O pastor deve ser sustentado pela igreja?

Postado por em: #VocêPergunta

sustento pastoral, igreja, salário, pagamento, dinheiro

Você Pergunta: Na sua opinião, que aprendi a respeitar, você acha que o pastor deve receber salário? Ou seja, ser sustentado pela igreja?

Cara leitora, vamos analisar alguns versículos para discorrermos melhor sobre o tema:

“Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho” (1Co 9. 13-14)

Os que servem ao evangelho têm o direito de receber o seu sustento pelo trabalho que fazem. Um direito bíblico. De onde vem esse sustento? Do próprio evangelho.

Mas como alguém poderá viver do evangelho? Como é isso? Entendo que o pastor que se dedica ao evangelho pastoreando a igreja, deve ter as suas necessidades satisfeitas por ela, ou seja, a igreja deve providenciar o seu sustento. A igreja deve cuidar dele, inclusive financeiramente. Dessa forma ele ficará tranquilo para desempenhar seu ministério. Se sentirá assistido.

É evidente que existem igrejas muito pequenas que não têm condições de sustentar integralmente o seu pastor. Nesse caso, a igreja e o pastor devem achar uma melhor solução para o caso.

A Bíblia ainda nos diz algo interessante: “Devem ser considerados merecedores de dobrados honorários os presbíteros que presidem bem, com especialidade os que se afadigam na palavra e no ensino.” (1Tm 5. 17). Paulo ensina a dar “dobrados honorários” aos pastores (presbíteros), ou seja, honra através da remuneração, como fica claro no próximo versículo: “Pois a Escritura declara: Não amordaces o boi, quando pisa o trigo. E ainda: O trabalhador é digno do seu salário.” (1Tm 5. 18)

Paulo mostra a importância de a igreja honrar o servo que a serve, com um salário digno. O pastor, que é um trabalhador que trabalha em prol do reino de Deus, é digno de seu salário!

Pessoalmente, não gosto do termo salário para pastores, apesar de não achá-lo errado. Prefiro o termo “honorário”, pois deriva da palavra honra. Quando a igreja honra o seu pastor com um honorário financeiro que abençoa a sua vida e de sua família, e que satisfaz as suas necessidades, cumpre o dever bíblico de honrar os servos enviados por Deus.

Precisamos lembrar que o pastor é também um ser humano que tem necessidades, que tem contas a pagar, filhos a criar, sonhos a realizar, passeios a fazer… como qualquer um de nós! Muitas igrejas têm feito de seu pastor uma cana numa moenda. Têm passado o pastor pela moenda várias vezes até sair a última gota de caldo, ficando só o bagaço… depois disso o jogam fora! Deus não se agrada disso!

Veja outras perguntas respondidas:

Se quiser fazer alguma pergunta, preencha o formulário, clicando aqui!

Se quiser ver mais perguntas respondidas, clique aqui

Comente usando seu Facebook ou use o sistema de comentários normal no fim da página

73 comentários

  • Anonymous disse:

    Se ele vive para a Obra de Deus de todo coração, não sendo oportunista – no caso de somente se aproveitar disso, por questões materiais – sim.

    Responder
  • Claudinéia disse:

    Sim, os pastores sempre tem que trabalhar a favor da igreja e isto requer tempo de suas vidas. Sendo assim, para manter-se precisa ter também seu honorário. Claro que se não existir por parte deles uma organização, e, se o trabalho não for para o melhor desenvolvimento da igreja, ou seja, com amor, ordem e descência, o mesmo deixa de merecer, mas quanto a isto, Deus pedirá conta!
    http://pingofeliz.blogspot.com/
    Claudinéia do blog Gente Evangélica

    Responder
  • TERESA disse:

    quem escreve , não importa , e sim oque escreve
    anonimo ou não ! e via de regra os ditos , ficam esperando dar sorte de vir um dizimo forte que resolvam a vida deles , assim como quem acerta na loto . se eles nao querem trabalhar , alguem tem que pagar as contas da instituição. porque será que o apóstolo paulo trabalhava para não ser peso para igreja ??
    talvez naquele tempo houvesse mais ofertas de emprego , ou ele queria ser o bambambam …
    creio que não . havia nele algo que se perdeu no tempo , mas que existe , se alguem resgatar.
    o nome certo eu não me arrisco mencionar .
    seria caráter ou bom senso . ou algo assim …
    a paz .

    Responder
  • jurandir alves disse:

    Ser pastor eh vocacao e nao profissao. Nao deveriam ter salario e sim ajuda de custo como fazemos com missionarios. Existe um tempo ocioso em que o pastor nao faz nda. Nao ora, nao visita e nem se dedica como deveria ao estudo biblico ou interesse da igreja. Viagens, convencoes denominacionais, reunioes com autoridades….pura enchecao de linguica. Nao ao salario e sim a ajuda de custo. Paulo recenia salario integral???
    Sei que e polemico o assunto.

    Responder
    • Bianca Wu disse:

      salario é uma palavra fortissima para o contexto biblico mesmo, mas os pastores que dedicam sua vida para seu ministerio devem ser honorados sim!

      há pastores que nao fazem nada mesmo XD
      na minha igreja tem assembleia e se achamos que o pastor não esta á exercendo seu papel como deveria a igreja decide honrar com oferta ou não a ele.

