- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Os mineiros do Chile, o altruísmo e os egoístas

Por André Sanchez

altruísmo, mineiros, chile, egoísmo [1]Altruísta é aquele que ama o seu próximo sem esperar nada em troca. O altruísta é capaz de agir em favor do próximo sem egoísmo, é capaz de se colocar no lugar dele, e assim, tomar atitudes concretas para aliviar a sua dor ou a sua dificuldade, dentro ou até acima de suas possibilidades. O altruísta ama acima de tudo, é equilibrado e move-se e move as pessoas na direção daquele que necessita verdadeiramente de algo. O altruísta não consegue fechar os olhos para o que se passa ao seu redor como se nada estivesse acontecendo.

Vivemos num mundo com mais egoístas que altruístas; prova disso é o estado em que o mundo se encontra, as mazelas sociais, as desigualdades, uns com tanto outros com nada.

O caso dos mineiros soterrados no Chile talvez seja uma pequena luz no fim do túnel, que demonstra que o altruísmo está adormecido no coração das pessoas e precisa apenas ser acordado pelo amor para que faça a diferença.

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [2]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [3]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [4]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [5]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [6]
- Outros Materiais (Comece aqui) [7]

Num esforço conjunto, altruísta, governos, populares, familiares e até desconhecidos se uniram com o intuito de aliviar a dor dos mineiros soterrados e dar-lhes a possibilidade de sairem dali. Várias pessoas se empenharam, oraram, jejuaram, fizeram o que estava ao seu alcance em favor da vida dos mineiros sofredores e também dos familiares. Resultado? Os antes quatro meses que seriam necessários para que eles saíssem daquela terrível mina, caíram para apenas dois meses. Todos estavam amorosamente empenhados. No momento em que escrevo este artigo, 15 mineiros já estão nos braços de seus familiares antes do tempo determinado.

Imagine esta força movendo toda uma sociedade em prol dos mais necessitados, dos que passam fome, dos doentes, dos que tem necessidades especiais, dos que não tem teto, dos que sofrem, dos que não tem Jesus. Certamente o altruísmo faria do mundo um mundo diferente. Mas como um sábio já disse, difícil não é mudar o mundo, mas mudar a nós mesmos. Talvez a mudança precise acontecer primeiro em nosso coração, lá no nosso íntimo, e se espalhar vertiginosamente, nos contagiando e contagiando pessoas, e só então, ir em direção aos que precisam do amor altruísta. Tudo começa no seu e no meu coração! O potencial de mudança está dentro de nós!

O difícil de acreditar é que ficamos altruístas em apenas algumas situações, normalmente situações que saltam aos olhos, mas, por exemplo, uma pessoa passando fome não parece despertar o altruísmo em muita gente. Logo esse episódio dos mineiros irá acabar e certamente voltaremos ao velho coração egoísta. Não foi assim que Deus desejou que fôssemos! Precisamos resgatar de forma consciente o “amar ao próximo com a si mesmo”, o amor altruísta, o mesmo que vimos superabundar em nosso Mestre e Salvador Jesus Cristo.