- Esboçando Ideias - https://www.esbocandoideias.com -

Eu neguei Jesus!

[1]
Quando tudo parece estar andando nos eixos em nossa vida, costumamos ser crentes muito espirituais e muito seguros de nossas posições e compromissos. Pedro ao ser informado por Jesus que ele o negaria três vezes, disse com veemência: “Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei.” (Marcos 14. 31) 
Pedro teve uma postura de certeza e convicção parecida com a nossa postura, principalmente quando estamos confortáveis em nossa vida. Certeza e convicção são uma boa postura, mas são posturas que sustentamos em qualquer situação (leia-se, tribulações, dores, angustias, temores…)?
Não no caso de Pedro, que pressionado, jogou toda a sua certeza e convicção para o alto: “Mas ele [Pedro] o negou, dizendo: Não o conheço, nem compreendo o que dizes.” (…) “Mas ele outra vez o negou” (…) “Ele, porém, começou a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem de quem falais!” (Marcos 14. 68, 70, 71).
Nenhum de nós pode condenar a atitude de Pedro. Ele negou a Jesus como nós também O negamos muitas vezes. Fora de nossa zona de conforto, andamos para trás, desconfiamos de Deus, esquecemos as promessas que fizemos, jogamos para o alto tudo que já dissemos ao Senhor, O negamos!

Pedro se arrependeu de ter negado a Jesus e não encontramos outro relato dele negando Seu Mestre em todo o Novo Testamento, pelo contrário, encontramos um Pedro destemido, e mesmo em meio ao sofrimento, dando testemunho do nome de Jesus. 
E nós? Como Pedro, já negamos a Jesus? O estamos negando em nosso dia-a-dia? Já nos arrependemos disso? Estamos dispostos a testificar a nossa fé em qualquer situação, como fez Pedro mais tarde?