- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

A reforma protestante e as novas reformas que precisamos

Por André Sanchez

reforma protestante, lutero, palavra de deus, vida com deus, reforma [1]A reforma protestante apesar de ainda ser desconhecida de muitas pessoas com certeza as beneficia de muitas formas. Antes da reforma a Bíblia era apenas para os representantes da igreja católica. O povo nada sabia dela, apenas seguia tudo aquilo que os sacerdotes diziam e interpretavam. Os abusos eram grandiosos, a ponto do papa ser considerado praticamente um deus. O papa se gabava de “ter o poder” até de colocar e tirar pessoas do céu dependendo das ofertas que recebia.

Deus, porém, levantou um sacerdote do meio da igreja católica, que ao ler a Bíblia nua e crua foi confrontado com a verdade e pôde ver o quanto a igreja e seus líderes estavam afastados da Palavra de Deus. Foi em 31 de Outubro de 1517, ou seja, à 493 anos atrás, que o monge Martinho Lutero afixou na porta do castelo de Wittenberg as suas 95 teses, que foram um tapa na cara da igreja. Ele lutou por uma reforma na igreja, por um retorno às verdades da Palavra. Foi perseguido, mas se empenhou junto com muitos outros que também levantaram a bandeira de sua luta. Colocaram a Bíblia na mão do povo ao preço de muito sofrimento. Deles surgiram os protestantes dos quais somos fruto.

A questão é: O que o sacrifício destes homens produziram em nossas vidas? Hoje temos a Bíblia amplamente divulgada. Temos blogues que levantam a bandeira da divulgação da Palavra. Temos pessoas que usam o Twitter e outras redes sociais para divulgar a Palavra de Deus. Divulgação existe amplamente e a Bíblia está disponível a quase todos.

Se antes da reforma a Bíblia era escondida, hoje ela esta à disposição de todos, porém vivemos uma grande rejeição a ela. Poucos a leem com o mesmo afinco do que no passado. Poucos a levam tão a sério quanto na época da reforma. Ela é a mesma, porém, as pessoas tem preferido rejeitá-la.

Vivemos um novo tempo e certamente precisamos de novas reformas que devem agora ser feitas com o retorno das pessoas à leitura e à prática nua e crua da Palavra de Deus. Só assim poderemos protagonizar uma nova reforma em nossos tempos e colhermos as bênçãos de Deus. Precisamos novamente rejeitar as doutrinas de homens pregadas por aí e abraçarmos com afinco a palavra de Deus!

Segue um pequeno resumo da história do inicio da reforma protestante (fonte: Wikipédia)

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [2]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [3]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [4]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [5]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [6]
- Outros Materiais (Comece aqui) [7]

A Reforma Protestante foi um movimento reformista cristão iniciado no século XVI por Martinho Lutero, que, através da publicação de suas 95 teses, protestou contra diversos pontos da doutrina da Igreja Católica, propondo uma reforma no catolicismo. Os princípios fundamentais da Reforma Protestante são conhecidos como os Cinco solas. Sola fide (somente a fé); Sola scriptura (somente a Escritura); Solus Christus (somente Cristo); Sola gratia (somente a graça); Soli Deo gloria(glória somente a Deus).

Lutero foi apoiado por vários religiosos e governantes europeus provocando uma revolução religiosa, iniciada na Alemanha, e estendendo-se pela Suíça, França, Países Baixos, Reino Unido, Escandinávia e algumas partes do Leste europeu, principalmente os Países Bálticos e a Hungria. A resposta da Igreja Católica Romana foi o movimento conhecido como Contra-Reforma ou Reforma Católica, iniciada no Concílio de Trento.

O resultado da Reforma Protestante foi a divisão da chamada Igreja do Ocidente entre os católicos romanos e os reformados ou protestantes, originando o Protestantismo. martinho lutero, reforma protestante [8]No início do século XVI, o monge alemão Martinho Lutero, abraçando as ideias dos pré-reformadores, proferiu três sermões contra as indulgências em 1516 e 1517. Em 31 de Outubro de 1517 foram pregadas as 95 Teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, com um convite aberto ao debate sobre elas. Esse fato é considerado como o início da Reforma Protestante.

Essas teses condenavam a “avareza e o paganismo” na Igreja, e pediam um debate teológico sobre o que as indulgências significavam. As 95 Teses foram logo traduzidas para o alemão e amplamente copiadas e impressas. Após um mês se haviam espalhado por toda a Europa.

Após diversos acontecimentos, em Junho de 1518 foi aberto um processo por parte da Igreja Romana contra Lutero, a partir da publicação das suas 95 Teses. Alegava-se, com o exame do processo, que ele incorria em heresia. Depois disso, em Agosto de 1518, o processo foi alterado para heresia notória. Finalmente, em Junho de 1520 reapareceu a ameaça no escrito “Exsurge Domini” e, em Janeiro de 1521, a bula “Decet Romanum Pontificem” excomungou Lutero. Devido a esses acontecimentos, Lutero foi exilado no Castelo de Wartburg, em Eisenach, onde permaneceu por cerca de um ano. Durante esse período de retiro forçado, Lutero trabalhou na sua tradução da Bíblia para o alemão, da qual foi impresso o Novo Testamento, em Setembro de 1522.

Aprofunde mais o seu conhecimento sobre a reforma, Leia aqui [9]