      Responder
      • mabio leal de lima disse:

        jesus era e e nosso sumo pastor e dedicou sua vida aqui na terra em cuidar da igreja e em qual parte da biblia esta escrito que ele cobrou honorarios da igreja . ao contrario cristo por onde passava ajudava os nescessitados ao invez de tirar das pessoas ele dava , e outra, coisa ele vivia do seu proprio suor sua profisao era carpinteiro . ele disse de graça recebeste de graça dai . entao se cristo nao cobrou nada da igreja, como iremos nos pregar e receber salario. o salario que ele quer nos dar e a vida eterna no ceu , essa e a nossa recompensa se formos fiel ate ao fim.

        Responder
        • André Sanchez disse:

          Mabio, na época de Jesus já existia a igreja?

          Responder
    • Li disse:

      “Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho” (1Co 9. 13-14)

      Responder
      • roni disse:

        “Se entre vocês semeamos coisas espirituais, seria demais colhermos de vocês coisas materiais? Se outros têm direito de ser sustentados por vocês, não o temos nós ainda mais? Mas nós nunca usamos desse direito. Pelo contrário, suportamos tudo para não colocar obstáculo algum ao evangelho de Cristo” (I Co. 9:11,12).

        Responder
  • Evang_Felipe disse:

    Pra começar, ele deve ser sustentado pelas próprias pernas. Agora financeiramente, acho que se for sustento pro básico com certeza. A questão é que tem igrejas que pagam comissões aos pastores, e aí os pastores fazem campanha atrás de campanha de prosperidade para conseguir mais, e quanto mais, melhor p seu salario. Tem de ser um salario. E não comissão.

    Responder
  • Priscila Veloso disse:

    Paulo trabalhava,por que desde aquele tempo ja existia pessoas que pensavam da mesma maneira de hj!!!!!
    Paulo argumentou que embora ele tenha o direito de ser sustentado por eles,tambem tinha o direito de recusar o sustento.Ele optou por pregar o evangelho sem pagamento para não ser acusado de se beneficiar daquilo que ensinava.Apresentando o evangelho 'sem cobrar' ele mesmo estava 'livre de todos os homens'.
    Surgiram problemas quando os coríntios observaram outros mestres (Apolo ou Pedro)aceitando sustendo.Por causa da recusa de Pulo em fazer o mesmo eles começaram a questionar!!!!!

    Ai é quando Paulo escreve a primeira carta aos Coríntios…
    1Co 9.1,15

    * Não temos nós o direito de comer e beber?
    * Quem jamais vai a guerra á sua própria custa?Quemplanta a vinha e não come do seu fruto?Ou quem APASCENTA UM REBANHO e não se alimenta do leite do rebanho?
    * Se nós vos semeamos as coisas ESPIRITUAIS,será muito recolhermos de vós bens MATERIAIS?
    * Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar o altar tira o seu sustento?
    * assim ORDENOU O SENHOR aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho.

    E em Mateus 10.8,10 Crito fala aos seus discípulos que eles não deveriam cobrar para pregar…para curar enfermos,ressucitar mortos…purificar leprosos…expeli demõnios…

    Você ja viu algum Pastor dizendo Venha aqui na frente que se vc me der 100,00 reais eu te curo da sua doença…expulso o que vc tiver…ressulto aquele que ja se foi…etc…

    Não…e se ja se ouviu pode ter certeza que ai sim tem destorção da palavra de Deus!!!!

    Os Pastores justos não cobram salario nenhum para pregar…
    Os Honoráios que são dados a eles é por que é uma ordem do Senhor!!!!!

    E se vc tem alguma dúvida leia a Bíblia…que não contem a palavra de DEUS…pois È a PALAVRA DE DEUS…

    Que a paz do nosso Senhor Jesus esteja com todos….
    E que o Espirito Santo venha os revelar tudo aquilo que os confundem…

    Pois a palavra diz..Conhecereis a verdade e ela vos libertará….
    …eis que lhe enviarei o espirito da verdade…..

    que espirito é esse…??? É O Espirito Santo de DEUS!!!!

    Que DEUS os abençoe….

    Responder
  • Wander disse:

    Valores sao inegociáveis, quando Deus fala que iria levantar pastor, Deus pensou em pessoas com conhecimento e que tbem gastasse tempo, para cuidar de uma Igreja nao é tão simples assim, se fosse teríamos uma fila de gente querendo ser pastor; porque nao temos?
    A verdade é que a seara é grande e os trabalhadores sao poucos.
    Quem trabalha deve ter salario. Pastor aconselha, visita, motiva, ora, faz cultos, administra, etc… E aí???

    Responder
    • João Paulo disse:

      Pastor deve receber pelo seu trabalho??? Sim!
      Pastor deve ser rico??? Não!
      Igreja não é empresa, igreja não é negócio. Por experiência própria, pude observar que existe muito mais amor e união entre os irmãos em igrejas pequenas do que em igrejas com quantidades exorbitantes de membros.
      Baseados em 1 Cor 9: 13-14, muitos pastores buscam erroneamente encher o templos com novos membros e assim aumentar os seus ganhos, quando na verdade deveriam abrir congregações em diversas localidades e realizar mais trabalhos sociais.para população.

      Responder
    • roni disse:

      “Se entre vocês semeamos coisas espirituais, seria demais colhermos de vocês coisas materiais? Se outros têm direito de ser sustentados por vocês, não o temos nós ainda mais? Mas nós nunca usamos desse direito. Pelo contrário, suportamos tudo para não colocar obstáculo algum ao evangelho de Cristo” (I Co. 9:11,12).

