mas certamente esse assunto é bastante complexo devido aos poucos detalhes que a Bíblia nos apresenta sobre ele.