- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

O que ele viu de tão espetacular nos braços de Maria?

Por André Sanchez

simeão, jesus, maria, nascimento de cristo [1]A Bíblia conta a história de um homem de Deus, fiel, que tinha recebido do Senhor a promessa de que não morreria sem antes ver a salvação prometida por Deus nos escritos do Velho Testamento: “Havia em Jerusalém um homem chamado Simeão; homem este justo e piedoso que esperava a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. Revelara-lhe o Espírito Santo que não passaria pela morte antes de ver o Cristo do Senhor.” (Lc 2. 25-26)

Creio eu que este homem dia após dia se preparava e sensibilizava o seu coração para enxergar a salvação prometida por Deus. Onde ela apareceria? De que forma? Quando? Será que conseguirei identificá-la? Como ela será? Como Deus manifestará essa salvação? Como será o Cristo Salvador?

Num dia como outro qualquer, a vida seguia o seu rumo rotineiro, as coisas aconteciam no repetido balé das horas, que passavam minuto a minuto. Mas esse dia seria diferente! Algo estava para acontecer! O Espírito o estava guiando: “Movido pelo Espírito [Simeão], foi ao templo; e, quando os pais trouxeram o menino Jesus para fazerem com ele o que a Lei ordenava, Simeão o tomou nos braços e louvou a Deus, dizendo…” (Lc 2. 27-28)

Simeão olhou para os braços de Maria, fitou por um momento a criança que Maria trazia embalada em panos, não se contentou… pegou a criança e a acomodou delicadamente em seu colo. Talvez num instante tenha pensado consigo mesmo: Seria essa criança a salvação de Deus? Seria o Cristo? Seria isso que Deus me prometeu mostrar? Será este menino? Em meio às suas dúvidas, porém, o Espírito confirmava a cada segundo o que ele via em seu colo: a Salvação prometida por Deus!

O que Simeão viu de tão espetacular nos braços de Maria?

Simeão viu aquilo que deveríamos ver, ou melhor, enxergar: A salvação é uma pessoa! A salvação é Deus que se tornou homem, e Deus que nos amou, que nasceu com o intuito de esgotar até a última gota do Seu sangue para nos dar a vida, para nos levar à luz, para destruir a nossa vida de pecado e de trevas. A Salvação é uma pessoa que veio nos dar o “status” de filhos de Deus e herdeiros das promessas. A Salvação que Simeão viu, e posteriormente enxergou profundamente com os olhos da fé, chama-se Jesus Cristo.

Simeão não viu nos braços de Maria uma ideia, uma filosofia de vida, um pensamento humano, uma religião, uma política, uma inovação, pois estas coisas não são a salvação. A salvação é exatamente o que Simeão viu e compartilhou: “Agora, Senhor, podes despedir em paz o teu servo, segundo a tua palavra; porque os meus olhos já viram a tua salvação, a qual preparaste diante de todos os povos: luz para revelação aos gentios, e para glória do teu povo de Israel.” (Lc 2. 29-32)

A Salvação de Deus vista por Simeão chama-se Jesus Cristo! Quem vê outro tipo de “salvação” nos braços de Maria está enxergando muito mal, deveria olhar de novo!