      Responder
  • NAIANE DIAS disse:

    PAZ DO SENHOR ANDRE SANCHEZ

    A MINHA PERGUNATA É

    TEMOS DOS MINISTRO ELES TOCAM BATERIA MAIS NENHUM TEM IDA COM NA IGREJA É UMA COISA E FORA E OUTRA EM CASA TEM ATITUDES HORIVEIS COM A SUA MULHERES ATE AGRESSAO ROLA E QUE FAZER COMO ESSES MINISTROS. NAI

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Creio que a liderança da igreja precisa pastorear essas pessoas. Se elas não tem vida com Deus não devem ministrar na igreja. Elas precisam ser instruídas e, caso permaneçam na mesma vida, devem sair do ministério.

      Abs!

      Responder
  • Paulo Cesar disse:

    se todo mundo levase a serio a palavra estariamos no paraiso

    Responder
  • Marco Antonio Evangelista disse:

    Muito boa esta matéria !!!

    Responder
  • Sool Nada disse:

    Interessante esses cidadãos afirmarem que o próprio DEUS os manda "viverem do evangelho" que se trabalham a favor da igreja que vivam desta. Será que os irmãos que, também, atuam na obra da igreja não estão trabalhando a fovar do evangelho? E esses irmãos dão duro o dia inteiro, trabalhando pelo sustento do seu lar e o seu próprio, e AINDA TER QUE SUSTENTAR PASTOR E FAMILIA??? DEVERIA SER VOTADO PROJETO PARA A PARTIR DESTES, ESSES SENHORES E ESPOSAS TRABALHAREM SIM, assim como eles dão seu tempo para o evangelho, os membros e congregados também, fazem o mesmo. E fazem mais, pois teem que trabalharem para conseguir dinheiro para eles e OS PASTORES! Oras, igreja não precisa de dinheiro. Quem necessita são orfãos e viúvas, assim como os necessitados que não teem quem olhe por eles. Já está na hora de se tormar atitudes serias em relação a isso, ACORDEM PESSOAL, BUSQUEM ENTENDER QUAL A REAL MENSAGEM DE CRISTO, A BIBLIA, INFELIZMENTE, É UM LIVRO QUE MANIPULAM A FORMA QUE FAVORECE AO GANANCIOSOS E ROUBADORES, ESTORQUINDO-NOS E TIRANDO UMA VIDA MAIS DIGNA QUE PODEMOS PROPORCIONAR A UM FILHO, AOS PAIS OU MESMO AOS FILHOS. VAMOS COLOCAR ESSA GENTE P/TRABALHAR COMO TODOS NÓS, QUE TAMBÉM TRABALHAMOS A FAVOR DO EVANGELHO DE CRISTO. ACORDA BRASIL!

    Responder
    • ronaldo disse:

      será que o arroz sozinho pode se sensibilizar ir ate a casa de um órfão ou viúva e possível . no meio disso tudo pastor o tem um papel bastante grande no igreja o disso tudo o membro trabalha sim mas não leva o seu tempo integral na igreja .existe igrejas que não apoiam os seus pastores assim não e bom porque o pastor leva uma vida dividida dizia um líder que pastores que procuram emprego para buscar sustentabilidade se tornam biscateiros que tipo de pastor gostarias ter biscateiro ou no tempo integral na obra do senhor espiritual socialmente etc .

      Responder
  • Sandra Souza disse:

    EU JA LI ESSA PASSAGEM, E TAMBEM JA LI QUE TEMOS QUE CUIDAR DA CAUSA DA VIÚVA E DOS ORFAOS..OU SEJA SE A IGREJA TEM CONDIÇOES TEMOS Q AJUDAR OS MAIS NESCESITADOS NAO E ASSIM ANDRÉ SANCHEZ?

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Sim, Sandra, a igreja deve ser luz nesse mundo, inclusive no cuidado das pessoa.

      Na paz de Cristo!

      Responder
  • franciano disse:

    ola tudo bem.. sabe me falar sobre a palavra (direita ) na bíblia Isaías 41:10 salmos 91:7 e salmos 121:5

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Franciano, as citações se referem ao nosso lado direito. Normalmente o lado da força.

      Responder
  • Vandervaldo Nascimento de Jesus disse:

    Amei esse site!! Irmão André Sanches, Deus contitue abençoando sua vida e te enchendo de graça.

    Vando

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Obrigado, Vando! Deus abençoe!

      Responder
  • THIAGO DIAS TURETTI disse:

    Pastor, vossos argumentos são sem dúvidas alguma a coisa mais indignante que eu já escutei em minha vida, além estar completamente fora de contexto não justificam os “salários milionários abençoados” dos pastores, um exemplo, quando você utiliza a passagem de Corintios
    : “Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho” (1Co 9. 13-14)”
    Até aonde eu me recorde Paulo precisava se alimentar, naturalmente sem trabalho isso não é possível, assim recebia donativos e ajuda das pessoas, para simplesmente VIVER E SE MANTER. É o cúmulo do absurdo usar as escrituras para justificar algo tão abominável quando a remuneração de um pastor! Não é uma questão de utilizar frases fora de contexto para tentar justificar isso, mas simplesmente uma questão de bom senso! É um absurdo um pastor receber para falar de Deus! Na passagem citada por você Paulo fica indignado porque as pessoas começam a dizer que ele utiliza o dinheiro dos donativos para fins próprios, quando na realidade ele utiliza para se alimentar, diferentemente dos pastores atuais, que possuem um longo tempo livre que deveria ser dedicado ao trabalho. Eu trabalho em 3 turnos e ainda tenho tempo para fazer trabalhos voluntários, estudar o evangelho e fazer MESTRADO! Eu tenho vergonha de um dia ter feito parte de uma comunidade que cultivava princípios e valores semelhantes aos seus! tenho vergonha de fazer parte de um país onde existem pastores riquíssimos e crianças com fome! Eu teria vergonha de usar a palavra desta maneira! Como você consegue conviver com isso?

