- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Cristãos e finanças: Como usar o cartão de crédito corretamente e fazer dele uma bênção?

Por André Sanchez 
cartão de crédito, vida financeira, uso correto do cartão de crédito [1]

Será que é possível tirar alguma vantagem no uso do cartão de crédito? Essa é uma boa pergunta. No artigo passado [2] dissemos que alguns demonizam o cartão de crédito enquanto outros o acham uma bênção de Deus. Vimos que um e outro extremo dependem do uso que fazemos dele. Qual a melhor forma de usar o cartão de crédito para que ele seja uma bênção? Quais são as dicas para fazer dele um aliado e não um vilão?1 – Programe suas compras com antecedência. O maior erro das pessoas no uso do cartão é usá-lo indiscriminadamente. As vantagens do cartão são a segurança de não precisar ficar andando com dinheiro, o crédito fácil num momento de maior emergência, o relacionamento com as instituições financeiras que te dão vantagens, os programas de bônus que te devolvem prêmios através dos gastos que você faz. Não há vantagens milagrosas. Programe suas compras, planeje-as, assim você não terá surpresas no próximo mês.

Veja também:
- Conheça Sua Bíblia de Capa a Capa (Comece aqui) [3]
- Teologia sem mensalidades (Comece aqui) [4]
- Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui) [5]
- Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui) [6]
- Método Como Ler a Bíblia E Entendê-la Mais Facilmente (Comece aqui) [7]
- Outros Materiais (Comece aqui) [8]

2 – Anote seus gastos e guarde os comprovantes. É muito importante você controlar o que já gastou no cartão. Por exemplo, se você tem uma verba de R$ 100,00 para gastar com combustível para o carro, deve anotar os abastecimentos e verificar quanto falta para chegar ao que planejou. Se estiver próximo, talvez seja momento de partir para a bicicleta ou para a caminhada. Guardar os comprovantes é uma forma de conferir os seus gastos e de evitar cobranças indevidas por parte das financeiras.

3 – Cuidados com os cartões adicionais. Só conceda cartões adicionais para quem está no mesmo barco, ou seja, para quem prometer seguir o planejamento da família e só fazer compras que foram planejadas. Isso evita as famosas compras por impulso.

4 – Atenção com as taxas de manutenção e anuidades. Estas taxas costumam ser muito caras e podem representar um valor alto tornando o uso do cartão inviável. Você pode fazer duas coisas neste caso: primeiro: você pode negociar as taxas de anuidade e de manutenção diretamente com as financeiras. Como elas não querem perder cliente costumam abaixar as taxas e até extingui-las se você der uma “choradinha”. Seja um chorão! Segunda e minha preferida: Peça um cartão sem taxas e anuidade. Eu uso um cartão desses, que não me cobra nada a mais se eu usá-lo todos os meses.

5 – Use as vantagens e os bônus. Nos sites das financeiras elas costumam oferecer muitas vantagens a quem usar um cartão de sua bandeira. Os programas de bônus são os mais comuns. Com eles cada Real que você gasta vira bônus para você trocar por prêmios. Se inscreva e use os bônus. Eu já tirei vários prêmios, canivete, assinatura de revista, etc. Use seus bônus.

6 – Se você não consegue controlar-se nas compras não é hora de ter um cartão. Pessoas descontroladas financeiramente e ou compradoras compulsivas precisam se tratar para só depois usarem um cartão de crédito. Análise a si mesmo e tome a melhor decisão.

Leia o artigo anterior para ver as primeiras dicas sobre o uso correto do cartão de crédito [2].