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Thiago, na boa cara, a distorção está em suas palavras generalizando todos os pastores. A palavra apoia sim, e com muita veemência, conforme demonstrei no texto, que os pastores de Deus sejam sim sustentados.

      Responder
      • Eudenovo disse:

        eu até acho q se o fiel QUISER dar o dinheiro não tem proble ou o pastor pedir…bem,enfim,afinal vivemos no circulo capitalista mas oq o edir macedo faz é um absurdo!!!concorda?

        Responder
      • roni disse:

        “Será que cometi algum pecado ao humilhar-me a fim de elevá-los, pregando-lhes gratuitamente o evangelho de Deus? Despojei outras igrejas, recebendo delas sustento, a fim de servi-los. Quando estive entre vocês e passei por alguma necessidade, não fui um peso para ninguém; pois os irmãos, quando vieram da Macedônia, supriram aquilo de que eu necessitava. Fiz tudo para não ser pesado a vocês, e continuarei a agir assim”.

        Responder
    • Amelia de Sousa Hummig disse:

      Precisamos muito de irmãos como o Tiago!!

      Responder
  • LAILSON disse:

    muitos pregam o evangelho de cristo cobrando, mas eles se esquecem do que cristo tinha dito aos apóstolos que dessem de graça porque tinhão recebido de graça.Podemos ver que muitos dos tais, não querem fazer como paulo,vocês já viram que eles não querem imitar a paulo! mas sim a forma bem mais confortável que é ficarem sendo sustentados pelos irmãos. Estão se esquecendo do que ele desse se não trabalha que também não coma,disse mais, que ele trabalhava para tirar o seu sustento para que não fosse pesado aos irmãos que são a igreja de cristo.O mestre deu exemplo quando disse, meu pai trabalha até hoje e eu também, e jesus sabemos muito bem que ele trabalhava e os que pregam hoje não querem.O que tá faltando é tomarem vergonha na cara é pararem de serem pesados para a igreja de jesus,mas paulo deixou bem claro quando ele disse; bem que profetizou o profeta isaías ao respeito de voz, que ouvindo não oução e vendo não vejam porque são cegos filhos de guias cegos,e sabemos bem que se um cego guiar outo cego ambos caem na cova.
    ACORDA TU QUE DORMES LEVANTA-TE DENTRE OS MORTOS E CRISTO TE ILUMINARÁ…….

    Responder
  • Otávio pereira disse:

    Bando de FARISEU E SEPULCRO CAIADO, isso é o que são vocês que questionam quanto a pagar salário a um pastor, eu não sou pastor mas sou a favor conforme o que estar em um das passagens bíblica escrita no texto abaixo:

    1 Coríntios 9.6‐ 14 – Ou somente eu e Barnabé não temos direito de deixar de trabalhar?
    Quem jamais vai à guerra à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta um rebanho e não se alimenta do leite do rebanho? Porventura falo isto como homem, ou não o diz também a lei? Porque na lei de Moisés está escrito: Não atarás a boca ao boi que debulha. Acaso é de bois que Deus se preocupa? Ou é seguramente por nós que ele o diz? Certo que é por nós que está escrito, pois o que lavra cumpre faze-lo com esperança; o que debulha, faça-o na esperança de receber a parte que lhe é devida. Se nós vos semeamos as cousas espirituais, será muito recolhermos de vós bens materiais? Se outros participam desse direito sobre vós, não o temos nós em maior medida? Entretanto não usamos desse direito; antes suportamos tudo, para não criarmos qualquer obstáculo ao evangelho de Cristo. Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados, do próprio templo se alimentam; e quem serve ao altar, do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho, que vivam do evangelho.

    1º Paulo faz uma pergunta, mas afirmando seu direito de receber bens matérias, para sobreviver deles!
    2º Quando Paulo diz no verso:12:b ele se refere justamente a estas pessoas que questionam e acham que os homens escolhidos tem que suportar humilhações para sobreviver, aqueles que tem seus trabalhos seculares, muito bom, mas os que vivem do altar não sejam criticados.

    Paulo é claro quando diz: (Não usamos desse direito)

    Portanto aqui não se encaixa a graduação, a pós-graduação nem tão pouco o doutorado e o mestrado. O que importa é a palavra do único mestre.
    Pastores não percam tempo com estes hipócritas a muito trabalho a ser feito em função do reino.
    Agora aqueles que são EXPLORADORES DA FÉ Deus pedirá conta.

    Quem é contra o pagamento pelo trabalho do pastor, não pague, e ore pelos homens que estão “errados” em pagar!

    A PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO.

    Responder
    • Claudio disse:

      Ah! Então vc é mais um que concorda na engorda dos pastores! Viver do Evangelho não é viver de luxo, de boa vida. Será que dá pra entender isso? Não estou questionando a ajuda de custo para os pastores das igrejas, mas sim, a falta de vergonha na cara, pois absorvem pra si grandes honorários que não deixa de serem fardos pesados pras igrejas.

      Responder
    • roni disse:

      “Será que cometi algum pecado ao humilhar-me a fim de elevá-los, pregando-lhes gratuitamente o evangelho de Deus? Despojei outras igrejas, recebendo delas sustento, a fim de servi-los. Quando estive entre vocês e passei por alguma necessidade, não fui um peso para ninguém; pois os irmãos, quando vieram da Macedônia, supriram aquilo de que eu necessitava. Fiz tudo para não ser pesado a vocês, e continuarei a agir assim”.e tambem …“Se entre vocês semeamos coisas espirituais, seria demais colhermos de vocês coisas materiais? Se outros têm direito de ser sustentados por vocês, não o temos nós ainda mais? Mas nós nunca usamos desse direito. Pelo contrário, suportamos tudo para não colocar obstáculo algum ao evangelho de Cristo” (I Co. 9:11,12). SR Otavio o salario dos que anuncia a graça de Deus e espiritual sao os milagres de Deus como dons cura de doenças promessa do espirito santo de Deus profetizar dom do dicernimento para saber quem sao os lobos devoradores e nao material pois cada pessoa tem que se sustentar do seu suor e nao ser um peso a igreja

      Responder
    • roni disse:

      “Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!”

      Responder
      • André Sanchez disse:

        Roni, o que você me diz do fato do apóstolo Paulo ter recebido salário para que pudesse fazer missões em Corinto?: “Despojei outras igrejas, recebendo salário, para vos poder servir…” (2 Co 11.8)

        Responder
        • roni disse:

          Despojei outras igrejas, recebendo delas sustento, a fim de servi-los. Quando estive entre vocês e passei por alguma necessidade, não fui um peso para ninguém; pois os irmãos, quando vieram da Macedônia, supriram aquilo de que eu necessitava. Fiz tudo para não ser pesado a vocês, e continuarei a agir assim”….como ele mesmo disse nao pesado a ninguem e despojou das outras igrejas para vos servi de graça e disse tambem….“Se entre vocês semeamos coisas espirituais, seria demais colhermos de vocês coisas materiais? Se outros têm direito de ser sustentados por vocês, não o temos nós ainda mais? Mas nós nunca usamos desse direito. Pelo contrário, suportamos tudo para não colocar obstáculo algum ao evangelho de Cristo”… quem tem humildade para entender antenda ele dinha tinha direito sim mas abriu mao para nao criar obstaculos no evangelho obstaculos esse que vcs pastoras estao aumentando cada dia dia mais pregando prosperidade para os fieis e pedindo lhe grandes ofertas para sustentalos,,, pois disse o salvador buscai primeiro o reino dos ceus e as demais coisas eu vos acrescentarei e disse tambem de graça recebei de graça dai ,,a biblia e muito clara mas acontece que pastores usam brechas para desviar o foco

          Responder
  • silva disse:

    Para que se preocupar tanto!!!!! cada um deve da conta de si mesmo.Olhe que não é pouca coisa não!!!

    Responder
  • Morais disse:

    Os Pastores como pessoas nromais tem suas familias, suas contas e suas necessecitades. Caros irmaos. Os Pastores dedicam integralmente suas vidas na obra do Senhor. E justo que ele tenha alguma ajuda por isso, salario, honorario ou qualquer outro termo que seja mais confortavel.

    Nao marginalizemos nossos Pastores, nem mesmo em Palavras.

    Responder
  • ebenezer disse:

    Nao sou pastor, todavia Concordo plenamente que deve se honrar o ministro de Deus, sustentando-o.
    Na minha igreja por exemplo nosso pastor tem uma empresa mas mesmo assim decidimos honrar lhe com um subsidio mensal. A igreja deve honrar os pastores sestentando-os porque isso traz bencao para os crentes e para a familia do pastor, ele velam pelas nossas almas irmaos.

    Responder
  • Miriam disse:

    Pastor André Sanchez, o que você diz sobre pastores que já “se aposentaram” e continuam a receber esta aposentadoria da igreja, sem mais pastorear nenhuma igreja?

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Miriam, normalmente os pastores recolhem inss para que, quando se aposentarem, tenham esse benefício na sua velhice. Nesse caso quem arca om a aposentadoria é a previdência e não a igreja.

      Responder
  • LUIZ CARLOS disse:

    É FÁCIL RESOLVER ESSA QUESTÃO? DER UM SALARIO MÍNIMO PARA TODOS OS PASTORES COMO O TRABALHADOR BRASILEIRO GANHA. AI VAMOS VER SE VAI TER PASTOR QUERENDO PREGAR A PALAVRA DE DEUS.PORQUE PAULO FALA DE UM SALARIO E NÃO DE DEZ SALÁRIOS. UM JOVEM RICO QUIZ SABER DO MESTRE,COMO FAZER PRA CONSEGUIR A VIDA ETERNA,O MESTRE RESPONDEU VENDA TUDO QUE TENS E DIVIDA COM O POBRE,E NÃO VENHA COM LOROTAS PORQUE QUEM FALOU FOI O DONO DA VERDADE.ELE NASCEU EM UMA MANJEDOURA,ANDOU SENTADO NO JUMENTO,ANDOU A PÉ NÃO VIVEU EXPLORANDO OS IRMÃOS DA FÉ E NÃO PREGOU RIQUEZAS E OLHA QUE ELE E FILHO DO DONO DO MUNDO MAS NÃO QUIZ AS COISAS DO MUNDO.

    Responder
    • BENEDITO BRITO disse:

      Paz seja emtua vida LUIZ CARLOS. sou pastor a dez anos e nunca recebi sustento vindo da igreja,trabalhei muito tempo em uma empresa até me aposentar,fazia o trabalho evangelistico e nunca me preocupei com remuneraçao ,como vc sabe aposentadoria no Brasil nao é lá aquelas coisas, mais naome preocupo pois seique osenhor Deus nunca me desamparará, nao sou contra que recebe salario da igreja, maisespero em Deus que nunca irei precisar, nao gostode receber aquela chamada coleta para ajudar naviagem quando prego em alguma igreja fora demeu municipio, sealguem quizer me ajudar aceito sim mais sem a obrigatoriedade de faze-la,pois o senhor disse de graça recebeste de graça daras.Deus abençoe sua vida e pode ter certeza tem que pregue até por nao receber salario tenho prazer em falar dapalavra do senhor pois pra mim issoja é o bastante , abraços meu irmao.

      Responder
  • Andreia disse:

    O apostolo Paulo não era casado, e ainda sim, não era sustentado pela igreja. Hoje em dia, os pastores, mesmo sem trabalhar, pagam escolas caras para seus filhos, cursinhos, faculdades, viagens, até mesadas com os dizimos da igreja. E aí, dá pra fazer isso tudo com “um salario”? Por que será que na Igreja Católica os padres nao casam? Porque o sustento do padre solteiro é menor do que se o padre casasse e tivesse filhos. Isso já foi pensado naquela época, quando a Igreja Catolica dominava e isso se mantem até hoje, para que boa parte do dinheiro fique para os luxos do Papa.
    Acredito que hoje em dia, o dizimo deveria ser repensado, afinal de contas, as igrejas nao sao mais como antigamente, elas estão cheias, abarrotadas de gente, e se cada um dos sei lá, 500, 1000 membros que muitas tem, der o seu dizimo, ultrapassa a ideia de sustento da igreja e da obra, e claro, vai pro bolso de alguem. O dizimo era para o sustento do templo, e dos levitas, que tinham suas vidas somente para Deus, ou seja, nao tinham familias inteiras para sustentar. Paulo disse que era melhor que o homem nao casasse, mas que se nao pudesse aguentar, casasse. “O solteiro cuida das coisas do Senhor, em como há de agradar ao Senhor; Mas o que é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar à mulher”.
    1 Coríntios 7:32-33 Cuida das coisas do mundo, ou seja, deve trabalhar para sustentar sua esposa e filhos, E não ser bancado pela igreja.

    Responder
  • sandro miguel ribeiro disse:

    boa tarde meus caros
    Não concordo com isso de que os PASTORES devem receber salarios para pregar o evangelho, pois o senhor JESUS mesmo nos ensinou que OQUE ELE NOS DEU DE GRAÇA DEVE-SE ENSINAR DE GRAÇA, outra coisa na palavra de DEUS ainda fala que aquele que recebe para pregar o evangelho ESSE JA REBEU SEU GALARDÃO AQUI. entao acho que devemos ficar de olhos bem abertos pois estamos no final e muitos oportunistas.

    Se o PASTOR nao recebesse salario, pode ter certeza de que a grande maioria deixaria de ser pastor.

    ate mais

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Sim, Sandro, os pastores que se dedicam integralmente ao evangelho viverão da esperança do galardão futuro. A esperança pagará suas contas. Não podemos punir os pastores de Deus por causa dos sem vergonha. O sustento pastoral é bíblico como demonstrado. “De graça recebeste, de graça dai” não significa que pastores não podem ser sustentados pela igreja.

      Responder
      • Claudio disse:

        Olá! André. Já conversei com muitos cristãos sobre essa tema. O importante é não perder o foco. Você usou o termo sustentar, e até aqui eu concordo. O problema é que essa palavra sustentar é usada pra justificar os abusos, os avarentos, os que amam as riquezas e por aí vai. Não adianta dizer que há pastores e pastores. Sejamos sábios e idôneos, pois sustentar o pastor, não significa que a igreja tem que bancar todos os luxos e a vida boa que muitos levam. Como não ser pesado pra igreja se o pastor compra uma caminhonete caríssima, aluguéis ou compra de mansões caríssimas, viagens que servem mais pra lazer do que pra missões, filhos estudando em colégios e faculdades privadas. Será que isso não é o suficiente pra ser pesado pra igreja? Se não for, o que poderá ser? Tem muita gente enganada e enganando a muitos. Biblicamente, eu vejo esse sustento como sendo o necessário para que o dirigente da igreja possa dedicar-se inteiramente ao Evangelho e à Obra de Deus. Não tendo ganância, não acumulando prata nem ouro (riquezas).

        Responder
  • joao disse:

    Concordo que eles devam receber mais que se dediquem em tempo integrar nas igrejas permaneçam ali por pelo menos 4 horas por dias atendendo suas ovelhas muitos só são vistos no horário do culto e mesmo antes de terminar a cerimonia já vão saindo de mansinho pra não ser incomodado pelas ovelhinhas perdidas

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Como eu disse João, existem pastores e pastores. Não podemos punir os fieis com base no comportamento dos infiéis, pois isso é injusto.

      Responder
  • Vanderlei Aparecido da Silva disse:

    Meus irmãos, os pastores não deveriam receber por pregarem sabem por que?

    O dia tem 24h certo! Então: 8 horas descansa// 8hs: prega o evangelho, visita os enfermos e fracos etc. e 8hs ele pode bem trabalhar.
    Deus abençoe

    Responder
  • Claudio disse:

    E olhe que não li todos os comentários, mas a maioria usa o versículo isolado foram do contexto pra justificar a boa vida dos pastores. O Ap. Paulo diz que recebeu salário das Igrejas quando precisou em suas viagens missionárias, no demais, ele faz questão de enfatizar que suas mãos o serviram. Aposto que há pastores que não sabem qual era o ofício de Paulo, além de ser um pregador do Evangelho.

    Responder
  • pedraangular disse:

    Muito bom o artigo! Aqui tem uma pegada sobre até mesmo a diferença de salários para os mais dedicados, gostei!
    Eu escrevi algo sobre esta temática, e sobre o problema:
    Como ser pastor/missionário/líder praticamente dedicado a obra e ainda ganhar dinheiro (quem sabe até boas quantias), como uma alternativa a esta questão.
    Se quiser publicar, segue o link.
    http://pedraangular.org/como-ser-pastor-e-ganhar-muito-dinheiro/

    A paz André.

    Responder
  • edmisonedmar disse:

    e verdades

    Responder
    • edmilsonedmar disse:

      temos que repartir os nossos bens na queles que nos ensinam galatas 6 v6

      Responder
  • sergio disse:

    Bom congrego na igreja pentecostal aliança de amor , e meu , pastor trabalha em uma e empresa e recebe o salario da igreja , isso e errado .

    Responder
  • Elil medeiros disse:

    este salário que ele deve receber da igreja é só uma ajuda de custo, um dinheiro pra ele sobreviver, não é um mega salário pra ele sustentar um padrao de vida. o que a gente ver é um pastor que ganha muito bem em relação ao salário de um trabalhador brasileiro. agora receber um salário que lhe dê um alto padrão de vida às custas dos fiéis. casos como estes pastores midiáticos como silas malafaia, Edir macedo, rr soares e outros. mas os geralmente quase todos os pastores se aproveitam pra viver às custas dos fiéis e mantem um padrao de vida que os fiéis nem de longe consegue ter.

    Responder
  • Ezer disse:

    O salário aqui dito não é em moeda financeiramente e sim em espiritualidade, você tem direito ao salário espiritual. E para seu sustento e de sua família tem de ser o suor de sua camisa trabalhando e recebendo pelos seu trabalho e não gerando peso ao seu irmão para que o sustente.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Ezer, de onde você tirou essa interpretação? Nunca ouvi falar em salário espiritual. O contexto é bastante claro e fala de sustento físico.

      Responder
  • Adriano disse:

    E como fica a continuação dessa passagem???
    1 Coríntios,
    9:15 Mas eu de nenhuma destas coisas usei, e não escrevi isto para que assim se faça comigo; porque melhor me fora morrer, do que alguém fazer vã esta minha glória.
    9:16 Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho!
    9:17 E por isso, se o faço de boa mente, terei prêmio; mas, se de má vontade, “APENAS uma dispensação me é confiada”. (SALÁRIO)!
    9:18 Logo, que prêmio tenho? Que, evangelizando, proponha de GRAÇA o evangelho de Cristo para não abusar do meu poder no evangelho.
    9:19 Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais. (O REINO DA GLÓRIA)!! “com certeza, melhor do que salário terreno”
    .. ou seja, para o sustento na terra; é justo e digno que as provisões venham de um trabalho na terra!
    fora isso, quem recebeu de Deus o dom e a missão de pregar o Evangelho, o faça com amor, tendo em mente que quando se dedicam algum tempo pregando e falando das coisas celestiais, a sua recompensa é celestial e não terrena! me perdoem no amor de Deus, de forma alguma eu quero ser desrespeitoso, mais o templo do Senhor não é empresa! essa é minha interpretação sobre o assunto e a passagem bíblica.

    Responder
    • André Sanchez disse:

      Adriano, Se você ler o capítulo todo verá que Paulo não inviabiliza o que a Bíblia diz sobre o direito do obreiro ser sustentado (1 Co 9.7, 9, 11). Pelo contrário, ele afirma isso.

      1Co 9:12 Se outros participam desse direito sobre vós, não o temos nós em maior medida? Entretanto, não usamos desse direito; antes, suportamos tudo, para não criarmos qualquer obstáculo ao evangelho de Cristo.

      Mas Paulo coloca o que ele fazia, mas não como lei, como fica bem claro no texto ele se abdicava do direito que tinha.

      Por isso, sua interpretação está equivocada.

      Responder
      • Adriano disse:

        Ok, respeito o seu ponto de vista! Porém toda via em um banquete, todos os pratos sempre terá o sabor do tempero que o cozinheiro gosta de comer! em uma apresentação de artes, todas as telas trarão em lembrança aquilo que agrada o pintor! todo ser humano expressa consciente ou inconscientemente aquilo que acha correto, ou seja, a interpretação de texto é livre e há como ter dois resultados, o justo, que é analisando o texto na integra e interpretar o que realmente o texto representa como um todo ou selecionar uma fração do texto que justifique um ato e deixar a interpretação final com o tempero do interpretador. Mais está bem, este assunto não tem impacto algum sobre minha vida nem positivamente nem negativamente, eu tenho meus ideais e meus Dogmas, porém respeito muito as crenças alheias! valeu muito nosso papo, Deus o Abençoe e fique na Paz de Deus.

        Responder
        • André Sanchez disse:

          Adriano, esse texto é claro. Sequer está entre os textos de difícil interpretação. Está claríssimo conforme demonstrei.

          Responder
  • Otávio de Jesus disse:

    Meu querido irmão, os textos usados em I. Cor. Estar dentro de um contexto onde o apostolo Paulo exorta a essa igreja a não agirem em dissensão, inclusive quanto a sustentar os que serviam a igreja! Por certo que ninguém estar a defender pessoas desonestas que conforme 2Pe 3 são lobos disfarçados de cordeiro e que por avareza farão de seus fiéis negócio.
    O cerne da questão aqui defendida por mim é quanto à necessidade dos que se dedicam a obra ter uma renda que provenha dela, claro que existem excessos que não compactuo, pois tem que haver coerência em relação ao quanto ganhar.
    Cristo que é o filho de Deus e cabeça da igreja em momento algum andou com ostentação, pelo contrário, em tudo foi humilde.
    Portanto é necessária a leitura de todo o texto e entender o contexto ao qual se aplica e assim tirarmos conclusões. Mas acima de tudo necessitamos orar a Deus e pedir o real entendimento da sua palavra.
    Não erreis: DEUS NÃO SE DEIXA ESCARNECER, O QUE O HOMEM PLANTAR CERTAMENTE ISTO ELE COLHERÁ. Gl. 6:7

    Responder
  • Meire disse:

    Tudo isso e muito triste e o fim dos tempos mesmo:sou de uma igreja que avia 120 menbros.Agora acho que nao ficaram nem 20….Na epoca que eramos muitos com muita dificuldades mas todas as nessecidades dos pastores eram supridas pelas ovelhas e muitas ex: aluguel da igreja ,casa pastoral,grandes festas de aniversarios deles e fomilia,viagem de ferias de 30 a 45 dias,reforma do templo,viagem p/ Israel para os dois,casamento da filha no Brazil 6 passagem de aviao e a festa de casamento ,despedida da noiva, oferta , computador,oferta p/ ir ao Brasil velar o pai com enterro e tudo ,viagem p/ o Brasil p/o apostolado, carteira de motorista,mas nao fez e outras viagem pequenas por aqui…eski,Disney,londres….Bom tudo isso e ainda nao estava bom! Nao visitava as ovelhas,nao atendia telefone,e ainda eram criticadas a me esqueci eram feito pelas as ovelhas um almoço de Israel p/ financiar os custo dos viagem e nas vesperas pediam mais ofertas…Mas agora somos poucos estamos todos com dificuldades financeiras eles estao trabalhando e muito machucados e nos que ficamos e que estamos sofrendo as consequencias! A culpa e das ovelhas e as ovelhas culpam eles por nao terem cido cuidadas.ficamos em uma grande guerra terrivel,mas nos que ficamos e que sofre mais…quase ninguem quer ir p/ oa igreja porque acaba ouvido o que machuca…..Pastores revoltados ovelhas machucadas…sou de acordo que os postores sao digno de seu salario mas neste caso somos tao poucos e com grande dificuldades financeiras.pesso oraçaes para eles e nos! Seremos almodiçoados por nao termos mais condiçaes p/o sustento ministerial…pq ate issi ja ouvi! Obrigado por me ajudar….

    Responder
  • André Lima disse:

    O salário do pecado é a “morte”, mas digno é o obreiro do seu salário, a “VIDA”…..

    Reflita: a moeda do reino de Deus, são pessoas…. ele pagou um alto preço por mim e por você…

    Responder
  • Nicacio Bandeira disse:

    O importante é saber disernir o que é viver do altar! o pastor pode viver do altar ,ate porque ele dedica o seu trabalho a esse proposito,mas é claro que não só o pastor mas tambem aquele que dizima e oferta vive tambem do altar pois e´do altar que vai sair a benção da queles que entregaram a sua oferta, seu dizimo simbolizando a sua viva e entrega a Deus.

    Responder
  • William disse:

    Os que pregam mateus 23_23 não sabem nada da bíblia. O NOVO TESTAMENTO nao está inserido neste versiculo.A nova aliança se inicia com Jesus dizendo : Está consumado! Agora eu pergunto: Se Jesus nasceu sob a lei é claro que ele não iria contra dizimo, sacrifícios e circuncisão. Jesus curou um leproso e falou para levar seu sacrifício e apresentar ao sacerdote. Ou seja, baseado na lei de Moisés. Agora tudo mudou.No livro de Hebreus diz que o testamento só tem valor quando morre o testador.Agora, se os dizimistas querem ser massa de manobra, fantoches de lideres ladrões e retardados da fé aí já é outra história. Resumindo: Devo levar meu sacrifício (animal) as igrejas hoje? Claro que não , pois vivemos na nova aliança. E o Dízimo? Aí vem a resposta dos caes gulosos : – o dízimo nao foi abolido , Abraão deu o dízimo antes da lei etc……Balela pura.Paulo nunca pediu dizimos.2 vezes em 20 anos de ministério em que a situação apertou ele pediu “ajuda”, pois se não morreria de fome. NUNCA PEDIU DINHEIRO NEM ABRIU IGREJA FISICA.JESUS HABITA EM NÓS, NÓS SOMOS A IGREJA.

    Responder

Seu comentário é muito importante! Comente! Regra 1 - Seja respeitoso - Regra 2 - Não aprovamos comentários de anônimos - Regra 3 - Não publicaremos mais comentários que não tenham a ver com o tema do artigo - Obs.: Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.